- Publicidade -

Domingo, Dezembro 5, 2021
- Publicidade -

Futebol | Marinhais vence Tramagal no Comendador (c/ fotos e audio)

TRAMAGAL SPORT UNIÃO 0 – GRUPO DESPORTIVO DE MARINHAIS 2
Campeonato Distrital AFS – 2ª Divisão – Ap.Campeão e subida
Campo Comendador Eduardo Duarte Ferreira
Tramagal
20-052018

- Publicidade -

Pisco organiza ataque do TSU.

As trovoadas que se abateram sobre a região pouparam a zona do Tramagal e as condições eram ótimas para que se assistisse a um bom jogo de futebol. O sol até espreitou amiúde dando um colorido especial às duas claques que não se cansaram de incentivar os seus atletas. As equipas, empatadas pontualmente, pareceram determinadas a somar os três pontos descolando dos seus adversários diretos.

- Publicidade -

Começaram melhor os da casa e logo no segundo minuto Gonçalo Fernandes testou a atenção daquele que viria a ser a figura de destaque deste jogo: o jovem guarda redes João Nicolau.
Na resposta, aos seis minutos o Marinhais tem uma excelente arrancada pela direita, Sérgio Nunes foi bem servido e na cara de Jaime atirou a contar fazendo funcionar o marcador.

Sérgio Nunes (encoberto) rematou para abrir o marcador.

O Tramagal começava cedo a correr atrás do prejuízo. O Marinhais tinha a iniciativa do jogo, mais posse de bola mas as melhores oportunidades eram do Tramagal.

A excepção foi um lance de contra ataque da equipa de Marinhais, aos 15 minutos, que isolou Bona dando a Jaime a oportunidade de brilhar ao defender com os pés. Na resposta, passados quatro minutos, Gonçalo Fernandes, de livre fez o esférico passar muito perto da baliza dos visitantes.

Apesar do equilíbrio e de se jogar muito a meio campo as bolas paradas ia constituindo uma boa forma de se abordarem as balizas.

Gonçalo Fernandes tentou várias vezes alvejar a baliza contrária.

Aos 27 minutos David Nunes, em novo livre, proporcionou uma enorme defesa a João Nicolau. A bola ainda beijou o ferro antes de se perder pela linha de fundo. À passagem da meia hora foi a vez de João António testar a meia distância levando a bola a passar muito perto da baliza do Marinhais.

Cinco minutos volvidos foi a vez de David Nunes, em remate de primeira, imitar o colega e a bola perdeu-se pela linha final.
Em cima do apito para o descanso João António desembaraçou-se do marcador direto e quando embalava na área do Marinhais foi tocado por trás.

O árbitro Mário Vieira, bem posicionado, assinalou a marca da grande penalidade. Dos onze metros David Nunes rematou forte e colocado mas João Nicolau voou para a defesa da tarde negando o empate aos anfitriões.

Jovem guarda redes João Nicolau defendeu o penalti batido por David Nunes.

O intervalo chegou pouco depois com um resultado a premiar a eficácia do Marinhais e a castigar a falta de pontaria dos da casa.

Tramagal regressou para a segunda parte em alta rotação.

A equipa da casa regressou determinada a virar o resultado a seu favor e logo no segundo minuto do complemento João António enjeitou a possibilidade de empatar enviando o esférico por cima.
No minuto seguinte foi a vez de Condeixa fazer exactamente o mesmo. O TSU em dois minutos podia ter passado para a frente.
O Tramagal estava melhor, mais acutilante e com as linhas mais subidas.

Tramagal vendeu cara a derrota.

Essa postura permitiu que o adversário contra atacasse e um cruzamento pelo lado esquerdo passou por toda a gente dentro da área gorando-se a oportunidade para o Marinhais ampliar a vantagem.

O Tramagal colocava a “carne toda no assador” e já com Singéis em campo Rui Matos conduziu o esférico até à linha de fundo, cruzou para uma forte cabeçada de Condeixa. Mais uma vez o guarda redes do Marinhais defendeu com alto grau de dificuldade.

João Nicolau opôs-se a cabeçada de Condeixa.

Não marcava o Tramagal aproveitava o Marinhais. Numa das subidas à área de Jaime o avançado Mauro segurou a bola, rodou sobre o marcador direto e desferiu um remate indefensável para o guarda redes da casa.

O Marinhais aumentava a contagem, contra a corrente do jogo e o Tramagal cedeu psicologicamente. O jogo estava decidido com muito para jogar ainda. E o que se viu teve pouco de futebol. Picardias, lesões, perdas de tempo que retiraram um pouco de brilho ao espetáculo.

Jogo teve momentos de alguma dureza.

Até ao apito final valeu o entusiasmo das claques que a perder ou a ganhar não pararam um segundo. Este tipo de claques fazem bem ao futebol…
O jogo terminou com um justo vencedor, fazendo valer a eficácia.
O Tramagal apenas se pode queixar de si. Com maior acerto e uma pontinha de sorte o resultado poderia ser outro.

Uma palavra de agrado para a exibição de João Nicolau. Esteve soberbo e vamos acompanhar com atenção o percurso deste “menino” de apenas 19 anos. Nota negativa para a lesão, aparentemente de gravidade, de Batista, antes do intervalo, e que obrigou a ida ao Hospital de Abrantes.

Arbitragem tecnicamente correta. Tentou segurar o jogo sem mostrar cartões e quando o jogo descambou não foi equitativo.
Positivo, apesar deste pormenor.

Claque do Marinhais celebra a vitória no Comendador.

FICHA DE JOGO

TRAMAGAL SPORT UNIÃO:
Jaime, Rui Matos (Barralé), Nalha, Condeixa, Rui Costa, Gonçalo Fernandes, Bruno Morais, David Nunes, Pisco, André Lento (Singéis) e João António.
Suplentes não utilizados: Chico Ferreira, Artur, Catarino, Alex e Calado.
Treinador: Rui Horta.

Tramagal Sport União.

GRUPO DESPORTIVO DE MARINHAIS:
João Nicolau, Coutinho, Caetano, Achim, Bruno Mendes (Rafael Oliveira), Sérgio Neves (Vitor Hugo), Carvalho, Apolinário, Bona, Mauro (Tiago Ferreira) e Batista (Luiz Sousa).
Suplentes não utilizados: Azinheira, Maia e Côdea.
Treinador: Pedro Lourenço.

Grupo Desportivo de Marinhais.

GOLOS:
Sérgio Neves e Mauro (Marinhais).

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
Mário Vieira, André Clemente e Hugo Parente.

Equipa de arbitragem: Mário Vieira, André Clemente e Hugo Parente com os capitães.

No final ouvimos ambos os técnicos:

Rui Horta-Treinador do TSU.

Pedro Lourenço- Treinador Marinhais.

*Com David Pereira (fotos).

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome