Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol (Inatel): Alcaravela alcança vitória histórica no dérbi do concelho de Sardoal

31 de Janeiro de 2016, 15 horas, Sardoal

- Publicidade -

Campeonato Distrital de Futebol de Santarém da Inatel

Comissão de Desenvolvimento Cultural e Recreativo de Venda Nova 0 – Grupo Desportivo de Alcaravela 1

- Publicidade -

Crónica do jogo por José Belém

José Belém
José Belém

Jogo morno a fazer jus à temperatura primaveril que se fez sentir na tarde deste domingo, em Sardoal.

De facto, embora com ligeiro sinal mais para a formação de Venda Nova, o encontro foi pautado pelo equilíbrio apenas quebrado por um ou outro lance de maior perigosidade para ambas as balizas.

Logo aos 6 minutos, Ricardo Dias (mais conhecido no meio futebolístico por “Peruzzi”) pôs à prova os reflexos do veterano Pedro Duque que mostro estar ainda em forma, fazendo uma magistral defesa ao potente remate do jogador da casa. E o primeiro tempo, em termos de ocasiões de golo eminente, pouco mais nos ofereceu com a Venda Nova (nem sempre bem), a procurar o tento que lhe desse ainda chances de chegar aos primeiros lugares da classificação do grupo. Por seu turno, o Alcaravela, com uma defesa em bloco, bastante musculada e autoritária, ia cortando qualquer veleidade dos atacantes contrários, colocando a bola em jogo de forma simples, provocando algumas jogadas de contra-ataque mal aproveitadas pelos seus dianteiros (o guardião Nuno Jesus, habitual suplente, foi obrigado a intervir em duas ocasiões em remates de maior grau de dificuldade).

O empate ao intervalo ajustava-se (na perfeição) àquilo que se produziu dentro das quatro linhas sendo que a segunda metade do jogo não nos deu muito mais para registar.

Os primeiros minutos do segundo tempo mostraram uma Venda Nova com maior vontade mas (e já se torna habitual nesta equipa) a falta de clarividência na hora do remate deita tudo a perder mesmo depois de algumas boas jogadas de combinação. Foi o que aconteceu aos minutos minuto 52 e 64, com Pedro Fernandes e “Peruzzi”, respectivamente, a desperdiçar o golo da Venda Nova após excelente combinação com os seus companheiros mais adiantados.

A partir desse momento, a formação do Alcaravela equilibrou o jogo, tornando-se mais atrevida, colocando em sentido a defesa anfitriã. Cláudio Lopes, aos 65 minutos, “perguntou” a Nuno Jesus se sabia fazer o mesmo que Pedro Duque tinha feito no início da partida ao que este respondeu que “sim”, realizando uma boa defesa para canto: talvez tenham sido os dois momentos de maior qualidade em todo o jogo.

A partida encaminhava-se para o seu términus, chegando a altura de ambos os técnicos fazerem algumas alterações tácticas na tentativa de alterar o rumo dos acontecimentos.

E é já em período de descontos que acontece o golo solitário do Alcaravela por intermédio de Luís Carlos. Decorria o minuto 81 que, na transformação de um canto do lado esquerdo da forma como a sua equipa atacava, colocado e sem hipóteses para Nuno Jesus, o esférico anicha-se mesmo no canto superior direito da baliza do Venda Nova… um golo de belo efeito uma vez que o jogador do Alcaravela pretendia mesmo colocar a bola directa na baliza adversária.

3 Telminho - Luis Carlos, autor do golo
Luís Carlos, autor do golo de Alcaravela. Foto TL-Fotos

Mas o jogo ainda não tinha terminado e, no minuto seguinte, reclamou-se grande penalidade a favor dos homens da casa com “Peruzzi” a cair dentro da área após carga faltosa. Todavia, Domingos Lavinha e António Nunes (auxiliar que acompanhava o ataque do Venda Nova) foram peremptórios ao indicar que a falta teria sido cometida fora da área. Na transformação do livre directo, Manuel Pereira rematou forte mas a bola perdeu-se na muralha de pernas da barreira alcaravelense, perdendo-se a última jogada de perigo do dérbi.

Numa partida sem grandes casos, a equipa de arbitragem actuou de forma regular e positiva.

Duas máximas, em síntese, para resumirem este encontro: “quem não marca, arrisca-se a sofrer” e “a sorte protege o audaz” que foram, aliás, as frases proferidas por ambos os técnicos no final do encontro.

Se o empate seria o desfecho mais justo, este resultado acaba por premiar a forma como o Alcaravela encarou o dérbi e penaliza, uma vez mais, o Venda Nova que continua a ser muito perdulária na hora de rematar à baliza contrária!

Apenas como registo final, fica para a história a primeira vitória do Grupo Desportivo de Alcaravela em jogos oficiais contra o “rival” concelhio, Venda Nova!

Ficha de jogo:

Parque Desportivo Municipal de Sardoal

Sardoal
Parque Desportivo Municipal de Sardoal. Foto de arquivo

Árbitros: Domingos Lavinha, António Nunes e André Carvalho

CDCR Venda Nova

Nuno Jesus, Pedro Fernandes, Luís Silva, Anderson Santos, Luís Marques, Diogo Roldão, Eduardo Dias, Marcelo Gaspar, Ricardo Dias, Filipe Gil e Roberto Martins

Suplentes: Nelson Santos, Gualter José (51 min.), Manuel Pereira (61 min.), Bruno Gomes (61 min.), Diogo Salgueiro e André Ramos (72 min.)

Treinador: Paulo Santos

GD Alcarevela

Pedro Duque, Rui Serras, Daniel Marques, Pedro Bento, Vítor Pissarreira, Cláudio Lopes, Bruno Gaspar, Rui Pita, Rúben Branco, João Gaspar e André Lobato

Suplentes: Fábio Meneses, Armando Fernandes, António Serras, Marcelo Góis (40 min.), Marco Torres, Luís Carlos (68 min.) e Jorge Pedro

Treinador: António Serras

Marcador: Luís Carlos (81 min.)

2 Telminho
Cumprimento inicial entre as três equipas. Foto TL-Fotos

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome