- Publicidade -

Terça-feira, Janeiro 18, 2022
- Publicidade -

Futebol/Inatel | Alvega bate Mouriscas com vitória arrancada a ferros (c/áudio e fotos)

AMF ALVEGA 1 – CP MOURISCAS 0
Liga Inatel Grupo C, Jornada 6
Campo de Jogos Dr. Armando Matafome, Portelas, Alvega
28-11-2021

- Publicidade -

Na sexta jornada do Grupo C da Liga Inatel, defrontaram-se Alvega e Mouriscas, duas equipas do concelho de Abrantes. Num jogo bem disputado, com fair play e com as equipas “bem encaixadas”, o Alvega acabou por vencer o encontro com um golo de grande penalidade, tendo os seus jogadores ainda mostrado um excesso de pontaria ao acertarem com a bola nos ferros por duas vezes. O Mouriscas deu luta mas pecou na eficácia.

A disputa decorreu no Campo de Jogos Dr. Armando Matafome, em Portelas, Alvega. Foto: mediotejo.net

A equipa de Alvega foi a que, regra geral, dominou e controlou mais o jogo conseguindo criar também as jogadas de maior perigo, embora a finalização não tenha sido a melhor. A equipa da Casa do Povo de Mouriscas bateu-se bem, mostrou a sua garra e nunca baixou os braços, conseguindo defender as suas redes até ao meio da segunda parte, altura em que sofreu o golo que ditaria a sua derrota.

- Publicidade -

Os jogadores das Mouriscas mostraram vontade, mas não conseguiram anular a vantagem conseguida pelo Alvega, o que permitiu a escalada desta equipa em mais três pontos na tabela classificativa, tendo agora 6 pontos de vantagem sobre o segundo (SR Vale de Cavalos) e terceiro classificados (CP Mouriscas).

AMF Alvega defrontou CP Mouriscas na sexta jornada da Liga Inatel. Foto: mediotejo.net

Decorriam cerca de cinco minutos após o apito inicial quando uma bola longa lançada a partir do meio campo propiciou a primeira grande oportunidade para a equipa da casa. O número 22 do Alvega, Eduardo Catarrinho, correu mais que os defesas, isolou-se e rematou ainda com a bola no ar, mas com pouca força, o que permitiu uma defesa fácil.

- Publicidade -

Num pontapé de canto, pouco tempo depois, lance de grande perigo para a baliza das Mouriscas. Com a bola a ser metida nas alturas, o guarda-redes das Mouriscas, Rafael Pombo, ainda lhe chegou com a ponta das luvas, desviando-a da sua trajetória mas não impedindo que esta passasse para trás de si. O esférico acabou por tocar na perna de um jogador do Alvega e ressaltado num defesa, acabando por ir bater no poste da baliza. Numa recarga, de costas, um jogador do Alvega rematou por cima.

Foi a equipa da casa que conseguiu criar mais jogadas de perigo ao longo da partida. Foto: mediotejo.net

Não obstante estas duas oportunidades, o jogo nos seus primeiros dez minutos mostrava-se bastante disputado, mas era a equipa de Alvega que conseguia criar mais perigo, como aconteceu ao longo de quase todo o desafio.

Aos 13 minutos, uma bola pelo ar que sobrou à entrada da área das Mouriscas podia ter sido melhor aproveitada, mas Eduardo Catarrinho e Luís Barão não se entenderam e chutaram a bola “ao mesmo tempo”, passando o esférico por cima do travessão.

Cinco minutos depois, Eduardo Catarrinho esteve novamente em destaque, recebendo a bola à entrada da área adversária, ajeitando-a e rematando. Mas o pontapé saiu com pouca força, o que permitiu uma defesa segura do guarda-redes adversário.

Também o jogador do Alvega, João Batista, pouco depois, tentou a sua sorte, com um remate forte de fora da área, mas a bola passou muito por cima, sem qualquer perigo.

A equipa das Mouriscas ia conseguindo afastar o perigo e tentava sair no contra-ataque. Foto: mediotejo.net

Sensivelmente a meio da primeira parte, e após as Mouriscas assustar com um esboço do que poderia ter sido um contra-ataque bem delineado, Nuno Marques, jogador do Alvega, recebeu a bola na linha, tirou o defesa das Mouriscas da frente e rematou para uma grande defesa do guarda-redes, que afastou para canto.

Sem mais grandes acontecimentos, chegou o fim da primeira parte, com um nulo no marcador. A equipa da Casa do Povo das Mouriscas delineou algumas jogadas de ataque mas esbarrou sempre na defensiva da equipa de Alvega, muito segura. Era a equipa de Alvega a que conseguia levar perigo à baliza adversária, mas sem conseguir concretizar. 

Já de volta às quatro linhas para a segunda parte do desafio, Eduardo Catarrinho recebeu a bola dentro do perímetro da área das Mouriscas e ao tentar puxá-la para dentro, o esférico acaba por bater na mão de um defesa. Da sua posição o árbitro não conseguiu ver pelo que também nada assinalou, apesar de alguns protestos. 

O guarda-redes da equipa visitante, CP Mouriscas, numa das suas intervenções. Foto: mediotejo.net

Pouco depois, o jogador do Alvega, Ricardo Marques, quando tentava controlar a bola à entrada da área sofreu um toque no pé, pelo que foi assinalada falta. Na conversão, Eduardo Catarrinho rematou muito por cima. Após uma jogada pelo lado direito, também Pedro Santos rematou por cima da barra. Pouco depois, Eduardo recebeu a bola no lado esquerdo, mas novamente rematou demasiado alto.

A pontaria dos jogadores da equipa da casa não dava mostras de estar afinada, mas poucos minutos depois pareceria afinada de mais. 

A equipa da Casa de Povo de Mouriscas, por seu turno, tentava chegar à baliza adversária através de contra-ataques, mas sem sucesso. A equipa de Alvega mostrava melhor jogo, mais bem planeado.

A equipa de Alvega chegou à vantagem através de uma grande penalidade. Foto: mediotejo.net

Por volta dos 75 minutos, um jogador do Alvega recebeu a bola dentro da área das Mouriscas, tendo sido parado em falta, pelo que o árbitro assinalou grande penalidade. O jogador entrado na segunda parte, João Almeida, ficou bastante queixoso do joelho.

Na conversão da grande penalidade, João Batista não perdoou e colocou a bola no fundo das redes. Estava desfeito o empate a zeros e o Alvega adiantava-se no marcador.

Na resposta, Marco Santos, jogador das Mouriscas, ensaiou um remate forte de meia distância, mas a bola passou ao lado da baliza.

Já passado o minuto 80, Eduardo Catarrinho teve uma grande oportunidade para matar o jogo. Após receber uma bola longa, e com o guarda-redes adiantado, à sua frente, o atacante da equipa de Alvega tentou o chapéu, apanhando a bola por baixo com o peito do pé, mas esta não desceu o suficiente e embateu na barra.

A disputa a contar para o campeonato Inatel contou com a presença de vários adeptos, especialmente junto da bancada e da zona do bar, mas também distribuídos ao longo de todo o perímetro do campo. Foto: mediotejo.net

O jogador alveguense João Almeida ganhou primeiro em força e velocidade uma bola na linha, depois em jeito, com uma finta, desviou-se para o meio e passou a bola para David Peres, que rematou rasteiro com a bola a passar perto do poste.

A equipa de Mouriscas nunca baixou os braços e tentava forçar um caminho na defensiva de Alvega em direção à baliza, mas sem grandes resultados. Uma dessas investidas permitiria mesmo um contra-ataque da equipa de Alvega que se antevia perigoso, e que só foi parado em falta por Diogo Marques, o que lhe valeu o cartão amarelo.

Já muito perto do apito final, a equipa de Mouriscas beneficiou de um livre, tendo metido quase todos os jogadores dentro da área. A equipa de Alvega conseguiu defender e lançou-se no contra-ataque tentando matar o jogo. João Almeida fez uso da sua velocidade e, frente ao guarda-redes, rematou com a bola a esbarrar novamente no travessão. 

Assim sendo, depois de o árbitro levar o apito à boca para marcar o fim do encontro, ficou estabelecido o resultado: 1-0. Ganhou a equipa da casa, numa vitória justa mas arrancada a ferros, isolando-se na frente da tabela classificativa. A equipa de Mouriscas deu boa conta de si, mostrando argumentos para se apurar para a fase seguinte. Arbitragem sem problemas.

O jogo terminou com a vitória da equipa de Alvega por 1-0. Foto: mediotejo.net

Ainda neste grupo, a equipa de Vale de Cavalos ganhou por seis bolas a uma à equipa de Vale das Mós, enquanto o Carvoeiro descansou. Na próxima jornada, a Casa do Povo de Mouriscas recebe o Carvoeiro enquanto Alvega vai até Vale das Mós. Vale da Cavalos folga. A equipa de Alvega segue na frente do grupo com 13 pontos, seguindo-se Mouriscas e Vale de Cavalos, ambas com 7 pontos. A equipa do Carvoeiro está em quarto lugar com cinco pontos, e a equipa de Vale das Mós é a última classificada, com um ponto conquistado.

Ficha do Jogo:

AMF ALVEGA:

José Cordeiro, Nuno Marques, Ricardo Marques, David Peres, Diogo Delgado, António Santana, Pedro Santos, João Batista, Luís Barão, Eduardo Catarrinho, Afonso Marques
Suplentes: Francisco Barão, Vasco Marques, Duarte Calado, Gilberto Mendes, João Almeida
Treinador: João Farinha

AMF Alvega. Foto: mediotejo.net

CP MOURISCAS:

Rafael Pombo, Luís Marques, Diogo Antunes, Daniel Santos, Rui Rodrigues, Diogo Marques, André Batista, Marco Santos, João, Daniel Rodrigues, Fernando Lopes
Suplentes: Anselmo, Bruno Quinas, Bernardo Leitão, Renato Dias, Bruno Martins
Treinador: Nélson Matos

CP Mouriscas. Foto: mediotejo.net

GOLOS: João Batista [1] (AMF Alvega)

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
José Amaro, Sérgio Fontinha, Cristóvão Luís

Equipa de Arbitragem,: Sérgio Fontinha, José Amaro, Cristóvão Luís. Foto: mediotejo.net

DISCIPLINA
Cartão Amarelo: Diogo Marques (CP Mouriscas)

Como habitualmente fomos escutar os responsáveis técnicos de ambas as equipas:

JOÃO FARINHA (Alvega)

NÉLSON MATOS (Mouriscas)

Licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo. Ávido leitor, não dispensa no entanto um bom filme e um bom serão na companhia dos amigos.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome