Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol: Mação vence em Torres Novas e chega ao 4º lugar (com áudio)

21 de fevereiro de 2016, 15 horas, Torres Novas

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Seniores da Associação de Futebol de Santarém

Clube Desportivo de Torres Novas 0 – Associação Desportiva de Mação 2

- Publicidade -

Crónica do jogo por José Santos

Jogo entre duas equipas que lutam pelos lugares de honra da classificação. Se ambas ainda olham para o terceiro posto, esse objectivo ficou mais perto para os homens de Mação.

A primeira parte poderá traduzir-se através da eficácia apresentada pelos homens da “Catedral do Presunto”. Nas quatro oportunidades que dispuseram fizeram dois golos, atiraram uma bola ao poste e um remate perigoso. Aos 15′ minutos, Luís Esteves num remate de boa execução, faz um “chapéu” a David Barreiros, como toda a conta e medida, colocando os forasteiros a vencer por 1-0. Aos 23 minutos, Persi em boa posição remata por cima da baliza de David Barreiros. Quatro minutos depois Pedro Fernandes atira ao poste da baliza torrejana e finalmente ao minuto 41, Gonçalo Lélé num cabeceamento em voo, aproveitando um desvio ao primeiro poste de Saul na sequência de um canto, faz o 0-2. Assim se traduz a alta eficácia dos comandados de Paulo Costa, que ao intervalo venciam por duas bolas de diferença. O Torres Novas jogou olhos-nos-olhos com o adversário, teve também as suas oportunidades, mas não foi eficaz. Aos 17 minutos, Ricardo Major, com a baliza escancarada permite a intervenção de um defensor que evita o golo, aos 24 minutos foi João Bruno que isolado e só com João Rosa pela frente, deixa que o guardião de Mação faça uma defesa de grande nível e finalmente aos 29 minutos, Cláudio Major, após cruzamento da esquerda, de cabeça atira à barra maçaense. Por aqui se traduz o jogo no primeiro tempo e o resultado que se registava. Jogo repartido mas a eficácia que o Mação teve e que o Torres Novas não mostrou, a fazer a diferença.

12746281_1286282544720188_746877408_n
Momento do jogo Torres Novas – Mação.

No segundo tempo, sem nada a perder, Pedro Monserrate começa, do banco, a tentar mudar o rumo dos acontecimentos e chegar, pelo menos ao 2-1 o mais cedo possível, para depois ir em busca de algo mais. Faz duas alterações, introduz no jogo Micael e Nelson Ramos, numa tentativa de dar um balaceamento mais ofensivo à sua equipa. É certo que a equipa mostrou-se mais ofensiva no jogo, comandou as operações, mas dava a sensação que era um jogo mais produzido com o coração do que com a cabeça, a equipa não se encontrava. Teve alguns remates com relativo perigo, mas sem incomodar de grande maneira o último reduto de Mação. O Mação mesmo com a maior iniciativa de jogo do adversário mostrava ter os espaços e operações controladas, e esse controlo foi mais notório à medida que o relógio avançava, pois os torrejanos iam mostrando algum conformismo por tentarem chegar ao golo e não conseguirem.

Resultado feito no primeiro tempo e que se aceita perfeitamente, tendo em conta a eficácia mostrada pela equipa de Mação. Destaque para as exibições de João Rosa, Saul e Lélé, na equipa de Mação e de Ricardo Major, Cláudio Major e Dani nos torrejanos. No entanto, no nosso entender, o homem do jogo foi Persi. Jogou, fez jogar e foi contagiante na forma como abordou cada lance.

O trio de arbitragem não teve uma tarde fácil. Miguel Santos, o auxiliar do lado da bancada, pareceu-nos não ter tido a melhor decisão em alguns lances de fora-de-jogo. Pedro Caseiro, sobre o intervalo, minuto 45, não assinala uma grande penalidade clara na área de Torres Novas, em que num lance típico entre avançado e guarda-redes, Pedro Fernandes é tocado por David Barreiros. Talvez não o tenha feito, pois no lance antes, na área de Mação, também os torrejanos reclamaram uma grande penalidade, que não existiu.

Ficha do jogo

Estádio Municipal Dr. Alves Vieira

Árbitros: Pedro Caseiro, David Silva e Miguel Santos

CD Torres Novas

David Barreiros, Dani, André Vieira, Tiago Vieira (Micael), Fábio Timor (Nelson Ramos), Ayrton, Ricardo Major, João Bruno, Pedro Pereira, Cláudio Major e Sudesh

Suplentes: Amaral, João Ferreira, Joel, Rosa, Nelson Ramos, Leandro e Micael

Treinador: Pedro Monserrate

AD Mação

João Rosa, Diogo Rocha, Gonçalo Lélé, Saul, João Vitor, Ducho, Luís Esteves, Rui Sousa (Bernardo Bento), Persi, Samuel (Tenta) e Pedro Fernandes (Rui Bento)

Suplentes: Mário Lopes, Bernardo Bento, Leonardo, Rodrigo, Jorge Cascalho, Rui Bento e Tenta

Treinador: Paulo Costa

Marcadores: Luís Esteves (15′) e Gonçalo Lélé (41′)

A opinião dos treinadores:

Pedro Monserrate (Torres Novas)

Pedro Monserrate (2)
Pedro Monserrate

 

Paulo Costa (Mação)

Paulo Costa
Paulo Costa

 

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome