Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Setembro 26, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol (1ª Distrital): “Caixeiros” vencem União de Tomar e garantem manutenção (com áudio)

24 de abril de 2016, 16 horas, Santarém

- Publicidade -

Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Seniores da Associação de Futebol de Santarém

Grupo de Futebol dos Empregados no Comércio 3 – União Futebol Comércio e Indústria de Tomar 1

- Publicidade -

Crónica do jogo por Jorge Duarte

IMGP0120
Jorge Duarte

13041063_1161925057172116_1355641571053883469_o
Entrada das três equipas em campo. Foto João Pereira Fidalgo

Ultima jornada do campeonato e último jogada da equipa da casa para se manter na primeira divisão distrital, onde só dependia de si própria para conseguir a manutenção. Para isso bastava-lhe vencer, mas o adversário que tinha pela frente não era fácil, pois defrontava o descansado União de Tomar, já com a sua situação perfeitamente resolvida.

O União de Tomar, mesmo assim não facilitou e foi até a equipa que primeiro podia ter marcado. À passagem do primeiro quarto de hora, primeiro foi Diogo Moreira que desperdiçou aquilo que parecia um golo feito e depois, na sequência de um canto, foi a vez de Luís Pedro, numa bola de ressalto à entrada da grande área rematar à meia volta por cima da barra.

Estava dado o mote para toda a primeira parte, com o União a tentar ser mais organizado em busca do golo e o Empregados do Comércio a responder em contra ataque e sempre através de bola rápida na frente, tendo também conseguido duas situações de golo, uma por Valter  Xaparro e uma outra por Benny, mas em ambas os jogadores da casa chegaram ligeiramente atrasados aos lances, perdendo assim a oportunidade de marcar.

Assim ao intervalo o resultado aceitava-se, mas com os outros resultados nos outros jogos onde se discutia também a permanência, o Empregados no Comércio descia de divisão.

13048074_1161926087172013_4801858716654610096_o
O perigou rondou a baliza do União de Tomar. Foto João Pereira Fidalgo

Talvez por esse facto a equipa sentiu que tinha mesmo de ganhar o jogo, pelo que na segunda parte passou a aparecer mais no ataque, metendo mais gente na frente e tentando o golo, sobretudo de bola parada, onde de livre, canto ou até de lançamentos causava sempre perigo para a área e baliza dos tomarense.

E foi num desses lances – um livre lateral – que chegaria ao golo, através do central Dany. Mas o melhor estava ainda para vir, pois seis minutos depois Valter Xaparro desmarca-se bem, leva a bola até à linha final e cruza atrasado para Zé Miguel, que remata cruzado e faz o segundo golo. Em dia de despedida dos relvados, melhor prenda não podia haver. Mas Benny não quis ficar atrás dos seus companheiros e fez o três zero num golo de bandeira, daqueles que só acontecem de vez em quando.

O jogo estava resolvido a dez minutos do fim, mas os nabantinos ainda reagiram marcando o tento de honra por Diogo Moreira depois de uma boa jogada pela esquerda conduzida por Douglas, que centrou para a meia lua, onde Fábio Viera já a jogar a avançado podia ter rematado de primeira, mas deu apenas um pequeno toque para o lado onde estava a aparecer Diogo Moreira que fez um belo golo em remate cruzado.

Os números podem ser exagerados para o que se passou em campo, mas foi uma vitória justa do Empregados no Comércio, que meteu muita força, garra e vontade de vencer o jogo, tendo colhido frutos dessa forma de actuar.

O trio de arbitragem foi bem escolhido para este jogo e Jorge Maia e seus assistentes não deixaram os seus créditos pelo caminho, realizando boa arbitragem de principio a fim, num jogo muito cerrado e de muita luta.

Ficha de jogo

Campo da Ribeira de Santarém

Árbitro: Jorge Maia, Nelson Andrade e João Veríssimo

13064479_1161925367172085_4221582359469941282_o
Trio de arbitragem e capitães de equipa na escolha de campo. Foto João Pereira Fidalgo

GF Empregados no Comércio

Picão, Rui Simões, Dany, Ruas, Serginho, Pató, Zé Miguel (Zé Santos), Benny, Ricardo Alves (Godinho), Valter Xaparro (Vasco) e Miguel Calisto

Suplentes: Formiga, Diogo, Godinho, Zé Santos, Vasco.

Treinador: Jorge Peralta

União FCI de Tomar

Fábio Silva (João Brito), David Vieira, Filipe (Telmo), Figueiredo, Fábio Vieira, Nuno  Rodrigues, Douglas, Luís Pedro, Pelé (Dilan), Diogo Moreira e Tiago Vieira

Suplentes: João Brito, Queijinho, André Silva, Telmo, Faustino, Dilan

Treinador: Lino Freitas

Marcadores: Dany (67’), Zé Miguel (73’) e Beny (79’) ; Diogo Moreira (87’)

Cartão amarelo: Dany

A opinião dos treinadores:

Jorge Peralta (Empregados no Comércio)

_MG_9791
Jorge Peralta

 

Lino Freitas (União de Tomar)

Lino Freitas (2)
Lino Freitas

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome