Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol (CPP): Derrota foi castigo pesado para o Alcanenense (com áudio)

Alcanena, 18 de Setembro de 2016, 17 horas

- Publicidade -

Campeonato de Portugal Prio – Série F

4ª Jornada

- Publicidade -

Atlético Clube Alcanenense 1 – Clube Desportivo de Mafra 2

Crónica de Francisco Henriques

Jogo com poucas situações de interesse, com pouco futebol mostrado dentro das quatro linhas, em que as ocasiões de perigo escassearem e a bola foi mais disputada e jogada a meio-campo.

Os forasteiros chegam à vantagem aos 34 minutos de jogo, na sequência de uma bola parada batida por Alisson que contou com a colaboração do guarda-redes da casa. A resposta dos auri-negros não se fez esperar, pois cinco minutos volvidos restabeleceram a igualdade. Cruzamento da esquerda de Faia, Luís Tavares antecipa-se ao central opositor e toca a bola para a baliza, Caio tenta parar a bola, mas o Assistente de Tiago Pinto dá indicação de golo. A decisão é peremptória, deixou a incerteza no ar e foi muito contestada pela equipa de Mafra.

Ao intervalo registo para um empate a uma bola, mais que certo, pois o que se viu não justificava mais. Dois golos apontados sem que os guarda-redes tivessem feito uma única defesa.

A segunda parte dava mostras de ir ser mais do mesmo, até que ao minuto 59, Luís Tavares vê pela segunda vez a cartolina amarela, por no entender do árbitro da partida ter simulado uma falta na área. Esta situação altera o rumo dos acontecimentos. Os alcanenenses remeteram-se para uma toada mais defensiva, deixando apenas um homem na frente, ao passo que o Mafra, aproveitou a superioridade numérica para ganhar algum ascendente sobre os ribatejanos. Aos 78 minutos surge o golo da vitória para os forasteiros. Cruzamento da direita, Luís Oliveira falha o cabeceamento de interseção e o estreante Campanholo, “mata” no peito e faz um golo de belo efeito. Daqui para a frente foi jogar com o relógio por parte do Mafra, tendo a equipa médica entrado algumas vezes em campo.

Vitória do Mafra por duas bolas a uma, não tendo feito muito para o justificar, salvo alguns períodos quando jogava com mais uma unidade, num jogo em que os guarda-redes não fizeram uma defesa digna desse nome.

Quanto ao trio de arbitragem, o maior pecado acabou por ser o aspeto disciplinar. Mostrou, exageradamente, por três vezes o cartão amarelo por simulação, deixando por punir, para ambos os lados, situações muito mais graves que roçaram o cartão vermelho.

20160918_155618014_ios
Saudação das três equipas ao público presente no Joaquim Maria Baptista. Foto Francisco Henriques

Ficha do jogo

Estádio Municipal Joaquim Maria Baptista

Árbitro: Tiago Pinto (AF Leiria)

Árbitros Assistentes:

AC Alcanenense

Max, Simão Moreno, Luís Oliveira, Sandro (Bruno Ferreira), Itto, Faia, Meri, Elton (Eddy), Miguel Miguel (Patrick), Ragner e Luís Tavares

Treinador: José Torcato

CD Mafra

Caio, Sandro (Rafael), Lucas, Bruno, Costa (Campanholo), Allef, Juary, Guilherme, Varão, Almeida (Luís Carlos) e Alisson

Treinador: Pedro Silva

Cartão amarelo: Luís Tavares (28′ e 59′) ; Almeida (24′), Sandro (42′), Bruno (45′), Allef (51′), Juary (88′) e Varão (90’+3)

Cartão vermelho: Luís Tavares (59′)

Marcadores: Luís Tavares (39′) ; Alisson (34′) e Campanholo (78′)

A opinião do treinador:

José Torcato (Alcanenense)

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome