Quinta-feira, Março 4, 2021
- Publicidade -

Futebol: Início prometedor do Pego não se confirmou e a União de Santarém aproveitou para entrar na luta

29 de maio de 2016, 17 horas, Santarém

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 2ª Divisão de Seniores – Apuramento do Campeão

9ª jornada

- Publicidade -

União Desportiva de Santarém 3 – Casa do Povo do Pego 1

Crónica do jogo por João Sampaio

João Sampaio
João Sampaio

Jogo de elevado grau de dificuldade para ambos os conjuntos e que punha em jogo muitas decisões. Para a União de Santarém apenas a vitória importava, pois outro resultado deixava-os fora de ainda aspirarem à subida de divisão, enquanto do lado da Casa do Povo do Pego a vitória era um excelente resultado e o empate seria um mal menor.

Como era expectável o jogo começa com bom ritmo de parte a parte, mostrando que queriam cedo ficar na frente do marcador. Melhor esteve a equipa do Pego, pois logo na primeira ocasião que dispõe, numa jogada de contra-ataque bem gizada por Péron, que galga uns bons metros de terreno em velocidade e coloca o esférico na frente de Fábio Santos. O avançado pegacho ganha o duelo com o defesa contrário e à saída do guardião, nem gesto técnico perfeito, coloca a bola no fundo da baliza encarnada.

Melhor começo para o Pego era impossível, que depois teve que aguentar uma boa reação da equipa da casa, trocando a bola entre setores e tapando os espaços de penetração à União de Santarém.

IMG_4662
Foto Emanuel Coxinho

Quando parecia que os pegachos tinham as operações controladas, eis que à meia-hora surge uma bola parada, na qual uma desatenção defensiva deixa Rodrigo sem marcação, e de cabeça o defesa escalabitano restabelece o empate, perante um desamparado Norberto.

Os pegachos sentiram em demasia o golo, não só por ser do empate mas pela forma como foi obtido, e tiveram alguma dificuldade em voltar a assentar o bom jogo que vinha fazendo até ai. Do outro lado foi o oposto. O golo veio galvanizar a equipa da casa que acreditou ainda mais que era possível ter uma tarde feliz.

Até ao minuto 45 bola cá, bola lá, até que surge o apito para o descanso com 1-1 no marcador.

Na etapa complementar entra melhor a equipa do concelho de Abrantes, tendo Péron uma flagrante oportunidade para recolocar o Pego na liderança, mas a bola caiu para o pior pé e o outro Fábio, o guardião da casa, disse presente com uma boa intervenção.

Entrou-se numa toada de jogo repartido, até que ao minuto 57 saí o jackpot a Gongas. Não sabemos qual a intenção do jogador da União. Queria rematar? Queria cruzar? O certo é que a bola tomou uma trajetória perfeita indo entrar ao canto superior da baliza do Pego, sem que Norberto pudesse fazer algo (bem tentou) para evitar o golo.

IMG_4680
Foto Emanuel Coxinho

Para compor o ramalhete de um jogo que não estava a ser fácil para os pegachos, pois as coisas não saiam de feição, Igor, ao minuto 70 rasteira um adversário dentro da área, tendo prontamente Pedro Caseiro assinalado grande penalidade. Da marca de 11 metros, Broças não perdoou fazendo o 3-1 final e confirmando uma vitória correcta da equipa da União de Santarém.

Até final realce para a lesão do guardião Norberto, que teve que ser substituído, parecendo não ser impeditivo de dar o contributo na última jornada à sua equipa.

Quanto ao trio de arbitragem, os auxiliares passaram quase incólumes, tendo o árbitro principal Pedro Caseiro sido alvo de desagrado por parte dos pegachos, em especial no lance da grande penalidade.

IMG_4645
Foto Emanuel Coxinho

Ficha do jogo

Campo Chã das Padeiras

Árbitros: Pedro Caseiro, David Silva e Daniel Godinho

UD Santarém

Fábio, Jeferson, Rodrigo (Bruno), Broças, Carlão (Marius), Amaral, Pedro, Gongas, Tiago (João Maria), Tigas e Aldair

Suplentes: Ruben, Bruno, Gonçalo Silva, Marius, João Filipe e João Maria

Treinador: Gonçalo Silva

CP Pego

Norberto (Caio), João Ruivo, João Salgueiro (João Lopes), Pedro Almeida, Igor, Tiago Garrido, Tiago Marchante, Péron, Fábio Santos, João Bioucas e Diogo (André Neves)

Suplentes: Caio, Nuno Felício, João Lopes e André Neves

Treinador: Nando Costa

Marcadores: Rodrigo (30′), Gongas (57′) e Broças (70′) ; Fábio Santos (4′)

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).