Futebol: Alcanenense imparável na segunda parte vence sem contestação

Foto: Francisco Henriques

Alcanena, 30 de outubro de 2016, 15 horas

PUB

Campeonato de Portugal – Série F

8ª Jornada

PUB

Atlético Clube Alcanenense 4 – Grupo Desportivo e Recreativo Gafetense 1

Crónica de Francisco Henriques

PUB

O Atlético Alcanenense confirmou esta tarde o bom momento de forma que atravessa. Depois da boa exibição frente ao Feirense para a Taça e da vitória nos Açores na última jornada do Campeonato, o interesse estava em saber se os comandados de José Torcato mantinham os bons registos. Ao fim dos noventa minutos, frente aos alentejanos do Gafetense, pode dizer-se que sim.

A primeira parte do jogo foi disputada sobre o desígnio do equilíbrio, embora o sinal mais tenha pertencido sempre aos donos da casa, que estiveram sempre mais perto da área adversária, aplicando um futebol vertical e aproveitando as bolas paradas para colocar a bola perto da baliza contrária. Mostraram muita vontade em querer fazer as coisas bem, mas o resultado não se alterou.

A etapa complementar foi muito animada, fruto dos cinco golos apontados. Ao segundo minuto (47 de jogo), o Alcanenense chega à vantagem por intermédio de Itto. Pontapé de canto cobrado para o interior da área do Gafetense e Itto com um cabeceamento fortíssimo desfaz a igualdade. A bola saiu com um força tal da cabeça do brasileiro que mais parecia ter sido remata com o pé.

Entre o minuto 55 e o 65, o jogo teve muita agitação. Primeiro foi o penalti que Ragner desperdiçou, a punir falta sobre Patrick. O avançado alcanenense remata forte mas Vitor Rodrigues, que representou o Alcanenense em 2014-2015, fez uma enorme defesa. Três minutos volvidos e novo penalti para os da casa, devido a derrube de Luís Tavares. Ragner voltou a assumir, bateu novamente em força, mas um pouco mais alto e desta vez fez o segundo do jogo.

Ragner fez o segundo golo do jogo de penalti. Foto ACA
Ragner (nº10) fez o segundo golo do jogo de penalti. Foto ACA

Aos 63 minutos foi a vez dos alentejanos festejarem. Desatenção da defensiva da auri-negra, a bola é colocada nas suas costas e Ivo Braz não perdoou. Bastaram apenas dois minutos e houve nova mexida no marcador. Golo de João Leonardo. O avançado recebe dentro da área, trabalha bem e remate colocado de pé esquerdo para um golo de belo efeito.

PUB

Depois de tanta animação e quase em jeito de descompressão, preparando a moldura humana para uns últimos vinte minutos mais calmos em termos de emoções, Patrick estabelece o resultado final, ao fazer o 4-1 ao minuto 71.

Até final foi ver o Alcanenense a gerir a posse de bola e os ritmos do jogo, garantindo assim três pontos conquistados de forma inquestionável.

O trio de arbitragem realizou um trabalho positivo. Na primeira grande penalidade é muito difícil avaliar, não só pela rapidez da jogada mas pela distância. Houve muita contestação por parte do Gafetense, mas ao árbitro, mais perto do local damos o beneficio da duvida. Na segunda grande penalidade sobre Luís Tavares, não há dúvidas da falta.

Onze iniciall do Atlético Clube Alcanenense. Foto ACA
Onze iniciall do Atlético Clube Alcanenense. Foto ACA

Ficha do jogo

Estádio Municipal Joaquim Maria Baptista

PUB

Árbitro: André Pereira  (CA da AF Lisboa)

Árbitros Assistentes: Vitor Calhé e José Costa

AC Alcanenense

Hélio, Itto, Merih, Luís Oliveira, Peu (Nicolas), Filipe Faia, Patrick, (Miguel Miguel), Bob, Luís Tavares, João Leonardo e Ragner (Edy)

Suplentes: Francisco, Simão, Nicolas, Elton, Edy, Bruno Ferreira, Miguel

PUB

Treinador: José Torcato

GDR Gafetense

Vítor Rodrigues, Miguel Silva, Igor Cartaxo, Yuran, Elton, Diogo Fernandes, Mark, Cláudio, Bruno Lima (Macky), Fred e Ivo Braz

Suplentes: Tiago, Bruno Gonçalves, David Lourenço, Makcy, Falé, Duarte Borralho, Carlos Augusto

Treinador: João Vitorino

PUB

Cartão amarelo: Ragner (25′) ; Miguel Silva (9′), Elton (20′), Yuran (54′), Diogo Fernandes (58′), Macky (87′)

Marcadores: Itto (47), Ragner (58),  João Leonardo (65) e  Patrick (71) ; Ivo Braz (63′)

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here