Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol Feminino | Amora muito forte empurra Ouriense para fase de manutenção (c/ÁUDIO)

AMORA FUTEBOL CLUBE 2 CLUBE ATLÉTICO OURIENSE 0

- Publicidade -

Liga BPI – 7º Jornada – 07 novembro 2021

Campo de Jogos do Serrado, Amora

- Publicidade -

O dia era propício do outro lado do Tejo para a prática do futebol, com sol a brilhar e temperatura em 19ºC. No entanto, nem o tempo bom, nem um empate promissor na última jornada frente ao Sporting garantiram um dia brilhante para as aspirações da equipa de futebol feminino que viajou de Ourém para defrontar o Amora. Com esta derrota por 2-0, quando falta disputar um jogo com o Marítimo nesta fase regular, o Ouriense fica desde já condenado a disputar a fase de manutenção num grupo de oito equipas (4 da zona norte e 4 da zona sul), das quais apenas duas asseguram desde logo a permanência na Liga BPI.

Estádio do Amora. Foto: mediotejo.net

Quando a árbitra Catarina Campos apitou para o início da partida, o Ouriense já sabia que dependia de uma vitória para poder alcançar um dos primeiros quatro lugares da tabela e assegurar desde logo a manutenção no campeonato nacional da 1ª divisão, numa série muito difícil e que inclui desde logo Benfica e Sporting. Mas do outro lado estava também uma equipa muito competente e a necessitar dos três pontos para poder assegurar o objetivo do apuramento para a fase de campeão. E cedo as jogadoras do Amora mostraram as suas qualidades, numa primeira parte pouco conseguida por parte do Ouriense.

Ouriense foi impotente para travar o domínio do Amora. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Assim que teve a bola nos pés pela primeira vez, a equipa da casa disse ao que vinha, mostrando muita capacidade de domino, controle e de meter o esférico a rolar na relva sintética do Estádio Municipal de Amora.

Este controle seria uma constante até ao final da partida, com o Ouriense, a espaços, a tentar contrariar o poderio da equipa adversária, sem sucesso.

Equipa do Ouriense teve muitas dificuldades em travar o Amora. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Com tranquilidade e confiança, a equipa do Amora FC empreendia algumas tentativas de chegar com perigo à baliza Ouriense, e por vezes encontravam algum espaço, principalmente com algumas entradas diagonais em velocidade à entrada da área.

Foi um desses lances que originou uma falta à entrada da área da equipa de Ourém, e que se viria a revelar fatal, logo aos sete minutos de jogo.

Ouriense perde na Amora e vai disputar fase de manutenção. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

No livre direto, Sara Brasil teve a destreza para meter a bola por cima da barreira montada por Bárbara Pisco, num remate forte e colocado, indefensável para a guarda-redes do Ouriense. O Amora chegava à vantagem muito cedo, com um grande golo que galvanizou ainda mais a equipa da casa e que viria a causar mossa na estratégia da equipa de Ourém.

Sara Brasil obteve o primeiro golo do Amora num livre direto bem executado. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Depois do golo, a capacidade de controlar o jogo foi maximizada e o Amora teve o esférico sob seu poder na maioria das vezes, situação que provocou desconforto na equipa do Ouriense, que nunca se conseguiu encontrar na primeira parte.

Mérito do adversário, que rubricou uma excelente exibição, num dia não para as jogadoras do Ouriense, que não se conseguiram encontrar e desenvolver o futebol que gostam e a que habituaram os seus adeptos.  

Ouriense criou alguns lances de perigo, mas o Amora conseguiu sempre travar o caminho da sua baliza. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Quando a árbitro apitou para o final da primeira etapa o resultado era de 1-0, vantagem pela margem mínima para o Amora, que só não foi ampliada devido ao esforço das atletas do Ouriense em evitar males maiores. A exibição foi fraca mas a desvantagem era recuperável, tendo até em conta uma oportunidade de Raíza a fechar a primeira parte.

Ouriense conseguiu chegar poucas vezes cm perigo à baliza adversária. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Com o apito inicial para o arranque da segunda parte, porém, cedo foi evidente a insistente dificuldade do Atlético Ouriense em construir jogo e a desinspiração das jogadoras e da equipa, apesar de alguma melhoria relativamente ao primeiro tempo.

E o Amora passou a contar com mais apoio para dilatar a vantagem, com o público presente a incentivar a equipa de forma importante e quiçá decisiva, após um susto numa boa jogada do Ouriense que meteu a bola na cabeça de Carol Pretona dentro da grande área do Amora.

Classe de algumas jogadoras do Ouriense foi insuficiente para travar a forte equipa do Amora. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Ao perceberem alguma fragilidade da equipa forasteira no relvado, e vendo que, mesmo com maior controle e domínio do jogo a equipa de Amora não chegava efetivamente ao segundo golo, os adeptos da equipa da casa fizeram-se ouvir bem alto com cânticos de apoio e incentivo às atletas do Amora. E o apoio acabou mesmo por surtir efeito.

Atletas do Ouriense lutaram muito por um resultado positivo. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Aos 45 minutos, numa bola metida em profundidade pelo lado direito para Beatriz Rodrigues, esta entra dentro da área e, à mancha da guarda-redes de Ourém, pica a bola para o segundo poste onde encontra a cabeça da capitã da equipa, Mafalda Maraújo, que só teve de encostar. Ainda ficaram dúvidas sobre eventual posição irregular, mas a árbitro validou mesmo o segundo golo da partida para o Amora.

Muita luta pela posse da bola. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Com dois golos de desvantagem, o jogo continuou a ser duro para as ourienses que, por mais que tentassem mudar o rumo dos acontecimentos, via-se que este não era o seu dia e que o fator sorte também não as acompanhava. Valéria Paula ainda teve uma queda na área do Amora que gerou alguma dúvidas mas a árbitro entendeu não haver motivos para assinalar a penalidade.

Ouriense foi impotente para segurar a ofensiva do Amora. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Pouco depois, Catarina Campos apitou sim, mas para apontar ao centro do relvado e mandar toda a gente para os balneários encerrando a partida no Estádio Municipal de Amora.

Amora pressionou muito a baliza do Ouriense. Foto. Pedro Pereira/mediotejo.net

Vitória justa da equipa da casa, pelo futebol que produziu ao longo de toda a partida, e uma derrota do Ouriense num dia em que não se encontrou com as boas exibições.

A equipa de Marco Ramos mantém os objetivos da época, ou seja, não conseguindo desde já assegurar a permanência na Liga BPI, vai agora disputar a fase de manutenção com oito equipas das séries Norte e Sul. No próximo fim de semana o Ouriense recebe o Marítimo para fechar o calendário da fase regular.

Aspirações de apuramento do Ouriense para a fase de campeão caíram por terra na Amora. A equipa foca-se agora na luta pela manutenção. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Ficha de jogo:

Árbitro: Catarina Campos. Árbitros Assistentes: Hugo Farias, Daniel Forinha. 4° Árbitro: Sara Lopes

Catarina Campos chefiou a equipa de arbitragem. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

Amora FC:

Ana Rita, Nicole Nunes, Ana Rocha, Tamari Tatuashvili, Mariana Alberto, Mafalda Marujo (c), Beatriz Rodrigues, Sara Brasil, Ana Rita Viegas, Matilde Figueiras, Nadine Cordeiro

Suplentes: Joana Simões, Evelyn Schwarz, Carla Cardoso, Carolina Ribeiro, Rafa Sudré, Andréia Veiga, Carolina Duque

Treinador: Gonçalo Nunes

Equipa do Amora. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

CA Ouriense:

Barbara Pisco, Rosa Miño, Carol Pretona, Raiza Silva, Carolina Pocinho, Marta Lopez, Maria Baleia, Ana Martha, Jéssica Pastilha, Ana Pinto, Sónia Costa, Valeria Paula

Suplentes: Lara Dias, Jéssica Gonçalves, Vitória Gerard, Cristina Ferreira, Daniela Pereira, Laura Souza, Mafalda Barboz

Treinador: Marco Ramos

Equipa do Ouriense. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

No final da partida ouvimos os treinadores das duas equipas:

Treinador Marco Ramos tem a missão de assegurar a manutenção do Ouriense na Liga BPI. Foto arquivo: Pedro Pereira/mediotejo.net

ÁUDIO | Marco Ramos, treinador do Ouriense:

Gonçalo Nunes, treinador do Amora. Foto: Pedro Pereira/mediotejo.net

ÁUDIO | Gonçalo Nunes, treinador do Amora:

 

Pedro Pereira
Pedro Pereira, Fotógrafo de Futebol. Estudante de Comunicação Digital no Instituto Politécnico de Leiria, estudante de Comunicação em Organizações Esportivas no Barça Inovation HUB. Interesso-me por tudo que pode chamar-me a atenção e, às vezes, interesso-me exatamente pelo motivo inverso. Preocupado com o mundo, insisto em acreditar que posso fazer algo para justificar a minha existência terrena.
- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome