Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol | Mação perde com Sertanense em jogo de apresentação, equipas deixam boas indicações (c/fotos e audio)

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DE MAÇÃO 1 – SERTANENSE FUTEBOL CLUBE 3
Jogo de Preparação
Campo Agostinho Pereira Carreira
Mação
04-07-2018

- Publicidade -

Apesar do calor os jogadores deram um bom espetáculo.

Sob um calor anormal, amenizado pela rega abundante, a equipa de Mação fez a sua apresentação aos sócios e adeptos. O adversário escolhido foi o Sertanense, adversário dos maçaenses no Campeonato de Portugal.

- Publicidade -

A faltar uma semana para o início da competição ambas as equipas já apresentaram figurinos muito aproximados daquilo que poderá ser a estratégia a adotar. Ambas as equipas tentaram encaixar desde o apito inicial do árbitro. Privilegiaram a segurança defensiva, fazendo circular o esférico, à espreita de uma ocasião para lançar a velocidade dos homens mais ofensivos.

Lucas (ex-União de Leiria SAD) “limpa” o lance no ar.

Começaram melhor os homens da Sertã, comandados por João Manuel Pinto, que, num roubo de bola no meio campo, lançaram a velocidade de Cristian que assistiu Luís Gaspar. Na cara de Chico Sousa este não perdoou e abriu o activo à passagem dos oito minutos.

Reagiu a equipa da casa, desenhando lances interessantes a que se opôs com eficácia a bem escalonada defesa forasteira. Aos 24 minutos uma bola longa para a área beirã, na zona de acção de Sérgio, obrigou o guarda redes Rafa a um mau alívio que Tiago Vieira aproveitou. O remate, desferido de fora da área, só parou no fundo das redes do Sertanense. Estava reposta a igualdade no marcador.

O avançado Sérgio (ex-Casa Pia) deu trabalho ao último reduto sertaginense.

Durante toda a primeira parte as equipas equivaleram-se, jogou-se muito no meio campo, longe das balizas e as oportunidades de golo foram escassas. Aos 40 minutos Lucas ensaiou um bom remate de longe. Passou perto mas por cima da baliza de Rafa.

Respondeu o Sertanense, em cima do tempo regulamentar, com o remate perigoso de Davou a ser parado por Chico Sousa. Já em tempo de compensação, Patrick arrancou aplausos da bancada com um bom remate a obrigar Rafa a empregar-se a fundo.
O intervalo chegou pouco depois. O resultado, nesta altura, aceitava-se pelo equilíbrio verificado na primeira parte.

Patrick (ex-Casa Pia) apresentou credenciais.

Como é habitual nos encontros particulares, e porque o calor continuava impiedoso, os técnicos aproveitaram o descanso para refrescarem as equipas e lançaram no jogo vários jogadores. Fruto das alterações o jogo ganhou outros contornos. Os visitantes subiram de produção obrigando a equipa de Mação a atenção redobrada.

Faia (ex-Alcanenense) é reforço para a próxima época.

Logo aos 54 minutos Luís Gaspar quis testar a atenção de Renan, entrado ao intervalo para a baliza da casa, e ensaiou um forte remate, fora do alcance do guarda redes. Um excelente golo a colocar o Sertanense de novo na liderança.

O Mação pareceu acusar o golo e ainda tentava corrigir marcações quando Cleiton, aos 57 minutos, entrou em dribles sucessivos, tirou adversários do caminho e com um remate bem colocado voltou a bater Renan.

Cleiton rematou fora do alcance de Renan e fixou o resultado.

Prematuramente estava escrita a história do encontro no que a golos dizia respeito.
No minuto seguinte Luís Gaspar voltou a tentar explorar o pouco acerto defensivo do Mação. O remate saiu ao lado. O jogo começou a ficar mais “aberto” com a equipa da casa a tentar minimizar a expressão do marcador.

Márcio Costa, aos 68 minutos, atirou ao lado da baliza da Sertã. Pouco depois, aos 72 minutos, num lance confuso na área sertaginense, reclamou-se grande penalidade mas o árbitro, bem posicionado, mandou jogar.

Bruno Lemos continua a ser um organizador do jogo do Mação.

À passagem da meia hora da segunda parte Yáyá, de livre direto, obrigou Renan a excelente defesa para canto.

O possante Glady impede a progressão de Yáyá.

Renan viria a brilhar de novo, no final do encontro, ao defender um forte remate à queima, na pequena àrea, de Hugo Barbosa. Pouco depois o árbitro deu por terminado o jogo de apresentação do Mação.

Vitória justa da equipa mais eficaz. Ambas as equipas têm argumentos para lutar pelos respectivos objetivos. Arbitragem repartida por José Neves e João Costa na segunda parte, e sem problemas de maior. Positivo.

Guarda redes Renan com muito trabalho na segunda parte.

FICHA DE JOGO

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DE MAÇÃO:
Chico Sousa, Simão Moreno, Gonçalo Lélé, Glady, Bruno Araújo, Esteves, Bruno Lemos, Tiago Vieira, Patrick, Sérgio e Lucas.
Suplentes: Renan, Rodrigo, Tenta, Faia, Miguel Luz, João Vitor, Litos, Bernardo Bento, Luís Alves, Marchão e Márcio.
Treinador: José Torcato.

Associação Desportiva de Mação.

SERTANENSE FUTEBOL CLUBE:
Rafa, Carlo, Tiago Correia, João Jesus, Cristian, Vladimir, Felipe Melo, Cleiton, Davou, Luís Gaspar e Garba.
Suplentes: Daniel, Kevin, Tito Júnior, Batista, Yáyá, Silva, Pereirinha, Luís Dias, Hugo Barbosa e Bruno Pereira.
Treinador: João Manuel Pinto.

Sertanense Futebol Clube.

GOLOS:
Tiago Vieira (Mação); Luís Gaspar (2) e Cleiton (Sertanense).

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
José Neves, Tiago Matias e João Costa.

Equipa de arbitragem: José Neves, Tiago Matias e João Costa com os capitães.

No final ouvimos as opiniões dos responsáveis técnicos de ambos os clubes:

José Torcato-Treinador da ADMação.

João Manuel Pinto-Treinador do Sertanense.

*Com David Pereira (fotos).

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome