Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Agosto 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol Feminino: Ouriense perde em Albergaria e complica as contas do apuramento.

23 de janeiro de 2016, 15 horas, Albergaria-a-Velha

- Publicidade -

Campeonato Nacional de Futebol Feminino

Clube de Albergaria 3 – Clube Atlético Ouriense 0

- Publicidade -

Crónica do jogo por Orlando Marchão

IMG_6600
Orlando Marchão

Jogo entre duas equipas que habitualmente, praticam muito bom futebol. Foi isso mesmo que aconteceu. Albergaria já com a passagem garantida para a fase de campeão, e o Ouriense, a tentar lá chegar também. Novamente muitas internacionais em jogo. Bancada com pouca assistência. Campo em excelentes condições para a pratica do futebol. Reunidas todas as vertentes para um bom jogo do campeonato de futebol feminino português.

Começou muito bem a equipa da casa, com vários remates à baliza de Bárbara Santos, a que esta ia correspondendo com defesas apertadas. Tentava o Ouriense partir para o ataque, mas a defensiva da casa colmatava sempre as investidas, com muita concentração e mais atitude que as atacantes forasteiras. Num rápido ataque do Albergaria e alguma displicência do Ouriense, Jéssica Silva chega ao golo depois de passar pela guarda-redes Bárbara Santos. De imediato, respondeu o Ouriense, com muito mais bola, perto da área, do Albergaria, mas sem causar perigo para as redes de Rute Costa. Chega-se ao intervalo com um 1-0, resultado justo.

4

Pedro Sampaio ao intervalo modificou o esquema de jogo do Ouriense, e as raparigas de Ourém conseguiam chegar já com mais perigo à área das de Albergaria. Já diz uma máxima do futebol, quem não marca, sofre, e foi isso que aconteceu em Albergaria. Boas oportunidades para as ourienses, mas numa perda de bola no meio campo do Albergaria, e num rápido contra-ataque, Diana Silva, que se transferiu este ano do Ouriense para o Clube Albergaria, finaliza com um bom remate, fazendo o dois a zero. Mesmo assim as ribatejanas, não baixaram os braços, e ainda tiveram algumas boas chances de chegar ao golo, mas a ineficácia na finalização não deu para trazer o tento de honra para Ourém. Quando já se esperava o apito final, e noutro ataque rápido, Bárbara Santos só conseguiu travar a rápida jogadora do Albergaria, Jéssica Silva, fazendo grande penalidade. Da excelente execução de Catarina Almeida, ficou estabelecido o resultado final de 3-0.

Vitória certa da equipa de Albergaria, mas com números algo exagerados. Parabéns às duas equipas, por terem proporcionado um excelente jogo de futebol.

Como temos referido nas nossas últimas crónicas, as equipas de arbitragem, não têm sido de maneira alguma, equivalentes às equipas que praticam o futebol. Desta feita o trio que viajou de Viseu, chefiado por Olga Almeida, rubricou uma excelente arbitragem, não fazendo mais do que, cumprir as leis do jogo. Quando assim é, temos três excelentes equipas em campo.

1
Saudação das três equipas ao pouco público presente.

Ficha do jogo

Clube Albergaria

Rute Costa, Érica Gonçalves, Carolina Silva, Kostelas, Jéssica Silva, Catarina Almeida, Raquel Reis, Sara Sá, Patrick, Gabi e Diana Silva

Suplentes: Rita Ramos, Cátia Marques, Sandrinha, Bia Jordão, Rute Silva, Patricia Oliveira e Rita Chaganças

Treinador: Paula Pinho

2
Onze inicial do Clube Albergaria

CA Oriense

Bárbara Santos, Joana Alves, Filipa Rodrigues, Ana Valinho, Margarida Tomaz, Jéssica Pastilha, Anita Santos, Joana Marchão, Cristiana Garcia, Diana Borges e Manaus.

Suplentes: Daniela Pereira, Flôr, Rita Santos, Flávia Fartaria e Evy

Treinador: Pedro Sampaio

3
Onze inicial do Clube Atlético Ouriense

Marcadoras: Diana Silva, Jéssica Silva e Catarina Almeida

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome