Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Outubro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol | Ortiga vence Sardoal por 4-1 em jogo de apresentação

Numa tarde de céu azul e com muito calor, no campo de jogos de Ortiga, a equipa da casa apresentou-se no domingo aos seus adeptos frente a um adversário que irá disputar o campeonato distrital da 2ª divisão, o GDR Sardoal. O jogo, agendado para as 16:00, começou com algum atraso devido à apresentação da equipa da Ortiga, do concelho de Mação. Os adeptos marcaram presença em bom número para conhecerem as caras do plantel e assistirem a uma partida de futebol com momentos interessantes e que proporcionou cinco golos ao público presente.

- Publicidade -

A equipa visitada mostrou, desde o começo, o que queria para este jogo. Logo aos 2 minutos, à entrada da área, um jogador da Ortiga remata contra um adversário que desviou a trajectória da bola e quase enganava Nélson. Ainda se gritou golo, mas o guarda-redes encaixou o esférico.

A equipa da Ortiga apresentou-se aos seus adeptos com uma vitória convincente por 4-1, diante do Sardoal. Foto: mediotejo.net

- Publicidade -

A equipa da casa estava mais perto do golo e, à medida que os minutos passavam, tornava-se mais perigosa. Foi ao minuto 9 que, após uma iniciativa individual de João Victor, defesa esquerdo da equipa da Ortiga, o mesmo faz um cruzamento venenoso para dentro da área do Sardoal. Os defesas não conseguem tirar a bola da zona de perigo e, no “coração da área”, Rui Bento (Pauleta), inaugura o marcador, metendo a bola entre as pernas do guarda-redes visitante.

Como resposta ao golo sofrido, logo no minuto seguinte, Márcio, guarda-redes da equipa da Ortiga, fez uma boa intervenção, num remate dentro de área. A equipa do Sardoal aproveitava qualquer lance de bola parada para causar algum sufoco na defensiva contrária, com bolas bombeadas para a área, à espera de um momento de inspiração individual.

Bernardo, defesa central do Sardoal, tenta desarmar o adversário.

A Ortiga dominava o encontro, passando muito tempo no meio campo adversário, com sucessivas trocas de bola, variações de flanco, tabelas entre jogadores. E, como consequência disso, esperava-se que houvessem mais golos. Registava-se o minuto 18, quando Rui Bento bisa na partida. Uma má saída para o ataque por parte do Sardoal, a bola é recuperada pela Ortiga em zona alta e, após uma jogada entre João Matos e Rui Bento, o segundo volta a aparecer sozinho na área e não perdoa, desviando para o 2-0.

O jogo afastou-se um pouco das balizas, sendo só ao minuto 40 que houve registo para nova jogada de grande perigo. Novamente no lado esquerdo do ataque da equipa da casa, João Victor entra em jogada de combinação com Rui Bento, o defesa esquerdo chega à linha de fundo e cruza rasteiro para trás, onde aparece João Matos que remata forte. O  esférico, no entanto, encontra um opositor, que fez um corte providencial.

Aos 42 minutos, o Sardoal causava, em bola corrida, algum perigo junto da baliza de Márcio. O capitão de equipa, Pedro Martins, procurava reduzir a desvantagem e, num remate forte fez a bola passar um pouco ao lado do poste esquerdo da baliza visitada. Ao intervalo, o resultado era de 2-0 para a Ortiga.

Rui Bento (Pauleta), que bisou na partida, a participar no trabalho defensivo da equipa da Ortiga.

As equipas voltavam para a segunda metade da partida. O jogo começava, outra vez, com uma boa dinâmica da equipa da casa e logo aos 48 minutos, novamente João Victor, que neste jogo mostrou ser um defesa esquerdo muito ofensivo, tabela com Pedro Louro que lhe devolve a bola e o defesa remate forte. O guarda-redes do Sardoal é que não permitiu que as suas redes fossem mais uma vez violadas e evitou aquele que seria o terceiro golo.

Aos 51 minutos, a equipa visitante continuava a tentar responder, com um forte remate a uma bola que estava a saltar à entrada da área. Não fosse uma grande intervenção do guarda-redes da Ortiga, Zé Heitor marcaria aquele que seria um grande golo, num remate forte, junto ao poste esquerdo da baliza.

Mas, numa desconcentração da defensiva do Sardoal, a Ortiga acabaria por dilatar a vantagem. Rui Bento ultrapassa o último defesa e com o apoio do seu colega de equipa, Pedro Louro, num 2 para 1 com o guarda-redes adversário, o jogador que já tinha bisado na partida ofereceu a bola a Pedro Louro, que facilmente marcou o 3-0.

Zé Heitor, num livre bem batido, quase chegava ao golo.

O futebol voltou-se a afastar das balizas durante uns instantes, havendo mais duelos físicos a meio campo. Só nos 10 minutos finais é que voltou a haver lances dignos de registo. Aos 80 minutos, João Victor cai na área e, sem hesitação, o árbitro aponta para a marca do castigo máximo. O jogador que sofreu a falta avança para a marcação da grande penalidade e, com muita calma, introduz a bola dentro da baliza. O guarda-redes adivinhou o lado, mas nada podia fazer. Estava feito o 4-0 para a Ortiga.

Voltava a tentar responder a equipa do Sardoal, novamente de bola parada. Livre descaído para o lado esquerdo do ataque e Zé Heitor, num bom remate forte e em arco, fez a bola sobrevoar a barreira e quase reduzia. Boa intervenção do guarda-redes Leandro, que defendeu para canto. Mas, na sequência do canto, bola batida por Zé Heitor e, na confusão da área, Pedro Martins, capitão de equipa, fazia o golo. O capitão, que muito trabalhou neste jogo, não perdoava, estabelecendo o resultado final em 4-1 para a equipa da Ortiga.

Sem mais nenhum lance de perigo, o jogo terminava praticamente a seguir. Boa vitória do conjunto da casa, no seu jogo de apresentação.

Ficha de jogo: 

Ortiga:

Márcio; Filipe Falua; Miguel Lourenço; Rui Dias; João Victor; Pedro Afonso; Joel; Jorge; Rui Bento; Pedro Louro e João Matos.

Suplentes e restante plantel apresentado: Leandro; Casa; Vasco; Carlitos; Rodrigo Santos; André Moleiro; Joca; Nuno; João Alves; Rodrigo Brízida; Ruma; Francisco Veiga; Daniel Barão; Ducho; Hélder António e Dalnei Alves.

Treinador: José Carlos Lourenço

11 Inicial da Ortiga.

GDR Sardoal:

Nélson Alves; Miguel Ângelo; Bacalhau; Bernardo; Renato Antunes; Gonçalo Farinha; Júlio Almeida; Marquitos; Pedro Martins; Zé Heitor e Manuel Costa.

Suplentes: Alexandre Jorge; Diogo Pita; Francisco.

Treinador: Nuno Tavares

11 Inicial GDR Sardoal.

Equipa de arbitragem: Carlos Silva, Carlos Lercas e Rui Dias

Equipa de arbitragem e capitães de equipa.

Golos: Rui Bento (2); Pedro Louro e João Victor – Ortiga

Pedro Martins – Sardoal

No final do encontro ouvimos o treinador da equipa da Ortiga, José Carlos, e o capitão de equipa do Sardoal, Pedro Martins.

José Carlos, treinador da equipa da Ortiga.

 

Pedro Martins, capitão da equipa do Sardoal.

 

Estudante na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes, no curso de
Comunicação Social, na vertente de jornalismo. O gosto pelo desporto, mais precisamente pelo desporto rei, está comigo desde muito cedo. Atleta federado desde os oito anos, a minha ambição é tornar-me profissional na área do jornalismo desportivo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome