Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Agosto 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol (Juvenis): U.Tomar vence em Abrantes e festeja Título de Campeão

24 de abril de 2016, 11 horas, Abrantes

- Publicidade -

Campeonato Distrital de Juvenis da 1ª Divisão da Associação de Futebol de Santarém

Sport Abrantes e Benfica 0 – União Futebol Comércio e Indústria de Tomar 3

- Publicidade -

Crónica do jogo por Jorge Beirão

Foto1.1
Jorge Beirão

Jogo no campo nº2 da Cidade Desportiva em Abrantes, numa manhã quente de primavera (já não era sem tempo). Relvado sintético em condições, molhado era melhor.

Duas equipas com objectivos diferentes. O Abrantes e Benfica a tentar fugir à despromoção e o União de Tomar na tentativa da subida aos nacionais, mas ainda dependendo do resultado de terceiros.

Como se esperava foi maior o domínio dos nabantinos, mais pressionantes e com maior velocidade na organização ofensiva com interessantes trocas de bola. A  equipa da casa, um tanto ou quanto individualista e obviamente mais recuada no campo devido à melhor organização do adversário na recuperação da bola e alargando a frente de ataque ao partir em ataque planeado.

A aplicação e concentração da defensiva abrantina, a generosidade e espírito de sacrifício do guardião João Mascate, iam criando algum nervosismo nos rapazes de Tomar. Mas eis que Abreu resolve desanuviar o ambiente nervoso no seu banco de suplentes com a obtenção do 1º golo da partida. No interior da área depois de alguns ressaltos e intervenções de João Mascate muito bem auxiliado pelos seus centrais, a bola vai parar a Abreu que remata colocado para o fundo da baliza. Foi o retomar da calma e discernimento da equipa do União, sendo mais consistente e mais perigosa no ataque, contrariamente aos jovens abrantinos que passaram a demonstrar mais nervosismo falta de discernimento quando de posse da bola.

IMG_8058 1º golo por Abreu
Primeiro golo dos nabantinos apontado por Abreu

Por tudo isso não foi difícil aos tomarenses chegar ao segundo golo por intermédio de João Lopes, golo marcado no momento certo, a três minutos do final da primeira parte.

IMG_8062 João Lopes marca o 2º golo
Golo da tranquilidade, o segundo, da autoria de João Lopes

No segundo tempo, as coisas melhoraram um pouco para os lados dos abrantinos, fruto das alterações operadas por Francisco Mendes, mas não foi o suficiente para poder superar este adversário, que mostrou menos frescura física é certo, mesmo com as substituições levadas a efeito por Hélder Lopes.

IMG_8090 Tomás Ferreira perde a melhor oportunidade porque David estava atento
Tomás Ferreira desperdiça a melhor oportunidade dos abrantinos de chegar ao golo

O União de Tomar manteve sim a maior capacidade técnica e melhor organização ofensiva que o seu adversário, marcando mais um golo através de André Alvega, que para nós, foi o jogador com mais discernimento e capacidade física na equipa nabantina, mesmo no declinar da partida, fazendo uma incursão pelo corredor direito, entrando na área mesmo com a pressão do possante capitão Zé Pedro e beneficiando da saída extemporânea de João Mascate atirou para o fundo da baliza.

IMG_8098 André Alvega a reafirmar a vitória com o 3º golo
Terceiro e último golo do jogo foi anotado por André Alvega

Estava mais que confirmada a vitória da melhor equipa no terreno de jogo. Importa referir que a equipa do Benfica de Abrantes a partir dos setenta minutos fica reduzido a dez elementos por expulsão de José Garcia, por gestos dirigidos ao árbitro com a mão direita, foi pena porque até entrou bem ao intervalo na equipa.

Na equipa do Benfica de Abrantes, salientamos pela sua aplicação e espírito de sacrifício Luís Henrique, Zé Pedro, Pedro Damas e João Mascate. No União de Tomar já referenciámos André Alvega, mas David também demonstrou grandes capacidades, bom guarda-redes.

Quanto à equipa de arbitragem, cumpriu a sua função estando à altura dos acontecimentos, esteve bem no aspeto disciplinar, na expulsão não poderia fazer outra coisa porque há situações que condescender é agravar. Notou-se alguma falta de experiência, mas “Roma e Pavia não se fizeram num dia”.

Com esta vitória o União de Futebol Comércio e Indústria de Tomar, mercê do resultado da Académica de Santarém, sagrou-se campeão distrital da categoria, ascendendo ao Nacional de Juvenis na próxima época.

Ficha do jogo

Campo nº2 da Cidade Desportiva de Abrantes

Árbitros: João Conde, Rodrigo Viana e André Fonseca

IMG_8035
Trio de arbitragem e capitães de equipa na escolha de campo

S. Abrantes e Benfica

João Mascate, André Ernesto, Zé Pedro, Diogo Calado (Tiago Lavrador), Marcos Antunes, Pedro Lourenço, Pedro Damas, Zé Paulo, André Ferreira (José Garcia), Ruben (Tomás Ferreira) e Luís Henrique (Miguel Mendes)

Suplentes: João Silva, José Garcia, Miguel Mendes, Tomás Ferreira, Hugo Aparício e Tiago Lavrador

Treinador: Francisco Mendes

IMG_8033
Sport Abrantes e Benfica – Juvenis 2015/2016

União FCI de Tomar

David, Diogo (Pedro Boto), Nuno Mesquita, Bruno Monteiro, Dani, Abreu (Pedro Antunes), Chico, João Lopes (Rodrigo), Leonardo (Hugo Silva), Luís Santos (Toni) e André Alvega

Suplentes: Francisco Esteves, Pedro Antunes, Toni, Pedro Boto, João Mário, Hugo Silva e Rodrigo

Treinador: Hélder Lopes

IMG_8032
União Futebol Comércio e Indústria de Tomar – Juvenis 2015/2016

Marcadores: Abreu (28′), João Lopes (37′) e André Alvega (80’+1)

Cartão amarelo: André Ernesto (17′), José Garcia (52′) ; Abreu (33′), Pedro Antunes (80′)

Cartão vermelho direto: José Garcia (67′)

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome