Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

FUTEBOL INATEL: São Facundo vence Venda Nova e segura liderança

6 de Dezembro de 2015, 15.00 horas, Sardoal

- Publicidade -

Campeonato Distrital de Futebol da Inatel de Santarém – Grupo B

Comissão de Desenvolvimento Cultural e Recreativo de Venda Nova 0 – Casa do Povo de São Facundo 1

- Publicidade -

Crónico do jogo por José Belém

Jogo repartido a meio campo e onde o maior destaque vai para a escassez de oportunidades de golo, visível no resultado final do encontro onde foi mais feliz a formação do Concelho de Abrantes.

Da primeira parte, pouca história há a contar por culpa da pouca produção de ambas as equipas e com a bola nem sempre a ser bem tratada e com imensas paragens de jogo para assistência a atletas lesionados.

Foi preciso esperar pelos últimos quarenta minutos para se assistir a futebol, digno desse nome, com a equipa de Venda Nova a surgir dos balneários mais afoita e com mais vontade de decidir a partida a seu favor mas, mesmo assim, a pecar na hora da finalização onde um inspirado guarda-redes Cláudio Ferreira ia chegando para as “encomendas” sempre que os seus defesas o não conseguiam fazer.

Todavia, e contra a corrente do jogo, foi o conjunto de São Facundo, na única vez que se abeirou do último reduto dos da casa, que inaugurou o marcador por intermédio de Mário Cardoso estavam decorridos 67 minutos. Jogada esboçada pelo lado esquerdo do seu ataque em que surge um primeiro remate de João farinha a esbarrar na muralha defensiva da venda Nova, com o esférico a sobrar para o médio do São Facundo que, com a baliza à sua mercê não enjeitou e atirou a contar!

Rude golpe para os comandados de Henrique Fernandes que, nos poucos minutos que restavam para o términus da partida tudo fez para conseguir, pelo menos, o tento da igualdade que podia ter acontecido aos 73 minutos não fora uma monumental defesa (uma vez mais) de Cláudio Ferreira a evitar o golo ao também guarda-redes Nélson Santos da Venda Nova, na cobrança de uma grande penalidade. Penalty bem batido, forte e ao canto superior direito mas, numa estirada digna dos melhores guardiões do mundo, a bola é defendida para canto.

Já pouco restava à Venda Nova que ainda assim tudo tentou até ao fim para dar maior justiça ao resultado que seria, de facto, a igualdade.

No campo da arbitragem, trabalho regular, pecando pelo uso (e abuso) do apito provocando muitas paragens de jogo em lances perfeitamente normais em futebol e que, com isso, quebrou bastante o já fraco ritmo da partida. De salientar uma situação ocorrida já sobre o minuto 80 com uma desatenção entre o árbitro principal José Gabriel e o seu auxiliar do lado das bancadas Daniel brites com este a levantar a bandeirola a assinalar um fora de jogo a um atleta da casa, mas que não foi atendido pelo seu chefe de equipa que (não vendo a sinalética) deixa prosseguir a jogada assinalando nova grande penalidade a favor da venda Nova. Gerou-se de imediato a confusão com ambos os bancos a esgrimir opiniões mas o assunto foi sanado com José Gabriel a voltar atrás na sua decisão e a dar razão ao seu auxiliar que só pecou por não ter mantido a bandeirola no ar, mantendo a sua posição.

Desta forma, o conjunto de São Facundo segura a liderança do grupo b estando a equipa do Concelho de Sardoal cada vez mais distantes da dianteira e do objectivo principal que passaria por assegurar um lugar na fase final principal.

Ficha de jogo:

Parque Desportivo Municipal de Sardoal

Sardoal

Árbitros: José Gabriel, Daniel Brites e António José

CDCR Venda Nova

Nelson Santos, André Ramos, Luís Silva, Anderson Santos, Luís Marques, Diogo Roldão, Paulo Silva, Eduardo, Ricardo Dias, Filipe Marques e Roberto Martins

Suplentes: Nuno Jesus, Fábio Paulo, Diogo Salgueiro, Gualter José, Bruno Gomes , Manuel Pereira  e Fernando Santos

Treinador: Henrique Fernandes “Branquinho”

CP São Facundo

Cláudio Ferreira, Alexandre Silva, Márcio Rodrigues, João farinha, Nuno Marques, Mário Cardoso, David Silva David Almeida, Rafael Lopes, Luís Espadinha e Sérgio Gonçalves

Suplentes: Marco Nobre, Jorge Guerreiro, Diogo Costa e João Henriques

Treinador: Paulo Gonçales

Marcador: Mário Cardoso (67 min.)

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome