Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Setembro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol Feminino | Ouriense de garras afiadas perde pela margem mínima com Benfica (c/FOTOS)  

SL BENFICA 3 CA OURIENSE 2

- Publicidade -

Campeonato Nacional Futebol Feminino, Liga BPI, 1ª Jornada

Domingo, 15:00 5 de setembro 2021

- Publicidade -

 Estádio da Tapadinha – Alcântara – Lisboa

Numa tarde agradável para a prática do desporto, o Atlético Ouriense deslocou-se ao Estádio da Tapadinha para defrontar o Benfica na 1ª jornada da Liga BPI em futebol feminino. Num espetáculo abrilhantado por cinco golos, a equipa do Ouriense fez um excelente jogo e o Benfica teve de se aplicar a fundo e mostrar porque é o campeão em título.

Ouriense defrontou Benfica no arranque da Liga BPI e deixou excelentes indicações. Foto: Pereira/mediotejo.net

O jogo abriu com intensidade, com a equipa que viajou de Ourém a não se atemorizar com o nome do adversário e a ter uma entrada a todo o gás. A primeira jogadora a mostrar qualidades no relvado foi Carolina Vilão, guarda-redes do Benfica, que, com uma excelente intervenção, pôs cobro a um contra-ataque desenvolvido pelo Ouriense ao minuto 3.

O sinal estava dado e entrada forte do Ouriense em jogo viria mesmo a resultar em golo e a inaugurar o marcador no Estádio da Tapadinha através de Carol Pretona, a defesa brasileira que normalmente evita os golos na sua baliza.

Ouriense marcou dois golos ao Benfica por intermédio de Carol Pretona e Valéria Paula. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Pretona aproveitou um pontapé de canto para subir à área contrária e, bem posicionada ao segundo poste, inaugurou o marcador para a equipa orientada por Marco Ramos.

Resposta pronta e incisiva do Benfica, que aos 7′ dispôs de um pontapé de penálti (falta sobre Cloé Lacasse) para igualar o resultado. Nycole avançou para a marca dos 11 metros, rematou, mas a guardiã do Ouriense, Bárbara Pisco (Barbex), susteve o esférico.

Jogo muito disputado entre Ouriense e Benfica. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Inconformada, Nycole voltou a tentar acertar no alvo aos 15′, mas sem sucesso: a bola passou ao lado da baliza. A persistência daria frutos no lance seguinte, com a internacional brasileira a trabalhar o lance na área e a concluí-lo da melhor forma, assinando o 1-1.

Perante um Ouriense muito fechado e coeso, que procurava tapar os espaços e caminhos para a sua baliza para depois lançar rápidos contragolpes, nomeadamente através da capitã Maria Baleia, a equipa da casa apostava no jogo de pé para pé e nas variações de flanco para tentar furar a muralha ouriense.

Benfica teve de puxar dos galões para ultrapassar uma aguerrida equipa do Ouriense. Foto: Pedro Pereirsa/mediotejo.net

O Benfica viria a criar uma boa oportunidade para dar a volta ao marcador, ao minuto 20, mas Cloé Lacasse, isolada por Nycole, rematou ligeiramente por cima da trave.

Cloé Lacasse tentou, Cloé Lacasse marcou. Ao minuto 33, após passe de Nycole, a avançada canadiana ficou na cara de Bárbara Pisco, fintou a guarda-redes e tocou para o 2-1. Estava feita a reviravolta mas o Ouriense foi rápido na resposta.

Ouriense marcou dois golos ao Benfica e acreditou até ao final num resultado positivo. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

No lance seguinte (34′), o Ouriense capitalizou uma arrancada de Valéria Lima pela faixa esquerda e, à saída da guarda-redes Carolina Vilão, a camisola 13 das forasteiras assinou o 2-2, resultado com que terminaria o primeiro tempo em Alcântara.

Ao intervalo registava-se um empate a dois golos. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

A equipa benfiquista regressou para a segunda parte com duas modificações no xadrez: saíram Christy Ucheibe e Madalina Tatar, entraram Andreia Faria e Pauleta. O figurino das encarnadas teria novos retoques aos 54′: Lúcia Alves e Valéria renderam Matilde Fidalgo e Nycole.

A equipa do Ouriense, ao longo do segundo tempo operou algumas substituições, com destaque para a entrada em campo de duas jovens dos escalões de formação. Daniela Pereira, juvenil de 2º ano, e Jéssica Gonçalves, júnior de 1º ano, entraram em jogo perante o campeão e bateram-se a grande nível.

Jogo muito disputado e com resultado incerto até final. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

A segunda metade do jogo foi muito disputada no centro do terreno, evidenciando a disputa tática. As equipas criavam algumas oportunidades de golo, e o Benfica, através da velocidade de Valéria, protagonizou dois bons momentos pelo flanco esquerdo, mas sem sucesso.

Mas a equipa da casa viria a beneficiar de uma grande penalidade, numa falta sobre Cloé Lacasse, sancionada pela equipa de arbitragem. O Benfica não desperdiçou a soberana oportunidade e o 3-2 aconteceu aos 66′, com assinatura de Pauleta, numa execução exemplar. Bola para um lado, Barbez para o outro.

Benfica marcou o golo da vitória no segundo tempo, através de uma grande penalidade. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Dali até ao último apito, continuou-se a ver duas equipas que continuaram a procurar o golo. A bola chegou, por vezes, a rondar as balizas, mas o resultado da partida não se alteraria.

A vitória não escapou às campeãs nacionais que entraram na Liga BPI com o desfecho que lhes interessava, a poucos dias do desafio com o Twente da segunda mão da Ronda 2 de qualificação da Liga dos Campeões (quinta-feira, às 19:00).

Ouriense rubricou uma excelente exibição e deu luta até ao apito final em busca de um resultado positivo. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

O Atlético Ouriense não se atemorizou perante o nome do adversário, surpreendeu com uma postura corajosa e bom futebol, e mostrou ser uma equipa preparada para lutar pela vitória em qualquer campo. Na 2ª jornada, dia 26 de setembro, a equipa orientada por Marco Ramos recebe o Torreense no Campo da Caridade, em Ourém.

Ouriense perdeu mas caiu de pé perante o atual campeão nacional Benfica. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Ficha de jogo:

Árbitro: Sofia Gama, Ana Loide e Bárbara Bernardo. 4° Árbitro: Carlota Silva

Equipa do Sport Lisboa e Benfica. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

SL Benfica: Carolina Vilão, Ana Seiça, Matilde Fidalgo, Nycole Raysla, Maria Negrão, Carolina Correia, Christy Ucheibe, Catarina Amado, Cloé Lacasse (capitã), Madalena Tatar, Beatriz Cameirão.

Suplentes: Adriana Rocha, Andréia Faria, Valéria Cantuário, Marta Cintra, Lúcia Alves, Daniela Santos, Pauleta.

Treinador: André Vale

Equipa do Clube Atlético Ouriense. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

CA Ouriense: Bárbara Pisco, Sónia Costa, Carolina Pocinho, Rosa Miño, Fernanda Peinado, Jéssica Pastilha, Valéria Lima, Raíza Silva, Maria Baleia (capitã), Ana Carolina Pinto, Mafalda Barboz.

Suplentes: Lara Dias, Cistina Ferreira, Laura Pires, Ana Ferreira, Jéssica Gonçalves, Daniela Pereira.

Treinador: Marco Ramos

Marco Ramos, treinador do Ouriense. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

No final ouvimos o treinador do Ouriense, Marco Ramos:

ÁUDIO | MARCO RAMOS, TREINADOR DO CA OURIENSE:

Registámos ainda as declarações de Cloé Lacasse à BTV:

Cloé Lacasse (avançada do Benfica, declarações à BTV): “Foi o nosso primeiro jogo na Liga BPI, tornámo-lo um pouco difícil na primeira parte, mas estamos muito satisfeitas por voltarmos a ter os Benfiquistas nas bancadas. Os adeptos puxam por nós, ajudam-nos muito, nomeadamente em jogos difíceis como este que tivemos aqui. Agora temos o jogo da Champions League [frente ao Twente, na quinta-feira], vamos focar-nos nele.”

Fotos: Pedro Pereira

Pedro Pereira

Tenho 30 anos, sou fotógrafo, brasileiro natural de Vassouras, no estado do Rio de Janeiro. Hoje vivo em Caxarias, uma freguesia da cidade de Ourém.

https://www.instagram.com/pedropereiraphoto/

 

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome