Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol: Caxarias venceu em Atalaia e mantém a esperança no apuramento (com áudio)

21 de fevereiro de 2016, 15 horas, Atalaia

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 2ª Divisão de Seniores da Associação de Futebol de Santarém

União Desportiva Atalaiense 1 – Centro Cultura e Desporto de Caxarias 2

- Publicidade -

Primeira parte muito parada, quase a roçar a monotonia. A partida até começou a prometer, pois Cipriano ao terceiro minuto, de fora da área tenta alvejar a baliza atalaiense, fazendo a bola passar pouco ao lado do poste direito da baliza de Rafael. Podia ser indicio de uma partida movimentada, mas não foi. Até ao minuto 25 nada a referir, jogo dividido no meio campo, com a bola a chegar raras vezes às imediações das balizas.

Ao minuto 25, numa jogada rápida de ataque da UDA, conduzida por David Heitor (pareceu-nos arrancar ligeiramente adiantado ao penúltimo defensor), aparece Rui Santos (que pouco depois por lesão daria o lugar a Alcarraio) na zona central em cima da pequena área a rematar para golo, mas Marco com um voo vistoso evita o golo caseiro. Este pareceu ser o lance que espevitou um pouco o jogo, pois os lances de perigo junto das balizas, não sendo uma constante começaram a acontecer.

_MG_8147
Marco com uma brilhante intervenção nega o golo aos atalaienses.

Aos 33 minutos de jogo numa jogada aparentemente inofensiva, o último reduto atalaiense (guarda-redes incluído) embrulha-se com a bola e permite que Dan se intrometa na jogada. Na confusão Dan e Rafael dividiram o lance, a bola fica perdida entre as mãos do guarda-redes e as pernas do avançado, acabando o avançado por cair, levando Filipe Correia, de pronto, a apontar para a marca de grande penalidade. À distância a que nos encontramos e com tanta confusão durante o lance, não conseguimos dizer se a decisão é correta ou incorreta, mas a prontidão do apito leva-nos a querer que não houve dúvidas para o árbitro da partida.

_MG_8163
Lance que dá a grande penalidade ao Caxarias.

Lima, que se cotou com uma boa exibição, bate a contar, mas Rafael com soberba intervenção evita o golo.

_MG_8170
Rafael num soberbo voo evita que os visitantes inaugurassem o marcador.

Antes do apito final dos primeiros 45 minutos, a União Atalaiense perde nova clara oportunidade de golo. David Heitor perto do risco fatal não consegue ser mais lesto que Ed, permitindo ao defesa de Caxarias afastar a bola.

_MG_8183
Ed em cima da linha tira o golo aos alvi-negros.

Ao intervalo registava-se um empate a zero muito por culpa dos guarda-redes que mesmo tendo pouco trabalho, quando foram chamados a intervir corresponderam em grande nível.

No segundo tempo a partida melhorou, também por culpa dos treinadores que ao intervalo mexeram nos onzes e as substituições trouxeram outra dinâmica ao jogo. António Canhoto, faz entrar Alex e muda o figurino tático da equipa, passando a jogar com dois homens na frente, enquanto Marco Marques faz entrar Afonso, dando mais velocidade ao seu setor ofensivo.

Começou a tirar frutos das substituições o Caxarias, pois aos 56 minutos chega ao golo por Afonso. Barrela, junto da sua área, parecia ter o lance controlado, perde o esférico para Afonso, que “galga” alguns metros e vendo Rafael adiantado faz um primoroso “chapéu” colocando a bola no fundo da baliza da equipa do Concelho de Barquinha.

_MG_8204
Afonso coloca a bola por cima de Rafael e faz o 0-1.

Reage muito bem a equipa de Atalaia e em dois minutos podia ter empatado, ambas as situações por Alex. Aos 58 minutos num cabeceamento cruzado faz a bola sair a centímetros do poste de Marco e aos 57 usando a sua melhor arma, a velocidade, bate Ed e só com Marco pela frente atira ao lado. Mais tarde numa jogada quase igual, consegue fazer o golo.

_MG_8215
Alex de cabeça atira ao lado, perdendo o empate.

_MG_8219
Novamente Alex, na cara de Marco, atira ao lado. Mais tarde em lance quase idêntico faz o golo.

Com o avançar do tempo e numa tentativa de chegar ao golo, António Canhoto, sobe ainda mais as suas linhas e faz entrar Telmo Ventura para o meio-campo para pautar o jogo atalaiense, passando Cadete, que até aí tinha tido esse papel, a ser servido na direita. Arriscou como lhe competia, mas isso trouxe um risco. Começou a haver mais espaços para o Caxarias explorar o contra-ataque que tanto gosta. E foi num desses lances, aos 78 minutos, a explorar o espaços nas costas da defensiva alvi-negra, que Dan aparece frente a Rafael e faz o 0-2.

_MG_8248
Dan aproveitou o espaço nas costas dos atalaienses para fazer o 0-2.

Volvidos três minutos (81′), Alex, num lance quase idêntico ao já ilustrado em cima, chega finalmente aos golos dos atalaienses. Os últimos minutos do jogo, foram de animação junto das balizas. Afonso, numa jogada parecida com o lance do segundo golo, não faz o 1-3 porque a bola saiu ao lado da baliza e no último lance do jogo, Vitor Beltrão, fez “parar os corações” das gentes de Caxarias ao rematar um tudo nada por cima da trave de Marco.

Vitória da equipa de Caxarias que se aceita se explicarmos o jogo pelo lado da eficácia. No futebol ganha quem marca, ambas as equipas produziram lances para golo, mas os homens do concelho de Ourém mostraram ser mais pragmáticos e eficazes que os atalaienses. Para além dos marcadores dos golos, destacamos as exibições dos dois guarda-redes, Rafael e Marco, Cadete (Atalaiense) e Lima (Caxarias).

Quanto ao trio de arbitragem, tirando o já explicado no lance da grande penalidade, rubricou um trabalho que não influenciou o resultado final, o que é sempre bom sinal.

Ficha do jogo

Parque Desportivo Municipal de Atalaia

Árbitros: Filipe Correia, Pedro Lopes e Diogo Gonçalves

_MG_8106
Diogo Gonçalves, Filipe Correia e Pedro Lopes

UD Atalaiense

Rafael, Vitor Beltrão, Ricardo Ruivo, Banana, Fábio Duque, Barrela, André Valente (Alex), Abalada, Rui Santos (Alcarraio), David Heitor (Telmo) e Cadete

Suplentes: Pita, Alex, Alcarraio, Telmo Ventura, Sérgio Santos, Pedro Silva e Danny

Treinador: António Canhoto

_MG_8124
União Desportiva Atalaiense

CCD Caxarias

Marco, Maneca, Pedro Franco, Ed, Zé Miguel (Afonso), Cipriano, Ricardo Évora (Zé Tavares), Lima, Dan, Fábio Gonçalves (Natividade) e Tapadas

Suplentes: Zé Pires, Natividade, David, Zé Tavares, Luís, Afonso e Daniel

Treinador: Marco Marques

_MG_8122
Centro Cultura e Desporto de Caxarias

Marcadores: Alex (81′) ; Afonso (56′) e Dan (78′)

A opinião dos treinadores:

António Canhoto (Atalaiense)

António Canhoto (Meszaros)
António Canhoto

 

Marco Marques (Caxarias)

Marco Marques (2)
Marco Marques

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome