Futebol: Alteração às Séries do CPP não é consensual entre as equipas (com áudio)

As equipas da região do Médio Tejo que irão disputar o Campeonato de Portugal já conhecem a constituição definitiva das séries em que irão competir, as equipas com quem irão esgrimir argumentos e o enquadramento das jornadas do Campeonato.

PUB

Muitos cenários foram traçados, mas só ontem a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou a constituição definitiva de cada série, e algumas surpresas foram reveladas.

Inicialmente, a 20 de julho, no Comunicado Oficial (CO) 16, que anunciava o sorteio das jornadas do Campeonato, onde podia ler-se, “Divulgamos em anexo a constituição das séries que serão consideradas neste sorteio e formadas em cumprimento do disposto nos n.ºs 3 e 4 do art.º 11 do Regulamento da Prova”. Neste CO foi anunciado pela FPF que as equipas dos Açores iriam todas para a Série F, juntamente com as equipas de Lisboa, o Gafetense (Portalegre) e o Caldas (Leiria), ficando as equipas do Médio Tejo (Alcanenense, Fátima, Sertanense e Vitória de Sernache) na Série E, com os restantes representantes de Castelo Branco, Coimbra e Leiria.

PUB

Ontem, 26 de julho, em novo Comunicado Oficial, o CO 21, a FPF anunciava uma nova e diferente constituição das séries. Dividia as equipas dos Açores pelas Séries E e F, o que obriga mais equipas a terem que se deslocar aos Açores e empurra o Alcanenense para a Série F. Como justificação para esta alteração pode ler-se no CO 21 da FPF:

“Dispõem os nº3 e nº4 do art.º11 do Regulamento da Competição que:

PUB

“3. O agrupamento das séries é elaborado de acordo com a localização geográfica dos Clubes, em conformidade com o critério publicitado por Comunicado Oficial da FPF.

4. Os Clubes da Região Autónoma da Madeira são colocados alternadamente nas séries mais a Norte e os Clubes da Região Autónoma dos Açores nas séries mais a Sul, de acordo com a ordem das séries.”

Nesta conformidade, os clubes da Região Autónoma da Madeira e os clubes da Região Autónoma dos Açores, deverão ser distribuídos respetivamente, nas séries A a D e E a H, tal como tem vindo a suceder nas épocas mais recentes.

Acontece porém que, por força da aplicação restrita das coordenadas geográficas das sedes dos clubes na nova forma de identificação da localização para efeitos da formação das séries, os clubes dos Açores, que são 5, ficam todos incluídos na mesma série (F).

Considerando, por um lado, que tal situação obrigaria a que cada um dos restantes clubes do Continente inseridos nessa série, efetuasse 5 deslocações à Região Autónoma dos Açores, é também verdade que há que acautelar a intenção regulamentar de garantir a otimização das distâncias a percorrer no Continente, pelos participantes da RAA após as suas chegadas ao Aeroporto de Lisboa.

Por esta razão, a distribuição das séries do Campeonato de Portugal Prio, divulgadas pelo CO nº16, de 2016.07.20, é pelo presente alterada em relação às séries E e F.”

Assim, e após o CO nº21 as Séries E e F têm a seguinte constituição:

Série E Associação de Futebol Série F Associação de Futebol
União Desportiva de Leiria Leiria Caldas Sport Clube Leiria
Associação Naval 1º de Maio Coimbra Ginásio Clube de Alcobaça Leiria
Clube Desportivo Carapinheirense Coimbra Sport Clube União Torreense Lisboa
Sport Benfica e Castelo Branco Castelo Branco União Desportiva Vilafranquense Lisboa
Sertanense Futebol Clube Castelo Branco Clube Desportivo de Mafra Lisboa
Grupo Desportivo Vitória de Sernache Castelo Branco Grupo Desportivo e Recreativo Gafetense Portalegre
Associação Recreativa e Cultural de Oleiros Castelo Branco Atlético Clube Alcanenense Santarém
Centro Desportivo de Fátima Santarém Sport Clube Lusitânia Angra do Heroísmo
Clube Operário Desportivo Ponta Delgada Sport Clube Angrense Angra do Heroísmo
Sporting Clube Ideal Ponta Delgada Sport Clube Praiense Angra do Heroísmo

f

Esta alteração gerou variadas reações e o mediotejo.net ouviu três dos quatro representantes das equipas da região do Médio Tejo.

José Torcato (Presidente e Treinador do Alcanenense)

Jose Torcato Alcanenense
José Torcato

 

João Henriques (Treinador do Fátima)

_MG_9840
João Henriques

 

António Joaquim (Presidente e Treinador do Vitória de Sernache)

Antonio Joaquim Sernache
António Joaquim

f

Hoje ficou a saber-se também o calendário do CPP e, na primeira jornada marcada para 21 de agosto de 2016, a sorte ditou que todas as equipas da região do Médio Tejo jogassem fora de casa. O Curioso é que três delas vão viajar até aos Açores.

Campeonato de Portugal Prio – 1ª Jornada – 21 de agosto

Associação Recreativa e Cultural de Oleiros – Sertanense Futebol Clube

Sporting Clube Ideal – Grupo Desportivo Vitória de Sernache

Clube Operário Desportivo – Centro Desportivo de Fátima

Sport Clube Praiense – Atlético Clube Alcanenense

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here