Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol | Juniores do Tramagal e Abrantes e Benfica empatam em jogo de muita entrega (C/fotogaleria e audio)

TRAMAGAL SPORT UNIÃO 1 – SPORT ABRANTES E BENFICA 1
Campeonato Distrital de Juniores da AFS
2ª Divisão-Série A- 3ª jornada
Campo Comendador Eduardo Duarte Ferreira
Tramagal
20-10-2018

- Publicidade -

Campo Comendador Eduardo Duarte Ferreira

A tarde soalheira mas fresca era um convite à prática de bom futebol. E os jovens jogadores de ambos os conjuntos não se fizeram rogados. O Tramagal, derrotado em Torres Novas na jornada inaugural e tendo passado por um processo de renovação da equipa técnica após a saida de Quinó, a jogar no Comendador quis mostrar que é um “osso duro de roer”.

- Publicidade -

Lances duros mas sem maldade.

A equipa de Abrantes, liderada por Fábio Barroca, liderava o grupo e apresentava credenciais de favoritismo. Começou melhor, com boa circulação de bola e remate fácil.
A equipa da casa defendia bem e espreitava uma oportunidade para lançar a velocidade dos seu avançados.

Acerto defensivo do TSU foi chave de sucesso.

No primeiro tempo, apesar do ascendente dos abrantinos, as ocasiões repartiram-se por ambas as balizas. João Serafim, guarda redes do Tramagal, com um punhado de intervenções de muita qualidade candidatava-se a “melhor em campo”.

O nulo ao intervalo, penalizador para os “encarnados” de Abrantes, premiava a forma atinada como o Tramagal soube fechar os caminhos da sua baliza. Aceitava-se como justo.

Jogo bem disputado no Comendador.

O segundo tempo começou com ambos os conjuntos a refrescarem vários sectores lançando gente fresca no jogo. A matriz do jogo pouco se alterou. O Abrantes e Benfica continuou a ter mais bola, a jogar com linhas mais subidas e o Tramagal sempre muito perigoso no contra golpe.

Oportunidades repartidas.

Numa jogada muito rápida, em cima do quarto de hora, a bola chegou ao veloz Zé Garcia que bateu irremediavelmente o guarda redes Bernardo. A táctica da equipa de Gonçalo Grilo começava a dar frutos.

A perder a equipa da sede do concelho iniciou um ataque porfiado à baliza de João Serafim. Em tarde inspirada foi negando o golo abrantino com defesas para todos os gostos. Apenas o remate de Damas, ao ângulo superior direito, se revelou indefensável para o “keeper” dos “azuis”.

João Serafim defendeu “tudo” mas o remate de Damas era indefensável.

Começava a escassear o tempo de jogo e o empate iria persistir até final. A repartição de pontos é o resultado certo para duas boas equipas que deram um espetáculo de qualidade, cheio de entrega e emoção. O “fair play” também foi nota elevada.

A equipa de arbitragem teve um trabalho contestado por ambas as equipas. Terá cometido erros que acabaram por não interferir no resultado final. A expulsão do capitão tramagalense no último minuto, por acumulação de amarelos, pareceu-nos um preciosismo, onde o auxiliar do lado da bancada não terá interpretado corretamente a lei.
É uma jovem equipa com um futuro promissor. Oportunidades de melhoria não irão faltar…

Árbitro sempre perto dos lances foi muito contestado.

FICHA DO JOGO

TRAMAGAL SPORT UNIÃO:
João Serafim, Pisco, Daniel, Marco, Tiago Damas (Leandro), David, Tomás Fonseca, Zé Garcia, Dias (João Pio), André Lente e Diogo Alves (Bruno).
Suplentes não utilizados: Miguel Almeida, Zé Miguel, Guilherme Farrobista e Graça.
Treinador: Gonçalo Grilo.

Tramagal Sport União

SPORT ABRANTES E BENFICA:
Bernardo, David João (Ernesto), Belé, Tereso (Cuco), Pedro Lourenço (Henrique), Miguel Silva, Futre (Tibério), Damas, Pedro Miguel (Félix), Sereno e Miguel Patrício.
Suplentes não utilizados: Leandro e Gonçalves.
Treinador: Fábio Barroca.

Sport Abrantes e Benfica.

GOLOS:
Zé Garcia (Tramagal) e Damas (Abrantes).

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
Ricardo Ramos, Miguel Marques e Pedro Abelho.

Equipa de arbitragem.

No final ouvimos os treinadores:

Gonçalo Grilo-treinador do TSU. Foto: DR

Fábio Barrocas-treinador do Sport Abrantes e Benfica.

FOTOGALERIA:

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome