- Publicidade -

Sábado, Janeiro 22, 2022
- Publicidade -

Futebol | Fátima afasta Mação da Taça de Portugal com resultado robusto

CENTRO DESPORTIVO DE FÁTIMA, FUTEBOL SAD 4 – ASSOCIAÇÂO DESPORTIVA DE MAÇÃO 0

- Publicidade -

Taça de Portugal – 1ª Eliminatória
Estádio Papa Francisco
Fátima
03-09-2017

Superioridade da equipa de Fátima nunca esteve em causa.

A Taça de Portugal é uma competição em que, por alguma magia, os “pequenos” se agigantam e é habitual o aparecimento de tomba-gigantes…
Não foi assim no Estádio Papa Francisco onde a equipa que milita nos Nacionais se desembaraçou do Mação, do escalão distrital.

- Publicidade -

Num Estádio bonito, com bancadas compostas, sol, algum vento e relvado excelente, ambas as equipa rapidamente encaixaram e a bola circulou pelos dois meio campos.
Logo no primeiro minuto os locais beneficiaram de livre perigoso do lado esquerdo mas a bola parou nas luvas do guarda redes maçaense.

Respondeu o Mação com ataque rápido culminado com Júlio Batista a cabecear por cima.
A equipa da Capital do Presunto estava atrevida e obrigou o guarda redes italiano do Fátima, Valério Vimercati, a trabalho apurado com duas defesas difíceis.

- Publicidade -

Depois duma fase de arranque a todo o gás o jogo acalmou e só ao minuto 12 volta a haver motivo para os corações acelerarem. O Fátima voltou a mandar no jogo e com cruzamentos largos levava perigo ao extremo reduto dos maçaenses.

Ao 13º minutos o marcador poderia ter sofrido alterações mas André Sousa cabeceou à figura de Carlos Nabais, do Mação. No minuto seguinte foi o tunisino Hamza Jouini, em remate de longe, a fazer o esférico passar muito perto da baliza contrária.

Aos 19 minutos terminava o maior assédio da equipa da casa com novo remate de longe, agora por Mário Mendonça, a sair por cima.

Filipe Pereira tenta alvejar a baliza do italiano Valério Vimercati.

Reagia o Mação e à passagem do minuto 20 Filipe Pereira entra na àrea fatimense remata forte, prenssado num adversário,
morrendo o esférico nas luvas do guarda redes que militou nos juniores do ACMilan.
Aos 23 minutos o Mação beneficia de excelente oportunidade, em livre frontal, mas Gonçalo Lelé rematou por cima. Dois minutos volvidos surgiu um cruzamento bem medido para a àrea do Fátima mas Vimercati opôs-se com valentia.

No minuto 27 jogada a papel químico e e novo o jovem guarda redes a demonstrar valor.
Os “grenás” voltavam a comandar o jogo e num livre assinalado ao 28º minuto pelo lado esquerdo do ataque o central André Sousa apareceu a cabecear ao 2º poste com muito perigo mas por cima. No minuto seguinte, numa cavalgada por toda a ala direita, Tiago Melo executou centro remate que sobrevoou o guarda redes maçaense e se anichou nas redes. Estava aberto o marcador num lance feliz dos da casa.

Defesa goleador: Tiago Melo bisou na partida.

Os “amarelos-grená” acusaram o golo e começaram a passar por momentos de aflição. Aos 31 minutos Mário Mendonça encontrou espaço na área maçaense e executou um bonito pontapé de bicicleta que, no entanto, saiu por cima.
Passados dois minutos um cruzamento forte a meia altura obriga o guarda redes Carlos Nabais a largar e apareceu Hamza Jouini a rematar de calcanhar para a baliza desguarnecida. Valeu Miguel Seninho que cortou sobre a linha fatal.

O tunisino Hamza Jouini leva perigo à baliza maçaense.

O Fátima explorava ambas as alas, subindo os laterais, arrancando cruzamentos para as costas da defesa contrária. Assim foi ao minuto 36 com Tiago Melo a cruzar e Jeka a assistir ao segundo poste para defesa apertada de Carlos Nabais.

Haviam três minutos para jogar e o Mação construia uma boa oportunidade de empate. Cruzamento com boa conta a apanhar Júlio Batista, ao segundo poste, sem marcação. A cabeçada saiu forte e obrigou Valério Vimercati a defesa apurada. Dos dois cantos sucessivos nada resultou.

A primeira parte esgotou-se com um livre frontal para o Mação, batido por Bruno Lemos, que esbarrou na barreira. O intervalo chegou com um resultado aceitável, dado a repartição de oportunidades e a posse e bola.

O Mação correu sempre atrás do prejuízo.

A segunda parte iniciou-se com as equipas a repartirem o esférico, com muita circulação, jogando a bola no pé, priveligiando a segurança. Aos 51 minutos, numa perda de bola do Mação o central fatimense vislumbra Jekas isolado, executa um passe perfeita e Jekas,
à saida de Carlos Nabais remata a contar, elevando a contagem.

A vida afigurava-se difícil para os maçaenses que, no entanto, iam porfiando. Aos 54 minutos Miguel Luz remata forte mas a bola, prensada, saiu fácil para Vimercati.
Aos 59 minutos, em lance semelhante ao do segundo golo, isolou-se Tiago Melo e voltou a marcar, na cara dum desamparado guarda redes do Mação.

A resistência maçaense chegava ao fim e assistiu-se a um maior assédio do Fátima.
Aos 68 minutos Tiago Melo chegou tarde a cruzamento da esquerda. Aos 77 minutos o entrado Mamadou Thiaw marcou após bom cruzamento da direita.

O senegalês Mamadu Thiaw tanto falhou que acabou mesmo por marcar.

Cinco minutos depois, por duas vezes, em lances idênticos o mesmo Mamadou Thiaw voltou a desperdiçar boas ocasiões de ampliar o marcador. Voltaria a permitir boa defesa a Carlos Nabais numa sucessão de remates aos 86 minutos.

No minuto seguinte o Mação poderia ter reduzido mas Vimercati defendeu a punhos.
Em cima dos 45 minutos da segunda parte o Fátima ainda beneficiou de livre direto, muito longe da baliza contrária. Saiu por cima. Nos três minutos de compensação dados por Paulo Raposo nada de novo aconteceu terminando assim um excelente jogo.

Resultado correto, premiando a eficácia da equipa da casa. O Mação merecia o tento de honra. Arbitragem com nota alta de Paulo Raposo, bem auxiliado por Pedro Franco e Adelino Crespo.

Luta pela posse de bola a meio campo foi uma constante.

FICHA DO JOGO

CENTRO DESPORTIVO DE FÁTIMA:
Valério Vimercati, Tiago Melo, Mauro Pereira, André Sousa, Renan Pinto, Jeka (Mamadou Thiaw), Hamza Jouini, Jorge Neves, Renan Soares (Dany Marques), Mário Mendonça (Ibrahima Baldé) e Raphael.
Suplentes não utilizados: Miguel Gonçalves, Miguel Neves, Zé Miguel e João Jesus.
Treinador: João Bastos.

Centro Desportivo de Fátima

ASSOCIAÇÂO DESPORTIVA DE MAÇÃO:
Carlos Nabais, Miguel Seninho, Luís Esteves, Gonçalo Lelé, Rui Sousa (Tiago Prates), Júlio Batista, Ducho, Bruno Lemos, Miguel Luz, João Freitas (Pedro Louro) e Filipe Pereira (Daniel Lourenço).
Suplentes não utilizados: Francisco Sousa, Bernardo Bento, Rodrigo Ribeiro e Diogo Rocha.
Treinador: João Vitorino.

Associação Desportiva de Mação

GOLOS: Tiago Melo (2), Jeka e Mamadou Thiaw (CDFátima)

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
Paulo Raposo, Pedro Franco e Adelino Crespo (AFSantarém)

Equipa de arbitragem: Paulo Raposo, Pedro Franco e Adelino Crespo (AFSantarém)

Disciplina
Cartão amarelo: Tiago Melo e Jeka (CDFátima); Tiago Prates (ADMação)

Fotos: David Pereira

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome