Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol Jovem: Abrantes e Benfica – CADE, Coração abrantino durou 60 minutos.

9 de janeiro de 2016, 15 horas, Abrantes

- Publicidade -

Taça do Ribatejo de Juniores – 1ª Fase, 3ª jornada

Sport Abrantes e Benfica 0 – Clube Amador de Desportos do Entroncamento 2

- Publicidade -

Jogo entre duas equipas de divisões diferentes, com realidades diferentes e com a seu destino praticamente traçado nesta fase. O Abrantes e Benfica já eliminado, enquanto que só uma conjugações de resultados muito difíceis de acontecer, poderia eliminar a equipa de Entroncamento.

Os Abrantinos entraram com vontade de discutir o jogo e o resultado, perante um CADE que aproveitou para rodar a equipa, deixando no banco, para qualquer eventualidade, muitos dos habituais titulares.

Num relvado difícil, em mau estado e pesado, as equipa proporcionaram um espetáculo nem sempre bem jogado, mas que deu para ver, algumas jogadas de bom recorte técnico e algumas boas combinações. O domínio pertenceu em grande parte à equipa “ferroviária”, mas sempre com boa réplica da equipa encarnada. Registo na primeira parte para algumas jogadas perigosas junto das balizas, sem no entanto darem golo, indo o destaque para o remate ao poste de Luigi.

_MG_4093
Remate ao poste de Luigi.

Ao intervalo 0-0.

A segunda parte começa sem alterações nas equipas e a toada manteve-se a mesma. Manuel Rodrigues manda “secar” Varanda (o construtor de jogo do CADE) e o equilíbrio fica mais notório. Nos minutos iniciais os abrantinos ainda assustaram por Rafa, que na conversão de um livre direto atira à barra da baliza de Tiago.

_MG_4126
Rafa, na marcação de um livre atira à barra da baliza do CADE.

Até que aos 60 minutos, Vitor Serra, faz entrar Farias e Riscas, mudando o rumo dos acontecimentos. O CADE ganha mais velocidade, mais profundidade atacante, notando-se uma melhoria na circulação de bola. Aos 71 minutos, surge o primeiro golo, por Farias, a concluir num remate cruzado uma jogada em velocidade do ataque do CADE.

_MG_4158
1-0 apontado por Farias.

5 minutos volvidos e acontece o 2-0. Jogada de contra-ataque pela esquerda conduzida por Farias, que cruza para Mendes encostar, perante o desamparado Guilherme. Até final, mais uma ou outra situação de perigo junto das balizas mas não aconteceram mais golos.

_MG_4172
O segundo golo do CADE, marcado por Mendes.

Vitória certa da equipa mais forte, se bem que a réplica abrantina merecia ser premiada com o golo de honra.

Destaque na equipa encarnada para os dois centrais. Gonçalo e Rui Oliveira, cotaram-se com uma excelente exibição. Gonçalo é defesa esquerda, estando a ser adaptado à posição por falta de opções para posição. Rui Oliveira foi quem mais se destacou, voz de liderança, patrão da defesa, bem na antecipação e no jogo aéreo, saindo quase sempre bem a jogar.

_MG_4098
Rui Oliveira

_MG_4101
Gonçalo

Arbitragem aceitável, deixando duvidas dois lances. Um que assinalou fora de jogo e não pareceu, outro em que não assinalou e ficou a sensação que devia ter assinalado. Em todo o caso, foi um trabalho positivo.

Ficha do jogo:

Estádio Municipal de Abrantes

Árbitros: José Costa, João Sousa e Miguel Marques

_MG_4060
Trio de arbitragem

S. Abrantes e Benfica

Guilherme, Edgar, Rui Oliveira, Gonçalo, Rafa (Vedor), Miguel Jesus, Fábio, Nuno Carneiro, Duarte Inácio (Bandarra), Estriga e Alexandre Lopes (Leitão)

Suplentes: João Luz, Alexandre Martins, André Silva, Bandarra, Vedor e Leitão

Treinador: Manuel Rodrigues

_MG_4070
Sport Abrantes e Benfica

CADE

Tiago, Badalo, Sousa, Silva, Jota, Varanda, Fred (Riscas), Tété (Farias), Zé (Telmo), Luigi e Mendes

Suplentes: Leandro, Alfaro, Alberto, Farias, Telmo, Ruben e Riscas

Treinador: Vitor Serra

_MG_4068
Clube Amador de Desportos do Entroncamento

Marcadores: Farias e Mendes

_MG_4074
Banco de suplentes do Sport Abrantes e Benfica

 

_MG_4076
Banco de suplentes do CADE

 

 

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome