Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 31, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

FUTEBOL: Fátima vence Cartaxo e reforça candidatura ao título (com áudio)

3 de janeiro de 2016, 15 horas, Fátima

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Seniores da Associação de Futebol de Santarém

Centro Desportivo de Fátima 1 – Sport Lisboa e Cartaxo 0

- Publicidade -

_MG_3699
Saudação das três equipas ao público.

Jogo aguardado com grande expectativa, onde líder Fátima recebia com três pontos de avanço o seu principal concorrente ao título, o Sport Lisboa e Cartaxo, e que merecia mais gente nas bancadas do Municipal de Fátima, contabilizámos um pouco menos que a centena e meia de assistentes. A tarde foi de chuva, o que fez com que o relvado estivesse muito rápido, dificultando em muito o domínio da bola e retirando a possibilidade de ver em pleno as capacidades técnicas dos intervenientes de ambos os lados.

O jogo foi fechado e muito táctico. Atendendo à importância da partida, cedo se percebeu que ambas as equipas optaram por jogar com os blocos muito juntos, tirando espaço no centro do terreno e capacidade de atacar pelas alas ao adversário. Nos primeiros quarenta e cinco minutos a equipa da casa teve mais posse de bola (o que é normal nos seus jogos), boa circulação de bola entre os seus jogadores, constantes mudanças de flanco para criar desequilíbrios, jogou mais tempo no meio campo adversário, mas não conseguindo chegar com grande perigo à área contrária. O Cartaxo respondia com uma toada idêntica, circulação de bola, futebol rendilhado, mas em determinadas alturas de forma mais direta, tentava esticar o jogo nas alas. Com o jogo fechado e a espaços monótono, ficou patente que só no detalhe é que o “nó podia ser desatado” e foi o que aconteceu.

Ao minuto 33, uma insistência do ataque fatimense, leva a bola picada para à área cartaxense, Ivo parecia ter tudo controlado, mas o esférico bate na relva antes de chegar ao guarda-redes do Cartaxo, ganha velocidade não permitindo ao guardião o encaixe perfeito, ressalta para a frente, onde Pedro Emanuel (saiu lesionado do lance e viria mais tarde a ser substituído) muito oportuno não se fez rogado e atirou para o fundo das malhas forasteiras.

_MG_3819
Pedro Emanuel, marcou o único golo do encontro.

Com 1-0 no marcador a favor da experiente e sólida equipa de Fátima, era tempo da irreverência cartaxense vir ao de cima, mas até ao intervalo pouco mais houve de realce.

O segundo tempo começa com o Cartaxo a mostrar querer ir à procura do empate, instalando-se mais tempo no meio campo adversário. Aos 52 minutos, surge um revés para a equipa da casa. De um livre lateral no seu ataque, a bola é cruzada para o interior da área e acaba dentro da baliza de Ivo, no entanto o árbitro anula o golo por alegadamente o mesmo ter sido obtido com a mão. Do meio da molhada de jogadores que disputaram o lance, ficou a saber-se que o prevaricador tinha sido Nelson Sousa, uma vez que Diogo Vicente, mostra o amarelo, pela segunda vez, ao jogador de Fátima, dando-lhe ordem de expulsão.

_MG_3855
Nelson Ramos, recebeu viu por duas vezes o cartão amarelo e foi expulso da partida.

Com isto, o Fátima teve que se reorganizar táticamente, obrigando Ednilson a recuar mais no terreno que o habitual, enquanto o Cartaxo avançou mais no terreno, tentando explorar alguma “desafinação” no adversário. O certo é que o jogo continuou mais fechado que o esperado, se bem que as bolas iam chegando mais a cada área, com um ataque mais continuado do lado de Cartaxo e mais respostas em contra-ataque do lado do Fátima, mas oportunidades claras de golo. Com o avançar do tempo, André Luís, tentou arriscar tudo, deu mais unidades ao meio campo e à frente de ataque, manteve os alas colados aos corredores, mas o Fátima mostrou que tem estudado todas as hipotéticas situações que possam ocorrer num jogo, mostrando solidez no processo defensivo. Já em período de descontos, uma alegada provocação de um jogador de Cartaxo a João Henriques, teve resposta por parte do treinador de Fátima, o que lhe valeu ordem de expulsão.

_MG_3960
Momento em Diogo Vicente dá ordem de expulsão a João Henriques.

Jogo grande entre duas das melhores equipas do futebol distrital, decidido como tantos outros jogos grandes… num detalhe. Quem se deslocou ao Estádio de Fátima à espera de um jogo aberto e com muitas oportunidades de golo, saiu desolado, pois o que se assistiu foi um jogo fechado, com poucas situações de golo, fruto da importância do jogo e das condições climatéricas, onde o empate seria o resultado mais certo, mas a vitória premeia quem soube tirar partido de um detalhe que teve à sua disposição.

Trabalho nada fácil para o trio de arbitragem, não só pelo estado do relvado, propicio ao contacto, mas também pela pressão exercida dentro e fora das quatro linhas. Não passou ao lado do erro, teve algumas decisões que desagradou a ambos os lados, mas num jogo de equipas com futebol adulto e maduro, também a equipa de arbitragem se revelou madura e adulta, estando à altura da responsabilidade.

Ficha de jogo:

Estádio Municipal de Fátima

IMG_20151002_103006
Estádio Municipal de Fátima

Árbitros: Diogo Vicente, Henrique Paula e André Clemente

_MG_3696
Trio de arbitragem esteve em bom plano.

 

CD Fátima

Nuno Ribeiro, Fábio Coça, André Sousa, Bruno Heleno, João Martins, Pedro Emanuel (Vasco Gonçalves), Sérginho (Ivan), Imran, Ednilson (Miguel Neves), Laranjeiro e Nélson Sousa

Suplentes: Hélio, Abdullah, Leandro, Miguel Neves, Vasco Gonçalves, Ivan e Luisito

Treinador: João Henriques

CD Fátima
CD Fátima

 

SL Cartaxo

Ivo, Kiko (Pedro Soares), Bernardo, Koeman, Ricardo Henrique, Morgadinho (Chevi), Tiago Dias, Tiago Batista, Rafael Barbosa, Samuel (David) e Diogo Martins

Suplentes: Ricardo, Chico, Pedro Soares, David, Chevi, Vitor e Sacramento

Treinador: André Luís

_MG_3707
SL Cartaxo

Marcador: Pedro Emanuel

A opinião dos treinadores:

Luís Morgado (adjunto do Fátima)

_MG_3959
Luís Morgado

 

André Luís (Cartaxo)

_MG_3919
André Luís

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome