Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

FUTEBOL: Riachense venceu em Abrantes por 2-1 em bom jogo de futebol (com áudio)

17 de outubro de 2015, 19 horas, Abrantes

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 1ª Divisão da Associação de Futebol de Santarém

União Desportiva Abrantina 1 – Clube Atlético Riachense 2

- Publicidade -

A União Abrantina entra na partida com respeito exagerado pelo adversário, retraida no terreno de jogo, dando a entender que tinha duvidas do que era capaz de fazer perante um adversário tido como favorito à partida. Aproveitaram os homens de Mário Nelson para impor o seu jogo, futebol fluido, boa circulação de bola e jogadores em constante movimento do meio campo para a frente. Aos 11 minutos surge o primeiro golo do jogo por Moleiro. Cruzamento para a área abrantina e Moleiro nas costas do seu marcador direto a cabecear para o fundo da baliza de Chico.

IMG_0891
Moleiro. Autor do primeiro golo do Riachense

Volvidos 4 minutos o Riachense podia ter chegado ao segundo golo mas essa intenção foi negada pelo poste direito da baliza da União Abrantina. Ao minuto 20, Diogo Barrocas, após cruzamento bem medido de Jimmy e só com Galrinho pela frente, acerta mal na bola e remata enrolado, levando a bola a passar por cima da trave, para desespero do banco abrantino. Até ao intervalo assistiu-se a um jogo com mais posse de bola para o Riachense, como mais perigo junto da área abrantina, mas com os da casa a espreitar o contra-ataque sempre com perigo.

Na segunda parte, aconteceu o que já começa a ser hábito nos jogos da União Abrantina. Má entrada dos homens de azul, o que levou a que os riachenses voltassem a ficar claramente por cima do jogo. Curiosamente os lances dignos de registo acontecem aos mesmos minutos dos da primeira parte. Aos 56 minutos, Laranjeiro, remata do meio da rua, remate que parecia inofensivo, mas Chico, que na nossa opinião foi o melhor jogador em campo da União Abrantina, fica mal na fotografia e vê a bola entrar na sua baliza.

IMG_20151017_205925
Laranjeiro. Marcador do segundo golo do CAR

Pensou-se que o Riachense tinha atingido a tranquilidade com este golo, mas foi puro engano. Os abrantinos cerram os dentes e vieram à procura de outro resultado. Renato Dias coloca em jogo Hélio Ocante, e o melhor marcador abrantino da época passada, só precisou de 45 segundos em jogo para fazer golo.

Hélio
Hélio Ocante, autor do golo abrantino

Estavam decorridos 65 minutos e o jogo voltava a ficar aberto. Até final, toada de ataque e contra-ataque, com mais bola nos forasteiros, chegou-se a gritar golo junto de uma e outra baliza, mas a perdida mais flagrante coube aos alvi-negros que numa situação de dois para um, não conseguiram desfeitear Chico que soube esperar para roubar a bola dos pés de Freitas. Mesmo no último minuto dos descontos, lance na área riachense com os abrantinos a reclamarem grande penalidade, em que Rui Bernardo não teve duvidas e mandou jogar.

Pelo que fizeram as duas equipas, a vitória do Riachense considera-se justa, com a União Abrantina dar uma excelente réplica e a vender cara a derrota. Jogo disputado a uma boa velocidade e com excelente intensidade, entre duas equipas que mostraram futebol para ocuparem lugares mais acima na classificação que os que ocupam atualmente.

Bom trabalho de Rui Bernardo. Nunca perdeu o controlo da partida e mesmo quando o jogo aqueceu, pela incerteza no resultado, o árbitro soube conduzir bem o jogo. Quanto aos seus assistentes, melhor Pedro Mendes que Pedro Esteves.

Ficha do jogo:

Estádio Municipal de Abrantes

Estádio Abrantes
Estádio Municipal de Abrantes

Árbitros: Rui Bernardo, Pedro Esteves e Pedro Mendes

IMG_0870
Pedro Mendes, Rui Bernardo e Pedro Esteves

União Desportiva Abrantina

Chico, Romero, Toni, Manuel Vitor (João Reis), Jimmy, Salu (Picão), João Martins, Topa, Alex (Hélio Ocante), Diogo Barrocas e Miguel Seninho

Suplentes: André Pereira, João Reis, Bruno Moita, João Rui, Hélio Ocante, Cartaxo e Picão

Treinador: Renato Dias

UDA
União Desportiva Abrantina

Clube Atlético Riachense

Galrinho, Tiago Prates, Paulito, Moeliro, Laranjeiro, Freitas (Bernas), João Guerreiro (Bruno Ferreira), Júlio (Mauro), Marco Carvalho e Nalha

Suplentes: Mação, Bernas, Bruno Ferreira, Singéis, Vicente, João António e Mauro

Treinador: Mário Nelson

Riachense
Clube Atlético Riachense

Marcadores: Hélio Ocante; Moleiro e Laranjeiro

A opinião dos treinadores:

Renato Dias (União Abrantina)

Renato Dias - UDA
Renato Dias

Mário Nelson (Riachense)

Mario Nelson
Mário Nelson

 

 

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here