Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

FUTEBOL: Derbi do concelho de Abrantes resolvido “à bomba”

18 de Outubro de 2015, 15 horas, Tramagal

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 2ª Divisão – Série 1

Tramagal Sport União 1 – Casa do Povo de Pego 2

- Publicidade -

Crónica e fotos do jogo por Jorge Santiago

Jorge Santiago
Jorge Santiago

Duas equipas com posições diferentes no campeonato mas com um problema comum: ambos os técnicos com dificuldade em apresentar o melhor onze.
Começou melhor o Pego, tentando pegar no jogo a meio campo, respondendo o Tramagal  acertando marcações e fechando, como podia, os caminhos da sua baliza.
Após um punhado de boas intervenções do seu sector mais recuado, o Tramagal viu uma bola rematada por Perón beijar o poste direito da baliza de Iuri. Estávamos no minuto 27.
No seguimento da jogada o Tramagal conquista o primeiro canto. Da cobrança do mesmo, no coração da área surge Ricardo Branco a cabecear e bate Norberto. Estava feito o 1-0, contra a corrente do jogo, premiando o inconformismo da jovem equipa do Tramagal.
Este golo teve o condão de espevitar o jogo que ganhou outra animação, com oportunidades para ambos os lados, nomeadamente na cobrança de livres. É nesta altura, ao minuto 35 que o Pego chega ao empate numa jogada rápida, bem concluída por João Lopes.
A equipa pegacha materializou o ascendente que vinha a demonstrar com nova bola no poste aos 41 minutos.
Em cima do intervalo o treinador do Pego, Nando Costa, vê-se obrigado a mexer no xadrez por lesão de Di Maria entrando para o seu lugar Witsel. Algo já visto noutros estádios com atletas homónimos !!!

IMG_1397
Ao intervalo aceitava-se o empate, lisonjeiro para a equipa da casa.
No reatamento assiste-se a um Pego mais incisivo, mais atacante com a defesa azul a resolver a contento os problemas criados.
Em cima do minuto 72, o Pego conquista um livre, em zona frontal, perto da meia lua, contestado pelos da casa, mas prontamente assinalado pelo juiz Rui Ferreira.
Perón, cheio de convicção, dispara uma verdadeira bomba, em arco, sobre a barreira “metalúrgica” anichando-se a bola no ângulo superior esquerdo da baliza de Iuri, que bem se estirou mas que não teve qualquer hipóteses de defesa.
Estava feito, com merecimento, o 1-2 para a equipa pegacha.
Tentou reagir o Tramagal obrigando a defesa apertada de Norberto.

IMG_1492
Norberto, guarde-redes pegacho

Ao minuto 79 o Tramagal vê-se reduzido a dez por expulsão, por acumulação de amarelos, de Ricardo Capitão, um apelido com história no Comendador, forçado a ceder falta em zona proibida. Da cobrança do livre nada resultou.
Ainda se assistiu a oportunidades junto de ambas as balizas.
O juiz Rui Ferreira, que até aí não vinha sendo concensual, decide ficar ligado à história do jogo ao marcar uma falta não existente, em zona perigosa e aos 100 minutos (!) de jogo. Barata, cheio de fé, bate em força, com a bola a esbarrar com estrondo no poste esquerdo da baliza de Norberto, já batido.
Foi o último lance dum jogo agradável de seguir e com boa nota disciplinar, de duas equipas com potencial para crescer.
Resultado correto. Arbitragem com deficiências.

Ficha do jogo:

Campo Comendador Eduardo Duarte Ferreira

Comendador
Campo Comendador Eduardo Duarte Ferreira

Árbitros: Rui Ferreira, Rodolfo Brito e Bernardo Fonseca

IMG_1306
Trio de arbitragem e capitães de equipa.

Tramagal Sport União

Iuri, Brigas, Barata, Ricardo Branco, Bráz, Tiago Dias, Capitão, Peixe Arroz, Matias, Tiago (André Fonseca) e Rui Pedro

Suplentes: Pedro Irra, Gonçalo, Catarino, Heitor e André Fonseca

Treinador: José Carlos Lourenço
Casa do Povo de Pego

Norberto, João Ruivo, Pedro, Tiago, Pejó, Tiago Gameiro, Bioucas, Perón (Cadete), João Lopes (Duarte), “Di Maria” (“Witsel”) e Diogo Preto

Suplentes: Caio, “Witsel”, Duarte, João Santos, Cadete e Igor

Treinador: Nando Costa

Marcadores: Ricardo Branco; João Lopes e Perón.
IMG_1313

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome