Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

FUTEBOL: Pego vence Atalaiense e termina primeira volta isolado na liderança (com áudio)

6 de dezembro de 2015, 15 horas, Pego

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 2ª Divisão de Seniores da Associação de Futebol de Santarém

Casa do Povo do Pego 1 – União Desportiva Atalaiense 0

- Publicidade -

Crónica do jogo por João Sampaio

João Sampaio
João Sampaio

Jogo aguardado com expectativa, pois nos temos recentes as duas equipas quando se defrontam proporcionam bons espectáculos e também porque os pegachos não têm sido felizes nos embates com os atalaienses.

Primeira parte muito bem disputada com lances de muito perigo junto das duas balizas. Toada de parada e resposta com ligeiro ascendente da equipa da casa. A equipa de Atalaia num esquema 4-4-2, privilegiando a posse de bola, enquanto o Pego apostava num 4-3-3 com futebol mais directo, tirando partido da velocidade dos seus avançados. Ao intervalo registava-se um empate a zero que se aceitava. Ambas as equipas procuraram o golo mas as defesas iam sendo superiores aos ataques.

No segundo tempo começa melhor a equipa de Meszaros, que no primeiro quarto de hora teve o sinal mais. Não chegou ao golo porque esbarrou numa equipa pegacha muito sólida a defender, com muita entreajuda entre os sectores e que ia evitando lances de perigo na sua área. Aos 60 minutos, Nando Costa descontente com o facto de a sua equipa não conseguir sair para o ataque com critério, opera a primeira mexida. Tira o lateral João Ruivo e lança André Neves para o meio campo, fazendo recuar Tiago Garrido. Com esta substituição, os pegachos passaram a ter mais controle da posse de bola, conseguindo chegar com mais clarividência até à área contrária. Aos 66 minutos de jogo, Péron (grande exibição), faz o único golo da partida, num lance já pouco usual no futebol moderno. Canto batido directamente para a baliza de Atalaia e Filipe Graça não consegue evitar que a bola ultrapassasse a linha fatal. A partir deste momento, o jogo muda completamente. A equipa do concelho de Barquinha veio com tudo à procura do golo do empate e o Pego passou a jogar com a vantagem, defendendo bem, controlando o tempo e os espaços que o adversário procurava. Foi assim até ao apito final do árbitro, sem haver alterações no marcador.

Tendo em conta o que se passou em todo o tempo de jogo, a vitória do Pego aceita-se por ter conseguido aproveitar uma das oportunidades que criou e por ter conseguido guardar bem a vantagem conseguida.

A equipa de arbitragem foi contestada por ambas as equipas. Na primeira parte parece ter ficado uma grande penalidade por marcar a favor da equipa pegacha, pois parece-nos que Péron foi mesmo derrubado por um adversário. Nota baixa, não só por este lance, mas também por outros ocorridos durante os noventa minutos.

Peron
Péron rubricou excelente exibição e deu os três pontos à sua equipa. Foto de arquivo.

Ficha de jogo:

Parque de jogos do Pego

Parque de Jogos do Pego
Parque de jogos do Pego

Árbitros: Nelson Andrade, João Veríssimo e Tiago Ribeiro

Casa do Povo do Pego

Norberto, João Ruivo (André Neves), Zé Tomé, Pedro Almeida, Igor, João Bioucas, Tiago Garrido, Péron, Di Maria (Diogo), Fábio Santos e João Lopes (Tiago Dias)

Suplentes: Caio, Pejó, André Neves, João Salgueiro, Diogo, Tiago Dias e João Santos

Treinador: Nando Costa

União Desportiva Atalaiense

Filipe Graça, Mario Silva, Pedro Silva, Pedro Martins, Diogo Marçal, Alex, Sérgio Salgado, Rui Santos, Alcarraia, Dani e Cadete

Suplentes: Rafa, Vitor Beltrão, Ricardo Ruivo, Telmo, Abalada, André Valente e Gonçalo Barrela

Treinador: Meszaros

Marcador: Péron

A opinião dos treinadores:

Nando Costa (Pego)

Nando Costa (2)
Nando Costa

 

António Canhoto “Meszaros” (Atalaiense)

Antonio Canhoto Meszaros
António Canhoto

Mediotejo.net fez várias tentativas para contactar o treinador da União Desportiva Atalaiense, não tendo conseguido recolher a opinião de António Canhoto.

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here