Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol (CPP): Alcanenense justificou bem os três primeiros pontos da época

Alcanena, 28 de agosto de 2016

- Publicidade -

17 horas

Campeonato de Portugal Prio

- Publicidade -

2ª Jornada – 1ª Fase – Série F

Atlético Clube Alcanenense 2 – Ginásio Clube de Alcobaça 0

Crónica do jogo por Jorge Beirão

Jogo entre as equipas do Atlético Clube Alcanenense e Ginásio Clube de Alcobaça, que na jornada inicial não conseguiram qualquer ponto, perdendo os respetivos jogos. Esperava-se portanto um jogo com alguma movimentação. No primeiro tempo a superioridade foi da equipa de Alcanena com um meio campo muito agressivo com pressão constante sobre o adversário que por vezes conseguia superar as contrariedades, mas com pouca profundidade ofensiva. Depois o Atlético mercê da velocidade de Patrick e capacidade física e técnica de Luís Tavares criavam alguma preocupação à defensiva contrária. Numa incursão pelo lado esquerdo de Ragner, que vai à linha de fundo centrar para o interior da área de João Pedro, com este a não corresponder da melhor maneira para intercetar o lance, concedendo a Luís Tavares e Patrick a possibilidade de inaugurar o marcador, sendo mais feliz Patrick devido à sua velocidade e perceção do lance. Bonito golo do jovem Patrick que na época passada era um dos esteios da equipa júnior do Atlético Alcanenense, assim como Bruno Ferreira e Lista que também fazem parte do plantel sénior da presente época, não sendo utilizado neste jogo o jovem Lista.

1º golo por Patrick aos 9´ de jogo
Aos 9 minutos de jogo, Patrick (número 7) abriu a contagem para o ACA

No segundo tempo a equipa de Alcobaça conseguiu equilibrar as operações, vendo Max negar-lhe o empate num remate de cabeça (pareceu-nos de Daniel), com o guardião do Atlético a fazer a defesa da tarde. A equipa do Ginásio insistia nessa toada ofensiva e José Torcato sentiu que tinha que fazer alguma coisa. O treinador dos auri-negros opera algumas alterações, que surtiram efeito, tendo mesmo surgido o segundo golo por intermédio de Miguel, que sem receio concluiu uma jogada de ataque da sua equipa entrando em duelo um para um, com incursão na área e desferindo um remate descaído sobre o lado esquerdo sem hipótese para João Pedro.

A equipa forasteira sentiu o efeito deste segundo golo, porque se já estava complicado, mais se tornava, tendo os homens de Alcanena aproveitado para descontrair e controlarem o jogo até final.

2-0 para o Atlético por intermédio de Miguel, aos 84´da partida.
Segundo golo do jogo apontado por Miguel, eram decorridos 84 minutos de jogo

Vitória justa da equipa que menos erros cometeu. Quanto à equipa de arbitragem que veio da cidade do Mondego, realizou um trabalho bastante aceitável.

Ficha do Jogo

Estádio Municipal Joaquim Maria Baptista

Árbitros: Nuno Roque, Fábio Monteiro e João Martins (CA Coimbra)

IMG_9228
Trio de arbitragem de Coimbra

AC Alcanenense

Max, Peu, Luís Oliveira, Sandro, Ito, Faia, Bruno Santos (Simão), Eddy (Bruno Ferreira), Ragner, Patrick (Miguel) e Luís Tavares

Suplentes: Francisco, Miguel, Bruno Ferreira, Lista, Simão, Igor e Bruno Matos

Treinador: José Torcato

IMG_9233
Atlético Clube Alcanenense

GC Alcobaça

João Pedro, Ricardo Soares, Paulo Brites, Daniel Esteves, Rui Rodrigues (Rafael Portela), Miguel Pinheira, Joel Mendes (Bruno Daniel), Sérgio Neves, Diogo Santana, Vasco Gonçalves (Luís Filipe) e Ruben Pereira

Suplentes: Rui Oliveira, Vasco Pontes, Luís Filipe, Bruno Daniel, Miguel Jacinto, Rafael Portela e João Candeias

Treinador: Filipe Faria

Ginásio C.A.
Ginásio Clube de Alcobaça

Marcadores: Patrick (9’) e Miguel (84’)

Cartão amarelo: Peu (71’) ; Rafael Portela (82’) e Paulo Brites (88’)

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome