Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol Jovem: Fátima vence Cartaxo e sobe ao segundo lugar

2 de abril de 2016, 15 horas, Fátima

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Juniores da Associação de Futebol de Santarém

Centro Desportivo de Fátima 2 – Sport Lisboa e Cartaxo 1

- Publicidade -

Num relvado muito irregular e em deficientes condições do Estádio João Paulo II, encontravam-se o 4º e o 3º classificados do Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Juniores, que jogavam com a ambição de não se atrasarem na luta pelo título distrital.

O jogo começa a um ritmo alucinante com dois golos nos primeiros seis minutos. Abriram a contagem os fatimenses logo no primeiro minuto. Graça, usando as suas melhores armas, técnica e velocidade, foge pela esquerda do seu ataque, na área tira um adversário do caminho e coloca na zona central, onde Quim Zé rematou a contar.

_MG_9658
Graça tira o adversário do seu caminho e cruza para zona central.

_MG_9664
Quim Zé remata a contar

Com um golo na primeira descida que faziam à área contrária, ficou no ar que ia ser uma tarde tranquila para a equipa da casa, o que não veio a acontecer.

Cinco minutos volvidos e numa jogada construída em velocidade pelo lado direito do ataque cartaxense, Anselmo da linha de fundo cruza atrasado, onde João Antunes com um toque em habilidade tira Miguel do seu caminho e remata cruzado sem hipótese para Wilson.

_MG_9669
Anselmo centrou da linha de fundo e João Antunes tira o adversário da jogada

_MG_9671
João Antunes com um remate cruzado faz o 1-1

Com o empate restabelecido tão rapidamente, perspetivava-se uma tarde de futebol de ataque, com um jogo aberto e muitos golos. Puro engano. As equipas sentindo o peso do jogo e já “escaldadas” de golos madrugadores, não quiseram arriscar muito mais, tornando o jogo muito disputado no meio campo, muito lutado, onde só a espaços a bola rondava com perigo as duas áreas.

Mais posse de bola para a equipa da casa que ia tendo ligeiro sinal mais, conseguindo alguns remates de fora da área, alguns livres laterais e alguns cantos, mas sem levar grande perigo à baliza de Carlos Pedro. O Cartaxo respondia com um futebol mais direto, procurando a velocidade de João Antunes e Pedro Mourinha.

Realce para um lance de maior “frisson”. Aos 17 minutos o guardião do Fátima e um dos seus centrais não falam, ambos ficam a pensar que o outro se vai fazer ao lance, aproveitando Pedro Mourinha para ganhar o esférico, mas Wilson oferecendo o corpo à bola não deixa que a bola chegue à sua baliza.

_MG_9711
Pedro Mourinha aproveitou o desentendimento entre Wilson e um dos seus centrais, mas o guardião fatimense foi corajoso e evitou o golo do Cartaxo.

Ao intervalo o empate a uma bola era um resultado que se aceitava, atendendo a que as duas equipas aproveitaram a flagrante oportunidade que dispuseram.

A segunda parte foi um pouco diferente. O Fátima foi mais dominador e pareceu-nos um pouco mais organizado que na primeira parte, no entanto sem ser exuberante. Quanto aos visitantes, estranhamente pareceram quebrar fisicamente muito cedo. Com um Fátima a jogar mais tempo no meio-campo adversário e com um futebol a procurar as alas, via-se um Cartaxo mais remetido à sua defensiva, paulatinamente perder a batalha do meio-campo e a responder cada vez mais com bolas colocadas diretamente nos avançados.

O primeiro aviso chega por Tiago Luzio aos 55 minutos de jogo, que num remate forte de fora da área, faz a bola passar um tudo nada por cima da barra da baliza forasteira.

_MG_9766
Remate de Tiago Luzio não saiu muito por cima da baliza do Cartaxo. Foi o primeiro aviso do segundo tempo

Cinco minutos depois nova jogada de Tiago Luzio pela direita, o número 10 de Fátima cruza para o interior da área do Cartaxo, onde aparece Tomás Pais a enviar para canto. Pediu-se grande penalidade por braço na bola, mas o jogador da Cartaxo tem o braço colado ao corpo e também ficou-nos a sensação que o corte foi feito com a zona da coxa.

_MG_9782
Neste lance os fatimenses pediram grande penalidade por braço na bola, mas André Fonseca esteve bem em mandar jogar

Aos 66 minutos grande penalidade, mas na área do Fátima. João Antunes entrava na área da casa em busca da bola e quando passava por entre dois defesas, Saraiva estica a perna e derruba o avançado Cartaxense. André Fonseca em cima do lance aponta para a marca de 11 metros. Chamado a bater, João Maria tenta colocar a bola, mas Wilson (guarda-redes dos juvenis do Fátima que neste jogo substituiu o habitual titular) com um excelente voo mantém o jogo empatado.

_MG_9789
Wilson defendeu a grande penalidade e manteve o jogo empatado

Sete minutos depois começa o Fátima a dar mostras de querer resolver o jogo. Miccoli de fora da área, num remate cruzado forte, obriga Carlos Pedro a mostrar também o seu valor, voando para atirar para canto.

_MG_9806
Miccoli de longe obrigou Carlos Pedro a mostrar todos os seus recursos

Aos 78 minutos é Graça que em zona frontal, à entrada da área dispara forte mas a centímetros do alvo que queria. E já numa altura do tudo por tudo do Fátima, mais ou menos da zona onde tinha falhado sete minutos antes, Graça, correspondendo de primeira a um cruzamento da esquerda, faz um golo belo efeito e coloca a sua equipa na frente do marcador.

_MG_9832
Graça primeiro afinou a pontaria e depois marcou o golo da vitória da equipa da casa

Nos nove minutos restantes (5 regulamentares e 4 de compensação) pouco ou nada houve a registar, chegando o apito final sem mais alterações no marcador.

Vitória do Fátima que se aceita. Na segunda parte foi melhor que o Cartaxo, sem ser asfixiante. Teve mais bola, procurou mais a área contrária e dispôs de duas, três oportunidades de golo, tendo aproveitado uma delas. O Cartaxo só se pode queixar de si mesmo, pois não soube aproveitar o castigo máximo que dispôs.

Destaque na equipa da casa para Graça, Alex, Miccoli e Wilson (pela defesa da grande penalidade que segurou o empate), enquanto que na equipa do Cartaxo destacamos Diogo Oliveira, Tiago Pereira e Pedro Mourinha.

Quanto ao trio de arbitragem esteve em bom plano. Nas decisões mais complicadas do jogo, André Fonseca esteve bem, enquanto que os seus assistentes foram competentes nas suas tarefas.

Ficha do jogo

Estádio João Paulo II

Árbitros: André Fonseca, Rodrigo Viana e João Conde

_MG_9647
Rodrigo Viana, André Fonseca e João Conde

CD Fátima

Wilson, Thomas, Saraiva, Gonçalo, Graça (Rafa), Tiago Luzio (Tomy), Miccoli, Edu, Miguel (Diogo), Alex e Quim Zé

Suplentes: Léo, Rafa, Diogo, Tomy, Tó Miguel, Guilherme e Afonso

Treinador: Telmo Pinto

_MG_9652
Centro Desportivo de Fátima

SL Cartaxo

Carlos Pedro, Duarte Raposo, Tomás Pais, Diogo Oliveira, Tiago Pereira, Rafael (Ruben Vieira), João Maria, Anselmo, Rui, João Antunes (Ricardo Cunha) e Pedro Mourinha

Suplentes: João Gomes, Ricardo Cunha, Ruben Vieira e João André

Treinador: Nuno Gonçalves

_MG_9655
Sport Lisboa e Cartaxo

Marcadores: Quim Zé (1′) e Graça (85′) ; João Antunes (6′)

Cartão Amarelo: Saraiva (66′) e Quim Zé (86′)

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here