Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol | Afeiteira conquista em Abrantes Taça das Taças do Inatel perante Fradelos (C/FOTOS)

Não foi debaixo de um calor abrasador, nem debaixo de chuva, mas sim numa tarde solarenga e já a começar a cheirar a Outono que se disputou a primeira Final Nacional da Fundação Inatel da época, em pleno Estádio Municipal de Abrantes, não muito composto de público, por falta de “propaganda”, talvez, ou por haver mais jogos a serem disputados à hora desta final. Seja como for, o público que compareceu, as claques e as equipas em campo não deram o tempo por perdido num jogo emocionante e com desfecho incerto até ao final numa excelente jornada de propaganda do futebol amador.

- Publicidade -

No bem tratado relvado natural de Abrantes, uma equipa de arbitragem experiente e bem “cotada”, antevia-se um bom jogo, entre duas formações ávidas de conquistar este troféu.

Se no papel tínhamos o Inter de Fradelos (Braga) com rótulo de favorita pelos títulos todos alcançados na época passada, do outro lado estava uma formação da Afeiteira (Évora) que vinha de um jogo para a Taça Dinis Vital no dia anterior, e esta final disputada num relvado natural o que iria, sem dúvida alguma, causar mossa nas pernas.

- Publicidade -

Foto: Telmo Gomes

Desde cedo se percebeu que o Inter de Fradelos queria  segurar as rédeas do jogo, com muita posse de bola e tentando chegar a baliza adversária com trocas sucessivas de bola. Já a Afeiteira sabia que não poderia jogar de igual para igual e esperava o erro do adversário para recuperar a bola e lançar perigosos contra ataques.

Foi sem surpresa que após várias chegadas à baliza da Afeiteira, o Inter de Fradelos chegou a vantagem por Bilinho. Daí para a frente, a Afeiteira tentou subir as linhas e os seus avançados rapidíssimos começaram a criar mais perigo na área do Inter de Fradelos.

E o golo do empate chegaria ainda na primeira parte. Num cuzamento efetuado para a área, uma tentativa de corte de um jogador do Inter de Fradelos levou a bola a embater no seu braço e causou uma grande penalidade. O lance não foi desperdiçado, e a penalidade foi convertida pelo “pequeno nº10” da Afeiteira, Toni.

Não foi preciso esperar muito tempo para assistir a novo erro defensivo do Inter de Fradelos. Uma perda de bola na zona defensiva isolou de novo Toni que fintou o guarda redes do Inter de Fradelos e deu a cambalhota no marcador para surpresa quase geral do Estádio Municipal. A o intervalo, o conjunto de Évora vencia por 2-1.

Uma perda de bola na zona defensiva isolou de novo Toni que fintou o guarda redes do Inter de Fradelos e deu a cambalhota no marcador. Foto: Telmo Gomes

Na segunda parte esperava se uma reacção forte do Inter de Fradelos, mas foi a Afeiteira nos primeiros minutos da segunda parte, com a ajuda do vento a seu favor, que segurou o jogo e tentou ampliar a vantagem. Mas aos poucos, a reacção do Inter de Fradelos foi aparecendo, e as pernas dos homens da Afeiteira começavam a fraquejar (dois jogos em dias seguidos não é para nenhum amador).

Mesmo assim, a defesa do Inter de Fradelos nunca descansou por causa do “pequeno nº10” que não parava quieto. Não fossem os dois guarda redes e tínhamos assistido a mais dois ou três golos, e foi apenas já nos últimos segundos de jogo, a cerca de dois minutos do fim, que o Inter de Fradelos finalmente conseguiu empatar o jogo, num golo de Lass que levantou dúvidas aos homens da Afeiteira, mas o empate estava feito.

A final esteve sempre bem protegida em Abrantes com espetadores muito atentos ao desenrolar do desafio. Foto: Telmo Gomes

No desempate pelo pontapé das grandes penalidades, a Afeiteira foi mais feliz, viu o Lipinho defender-lhes duas grandes penalidades, mas do outro lado, o Inter de Fradelos viu o João defender uma grande penalidade, e por duas vezes falharam o alvo. Assim sendo  no ultimo remate da Afeiteira, Nuno Mateus  introduziu  a bola na baliza e carimbou a conquista da Taça Fundação INATEL 2019 para a Afeiteira.

Telmo Gomes, 39 anos, operário fabril, gere o blogue “Cantinho do Primeiro Andar”.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome