Futebol | Fátima empata a um golo com o Peniche em particular (c/fotos e audio)

Jogo muito físico proporcionou bons momentos.

CENTRO DESPORTIVO DE FÁTIMA SAD 1 – GRUPO DESPORTIVO DE PENICHE 1
Jogo de Preparação
Estádio Papa Francisco
Fátima
28-07-2018

PUB
Lance disputado nas alturas.

A duas semanas do início do Campeonato de Portugal, todos os jogos particulares são úteis para as equipas melhorarem os seus índices e afinarem os processos de jogo. Este não fugiu à regra. No relvado do Estádio Papa Francisco apresentaram-se duas equipas com ambições diversas: o Peniche, promovido esta época aos Nacionais, assumindo como objetivo a fuga à despromoção, e o Fátima, almejando algo mais…

As equipas adotaram uma postura semelhante. Privilegiaram a segurança defensiva e, com a bola em seu poder, procuraram as costas do adversário em rápidas transições. Com as linhas muito juntas, a aglomeração de jogadores a meio campo foi uma constante e os lances de contacto físico comuns.

PUB
Lance curioso junto à linha.

Com os esquemas táticos das equipas a encaixarem, os lances de perigo foram escassos.
Aos 12 minutos Miguel Miguel teve nos pés a primeira oportunidade flagrante para o Peniche. O remate passou ao lado. Lutava-se muito pela posse da bola e, aos 22 minutos, Cosme, com um remate acrobático, podia ter marcado para os penicheiros.
Mais uma vez o esférico não levou a melhor direção e perdeu-se pela linha de fundo.
Respondeu o Fátima, passados três minutos, mas sem sucesso em remate já dentro da área.

Ocasiões de golo foram escassas.

Aos 27 minutos os fatimenses desenharam uma excelente jogada, numa rápida transição pela direita. O cruzamento saiu perfeito para a cabeça de Magique mas interpôs-se um defesa que tirou para canto. Na sequência, o canto, bem marcado, levou perigo ao reduto forasteiro mas o árbitro havia assinalado falta ofensiva a um jogador da casa.

PUB

Aos 33 minutos a equipa de Peniche lançou Zílio em velocidade. O avançado entrou na área e rematou com muito perigo ao segundo poste, à saída do guarda redes da casa. A bola saiu junto ao ferro, gorando-se a iniciativa. A equipa de Fátima tinha mais posse de bola, circulando-a pelas suas unidades, e o Peniche espreitava uma oportunidade.

Assédio fatimense à baliza do Peniche.

E o primeiro golo da partida acabaria por surgir ao 39º minuto para o Peniche, num lance típico de contra ataque, finalizado por Miguel Miguel bem na zona do ponta de lança. Um golo que teve o condão de dar um abanão na partida.

Com pouco tempo para jogar até ao descanso, o marcador não viria a sofrer alterações.
Numa primeira parte equilibrada, apenas o golo fazia pender os pratos da balança para o lado da equipa que viajou do litoral.

Jogo teve bons pormenores.

No reatamento, as equipas procederam a alterações mas o xadrês de ambos os conjuntos pouco se alterou. O Fátima começou com maior dinâmica ofensiva e logo no segundo minuto da segunda parte Lucas Abreu rematou ao lado.

Dois minutos volvidos, Miguel Neves rematou por cima, com muito perigo. As hostes penicheiras reclamaram posição irregular do jogador da casa. Aos 56 minutos, o possante Tavares só não marcou para o Peniche porque o esférico, rematado no coração da área, esbarrou num defesa contrário.

O jogo estava mais aberto, havia mais espaço, e aos 63 minutos o Fátima lançou a velocidade de Ricardo pela esquerda. O cruzamento saiu perfeito e Filipe Sousa obteve um golo de belo efeito. Estava reposta a igualdade no marcador e ambos os conjuntos passaram a procurar o golo que lhes desse a vitória.
Aos 71 minutos o Fátima viu ser-lhe anulado um golo por fora de jogo.

Golo anulado por fora de jogo.

No minuto seguinte, em resposta, isolou-se um atacante do Peniche e pareceu tocado pelo guarda redes da casa. O árbitro, bem posicionado, mandou seguir. O jogo entrou numa fase menos bonita, com entradas mais duras e até houve direito a “sururu”, rapidamente sanado. Passou a jogar-se mais sobre o meio do terreno e começaram a escassear as oportunidades de golo.

Cabeçada ao lado.

A última delas, já com o final à vista, pertenceu à equipa forasteira, com o guarda redes fatimense a responder com uma enorme defesa a cabeçada violenta de Fred. O apito final chegou pouco depois.

Bom jogo de pré-época deixando a promessa de se vir a assistir a grandes confrontos na série C do Campeonato de Portugal. Ambas as equipas têm um enorme potencial de crescimento.

A equipa de arbitragem teve de tomar decisões difíceis e não terá acertado sempre. Trabalho positivo da equipa chefiada por João Conde.

Lutou-se muito pela posse de bola.

FICHA DE JOGO

CENTRO DESPORTIVO DE FÁTIMA SAD:
Valério Vimercati, Miguel Pereira, Laranjeiro, Jefferson, Yago, Siaka Bamba, Thomas Agyri, Zé Miguel, Lucas Abreu, Magique e Jeka.
Suplentes: João Sardinha, Pedro Henriques, Miguel Artur, Miguel Neves, Calila, Rui Pereira, Vlad, Filipe Sousa e Ricardo Oliveira.
Treinador: Kata.

Centro Desportivo de Fátima SAD.

GRUPO DESPORTIVO DE PENICHE:
Diogo, Bento, Lobo, Samiro, Gonçalves, Cosme, Amar, Zílio, Miguel Miguel, Motinha e Luís Tavares.
Suplentes: Vitor, Pedro, Hugo, Diogo Ferreira, Fred, André, João Silva, Brites, Oliveira e Bernardino.
Treinador: Vitor Martins.

Grupo Desportivo de Peniche.

GOLOS: Miguel Miguel (Peniche) e Filipe Sousa (Fátima).

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
João Conde, João Lamas e Rodrigo Viana.

Equipa de arbitragem: João Conde, João Lamas e Rodrigo Viana.

No final auscultámos os treinadores de ambos os conjuntos:

Kata-Treinador do Fátima.
Vítor Martins-Treinador do Peniche.

*Com David Pereira (fotos).

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here