Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol Inatel: Antevisão da 12ª jornada do Campeonato Distrital de Santarém.

Jogam-se na tarde do próximo domingo, 31 de janeiro de 2016, as partidas referentes à 12ª jornada do Campeonato Distrital de Futebol de Santarém da Inatel.

- Publicidade -

Os jogos daquela que é a antepenúltima jornada da 1ª fase, têm apito inicial marcado para as 15 horas e poderão esclarecer muitas das dúvidas que existem neste momento quanto ao destino das equipas na 2ª fase da prova.

 Assim, no Grupo A, iremos ter os jogos:

Sentieiras Arreciadas 1-1
Rossiense Ortiga 1-2
Amoreira Rio de Moinhos 2-4
Folga Envendos (1ª volta)
- Publicidade -

 

Nas Sentieiras, a equipa da casa está muito próximo – falta-lhe um ponto – de carimbar matematicamente o apuramento para a Série 1 da 2ª fase da competição, bastando-lhe fazer o que tem sido a regra – não perder -, excepção feita à jornada passada, para o conseguir. No entanto terá pela frente uma equipa de Arreciadas, muito moralizada. Depois de uma mau início de prova – até à 6ª jornada tinha somado dois pontos –, tem feito uma prova de trás para a frente e vem de uma série de 3 vitórias e uma derrota, tendo entrado nas contas do apuramento direto, seja pelo segundo ou terceiro lugar. Jogo muito interessante para seguir, caindo o favoritismo para a equipa da casa.

No Rossio ao Sul do Tejo, os rossienses que ainda não venceram, têm de o fazer se querem fuigr ao último lugar do grupo e esse será o único objectivo que lhes resta, pois o apuramento já não é possível. Em casa os alvi-negros têm conseguindo discutir os jogos com qualquer adversário e frente à equipa de Ortiga vão querer retribuir o resultado da primeira volta. Do outro lado estará uma equipa que já não consegue o apuramento direto, mas que quererá defender a terceira posição para se apurar pela disciplina, para isso terão de ser a Ortiga consistente que já mostrou ser e não a equipa intermitente – 4 vitórias e 5 derrotas – que tem mostrado.

Em Amoreira joga-se o dérbi da freguesia de Rio de Moinhos. A Amoreira já apurada, só não tem um percurso imaculado porque empatou em Sentieiras, defende a invencibilidade e poderá aproveitar estas três jornadas para reforçar a classificação da disciplina que será importantíssima na definição de quem jogará em casa na Taça e nos jogos a eliminar do Campeonato. A equipa da sede de freguesia, Rio de Moinhos, moralizada pela vitória do passado fim-de-semana, tem tido um percurso muito inconstante para o que era esperado, os valores individuais do plantel faziam prever uma melhor prestação da equipa e ainda não conseguiu vencer qualquer jogo fora. Para continuar a acalentar esperanças no apuramento terá que o fazer este domingo.

f

No Grupo B, os jogos de domingo são os seguintes:

Casais de Revelhos São Facundo 2-4
Vilarregense Lobos de Carvalhal 1-1
Venda Nova Alcaravela 4-2
Folga Concavada (1ª volta)

 

No Municipal de Sardoal joga-se o dérbi do concelhio, é um jogo sempre de resultado imprevisível, no entanto o favoritismo recai na equipa de Venda Nova. O Alcaravela já não foge ao último lugar, se bem que a equipa mostra mais qualidade que a que um ponto poderá querer representar. A Venda Nova que ainda acalenta esperanças no apuramento direto, tem sido de uma irregularidade extrema e para continuar a sonhar com esse apuramento terá que fazer o que até ao momento se tem revelado difícil, vencer em casa.

Em Casais de Revelhos mora uma equipa moralizada. Na primeira volta tinha somado apenas 4 pontos, aparecendo na reta final desta primeira fase a lutar pelo apuramento direto, fruto de três vitórias e um empate nesta segunda volta. Como tem um jogo a mais que o seu adversário de domingo e que o seu perseguidor e, irá folgar na próxima jornada, terá obrigatoriamente que vencer para manter viva a esperança. Do outro lado vai estar uma equipa de São Facundo que só depende de si mesma e que fora de portas tem tido um bom desempenho. Uma vitória dá-lhe novamente a liderança do grupo e deixa a garantia de apuramento presa por um ponto apenas. Jogo de tripla.

O Vilarregense – Lobos de Carvalhal é um jogo em que o empate não serve a nenhuma das equipas, embora a acontecer, seja mais penalizador para as ambições da equipa do concelho de Abrantes, pois tem um jogo a mais que o adversário. Ambas as equipas vão querer vencer, uma vez que isso significaria muito em termos classificativos, tendo em conta que entre São Facundo e Casais de Revelho, uma equipa ou mesmo as duas perderão pontos. Curiosamente, Vilarregense tem sido muito inconstante em casa o que se aplica aos Lobos nos jogos fora. Chegam a este jogo com estados de espírito diferentes. O Vilarregense vem de uma vitória na casa do líder, enquanto os Lobos perderam em casa frente a um adversário direto.

g

No Grupo D, teremos as seguintes partidas no domingo:

Vale das Mós Marianos e Murta 0-4
Foros do Arrão Paço dos Negros 1-2
Raposense Bemposta 2-0
Folga Choutense (1ª volta)

 

Em Vale da Mós é crível que o Marianos e Murta, com maior ou menor dificuldade some os três pontos em disputa e continue a manter-se na luta pelo apuramento direto, uma vez que tem um jogo a menos que as equipas que ocupam os dois primeiros lugares. Se o primeiro lugar parece difícil de alcançar, o segundo é uma realidade bem possível. Para a equipa do concelho de Abrantes, já sem hipóteses de apuramento, resta-lhe jogar para fugir ao último lugar do grupo.

Nos Foros do Arrão, o Campeão defende a liderança. Depois de uma primeira volta abaixo do esperado, tem mostrado nesta segunda volta o seu real valor. Soma 4 vitórias em outras tantas partidas e tem mostrado uma grande solidez, marcando 21 golos e sofrendo apenas 1, deixando a ideia que o apuramento dificilmente lhe escapará, pois se vencer este domingo, fica-lhe a faltar um ponto apenas para o conseguir. A equipa da casa, já sem hipóteses de apuramento, tem mostrado grandes dificuldades a jogar como visitado, parece não ter grandes argumentos para contrariar o seu adversário.

A equipa de Bemposta desloca-se à Raposa, onde mora uma equipa que já não tem hipótese de apuramento, podendo isso ser benéfico para a equipa do concelho de Abrantes. A equipa da casa poderá agora querer preocupar-se mais em jogar para a disciplina, uma vez que do atual 5º lugar será muito difícil subir ou descer. Para a equipa de Bemposta, que tem feito uma segunda volta abaixo do esperado, tendo em conta a quase perfeita primeira volta, é um jogo em que a vitória não sendo fundamental é importantíssima – o único mau resultado será mesmo a derrota – atendendo ao calendário que falta disputar. Se vencer ultrapassa o Choutense, que folga e que na próxima jornada vai a Paço dos Negros, enquanto os bempostenses jogam em casa frente aos Foros do Arrão, o que poderá proporcionar à equipa de Bemposta uma deslocação ao Chouto, na última jornada, descansada e apenas para cumprir calendário. Um empate deixa tudo em aberto, mas com margem zero de erro.

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome