Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Agosto 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol: Fátima vence derbi de Ourém com tranquilidade (com áudio)

6 de março de 2016, 15 horas, Fátima

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Seniores da Associação de Futebol de Santarém

Centro Desportivo de Fátima 4 – Clube Atlético Ouriense 0

- Publicidade -

Crónica do jogo por Jorge Beirão

Foto1.1
Jorge Beirão

Tarde “farrusca” na Giesteira onde se encontra o Estádio Municipal de Fátima, vento frio a ameaçar com alguns borrifos de chuva, devido à nebulosidade que se fez sentir, mas que não se concretizaram.

Frente a frente duas equipas com objectivos e preocupações diferentes. O Centro Desportivo de Fátima com melhores perspetivas de futuro a tentar fazer uma passagem obrigatória (porque necessária), pelos distritais devido a desideratos anteriores pouco consistentes. Enquanto o Clube Atlético Ouriense com outra realidade a fazer pela sua vida, mais complicada e realista de quem não tem a “sorte grande”, embora com a motivação de quem sobe a montanha a pulso, mas acreditando sempre.

Assistimos a um dérbi concelhio desequilibrado, para além de outros aspetos, fundamentalmente em termos classificativos. Frente a frente o primeiro classificado, CD de Fátima, que recebia em sua casa o aflito CA Ouriense. O primeiro a necessitar de amealhar mais uma vitória de três que necessita, nestes sete jogos que faltam para terminar o campeonato, no sentido de alcançar o tão desejado, quanto obrigatório (dizemos nós), título distrital. O segundo, nesta reta final a precisar de amealhar os pontos importantes, que o ajudem a manter-se na competição maior do futebol escalabitano.

Quem presenciou a partida assistiu a uma primeira parte muito bem disputada, com o Ouriense a surpreender a sua congénere de Fátima, principalmente devido à agressividade (entenda-se pressão), na disputa dos lances e grande determinação e entre ajuda entre os sectores, principalmente no defensivo. Mas quando está em confronto a experiência e o melhor apuro técnico tudo se torna complicado, por mais vontade que se tenha. Foi assim que a equipa da casa chegou à vantagem, com a obtenção do primeiro golo por intermédio de Pedro Emanuel, na marcação de um livre de canto de Nuno Laranjeiro em que o dianteiro de Fátima se antecipa à defensiva de Ourém sem hipótese para Rafael Batista.

IMG_7049 1º golo do CDFátima, Pedro Emanuel já cabeceou surpreendendo a defesa ouriense.
Pedro Emanuel cabeceou para o fundo das redes ourienses fazendo assim o primeiro do jogo.

Assim termina o primeiro período de jogo, com a vitória pela margem mínima, da equipa da casa que mais tempo teve a bola em seu poder e só não conseguiu mais um ou dois golos, porque os rapazes de Ourém se aplicaram e porque os dianteiros da equipa da casa foram apanhados em posição irregular.

IMG_7056 Rafael evita o 2º golo
Rafael Batista com uma grande intervenção evita o segundo golo do Fátima na primeira parte.

No segundo tempo, pese embora, a entreajuda e aplicação dos jogadores ourienses, não conseguiram dificultar mais os objectivos da equipa da casa, até porque as soluções são outras e a capacidade de improvisação são surpreendentes numa competição deste nível.

Logo aos doze minutos, na marcação de um livre direto Vasco Gonçalves, aumenta a contagem para dois a zero, que abalou a resistência ouriense.

IMG_7064 Laranjeiro marcou o livre e a bola vai sobrar para Vasco que marca o 2º do CDF
Laranjeiro bate o livre, mas a bola vai sobrar para Vasco Gonçalves que aponta o 2-0.

Quatro minutos volvidos, João Martins, deita por terra as últimas esperanças da equipa da sede de concelho, com a obtenção do terceiro golo. Depois foi controlar os “arrufos” dos rapazes de Ourém, que ainda assistem ao bisar de Vasco Gonçalves que marca o quarto golo da sua equipa, aos setenta minutos de jogo. Depois até final, foi controlar a partida e evitar eventuais lesões.

IMG_7069 Vasco já rematou para o terceiro golo do CDF e bisar na partida
João Martins perto da marca de grande penalidade aumenta a vantagem do Fátima para 3-0.

Curiosamente a equipa visitante só aos oitenta e três minutos, através de Pedro Gordo faz um remate à baliza de Nuno Ribeiro nesta segunda parte, sem grandes dificuldades para este, que foi durante o jogo, mais um jogador de campo que o guarda-redes da turma da casa.

Quanto á equipa de arbitragem realizou um bom trabalho, tanto no aspeto técnico, como no disciplinar. Gostaríamos de referenciar o trabalho de preparação para o jogo da equipa de arbitragem (vulgo aquecimento), tanto no aspeto físico como da função específica dos seus elementos na direção do jogo, sem falsas modéstias, sabemos do que estamos a falar.

IMG_7074  Nuno agarra assimo único remate à sua baliza na 2ª parte
Esta foi a única defesa que Nuno Ribeiro fez em toda a segunda parte.

Ficha do jogo

Estádio Municipal de Fátima

Árbitros: Nelson Andrade, João Veríssimo e Tiago Ribeiro

IMG_7032
Trio de arbitragem esteve em bom nível.

CD Fátima

Nuno Ribeiro, Fábio Coça (Ednilson), André Sousa, Bruno Heleno, João Martins, Pedro Emanuel (Hamza), Migue Neves, Nélson Sousa, Vasco Gonçalves (Cédric), Ivan e Laranjeiro

Suplentes: Hélio, Abdullah, Leandro, Ednilson, Cédric, Hamza e Luisito

Treinador: João Henriques

IMG_7036
Centro Desportivo de Fátima

CA Ouriense

Rafael Batista, Lagoa, Diogo Marques (Rafael Ferreira), João Silva, Sérgio Gordo (Pedro Gordo), Miguel Pereira, Patrick, Pedro Ruas, Tiago Ferreira (Filipe Capão), Filipe Zuca e Dino Martins

Suplentes: Stephan, Filipe Capão, Francisco Jesus, Rafael Ferreira, Pedro Vieira, Toni Batista e Pedro Gordo

Treinador: Marco Ramos

IMG_7037
Clube Atlético Ouriense

Marcadores: Pedro Emanuel (15′), Vasco Gonçalves (57′ e 70′) e João Martins (60′)

A opinião dos treinadores:

João Henriques (Fátima)

João Henriques
João Henriques

 

Marco Ramos (Ouriense)

Marco Ramos
Marco Ramos

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome