Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

FUTEBOL INATEL: Amoreira vence derbi da freguesia de Rio de Moinhos

29 de novembro de 2015, 15 horas, Rio de Moinhos

- Publicidade -

Campeonato Distrital de Futebol da Inatel de Santarém

Casa do Povo de Rio de Moinhos 2 – Centro Cultura e Desporto de Amoreira 4

- Publicidade -

Crónica do jogo por Vitor Falcão:

Numa análise pragmática ao jogo começamos por enaltecer a boa presença de público para assistir a este dérbi da freguesia de Rio de Moinhos e com comportamento de enaltecer.

Na fase inicial percebeu-se que as equipas se conheciam bem, qual a estratégia contrário e quais as armas que eram preciso anular. A equipa de Rio de Moinhos querendo aproveitar o fator casa e obrigando a Amoreira a recuar as linhas, pediu a Mourato para carrilar todo o seu futebol ofensivo, com o intuito de condicionar as marcações da defensiva da Amoreira. Tó Santos reagiu tamponando logo na fase de construção todas as iniciativas de Mourato, pressionando alto e cortando linhas de passe. Adiantou Marco Cadete (homem do jogo pelo que jogou, marcou e fez jogar) e Batex, colocando nas costas destes Marquito, começando aqui a ganhar o jogo. O bloco defensivo de Rio de Moinhos sentiu a necessidade de se aproximar mais do seu meio campo, deixando mais espaço nas suas costas, o que lhe foi fatal. Fruto de um maior ascendente no meio campo, com os jogadores a explorarem os corredores laterais e com mudanças de flanco, os golos surgiram com naturalidade. Destacamos uma combinação perfeita entre Fred e Marco Cadete, com este último, frente ao guarda-redes da casa a atirar a contar. Aos 26 minutos de jogo já a Amoreira vencia por 2-0, deixando claro o desnorte da equipa da casa. Até ao intervalo a equipa de Amoreira ainda marcou mais dois golos, terminando o primeiro tempo um resultado pesado de 4-0 para as cores de Rio de Moinhos.

Marco Cadete
Marco Cadete, o homem do jogo. Foto de arquivo.

Com o andar do tempo, a Amoreira foi fazendo substituições e descaracterizou um pouco o seu futebol, aproveitando o Rio de Moinhos para fazer dois golos num curto espaço de tempo, fixando o resultado final em 4-2.

Vitória justa que não sofre contestação de Amoreira, num jogo em que o trio de arbitragem sai com nota bastante positiva.

Ficha de jogo:

Campo de jogos de Rio de Moinhos

Árbitros: Paulo Neves, João António e André Cristóvão

Rio de Moinhos

Rafael, Sousa, Mauro, João Gonçalves, Luís Machado, Pelé, Barrocas, João Mourato, André Leitão, Colaço e André Santos

Suplentes: Cunha

Treinador: Mário Pernadas

Amoreira

Luís Eufrásio, Marinheiro, Fábio Duque, Pinga, Bá, Marquito, Batex, Marco Cadete, Cláudio, Hugo Grácio e Fred

Suplentes: Gil, Nuno Forte, Samuel, Marlon, Tó Santos e Ruizito

Treinador: Tó Santos

Marcadores: João Mourato e André Santos; Marco Cadete, Hugo Grácio e Fred

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome