Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Junho 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Futebol | Abrantes e Benfica mostrou credenciais perante Tramagal em construção (C/fotos e áudio)

SPORT ABRANTES E BENFICA 7 – TRAMAGAL SPORT UNIÃO 0
Jogo de preparação
Estádio Municipal
Abrantes
24-08-2019

- Publicidade -

Uma temperatura a rondar os 38ºC, com vento moderado a amenizar um pouco, convidava a outros desportos que não o futebol mas à hora marcada o esférico já rolava no Municipal abrantino. Frente a frente duas equipas em tudo diferentes em jogo de preparação para a nova temporada. De um lado o Sport Abrantes e Benfica (SAB), que vai disputar o campeonato da 1ª divisão distrital, do outro o Tramagal Sport União (TSU), que compete no escalão secundário.

Muito calor no Municipal.

- Publicidade -

O SAB, atual campeão da divisão secundária, manteve a base da equipa invicta na época transata acrescida de alguns reforços e o objectivo será a manutenção, podendo intrometer-se nos lugares cimeiros.

O Tramagal com uma equipa em construção, com muitas ausências neste jogo, sofreu várias remodelações, a começar na equipa técnica. A viver um momento de transição diretiva, tem vindo a mobilizar adeptos sendo expectável que lute por um lugar na “poule” que irá disputar a subida.

Algumas caras novas em ambos os conjuntos.

Com uma semana de treinos o Abrantes e Benfica já apresenta outro “andamento”. Nem o jogo disputado de manhã, em Ponte de Sôr, contra o Eléctrico, (derrota por 4-2), constituiu “handicap” para partir para uma goleada. Esteve melhor em todos os momentos e setores do jogo.

Defesa “azul” com muito trabalho.

Um Tramagal abnegado, com apenas três suplentes, foi incapaz de travar a “fome” de golos dos pupilos de Paulo Seninho.

Começou por sofrer o primeiro golo logo no segundo minuto de golo com Marcos Patrício a bater João Félix. O reforço Paulito (ex-Pego) deixou a sua marca no jogo ao fazer o segundo golo dos abrantinos aos seis minutos. O Tramagal sacudiu a pressão e foi tentando chegar à área contrária mas sem conseguir marcar.

Marcos Patrício abriu a contagem.

E foram mesmo os “encarnados” a aumentar a vantagem numa grande penalidade bem marcada por Barrocas. O resultado ao intervalo ajustava-se e poderia ser mais dilatado não fosse o desperdício dos abrantinos.

Tramagal sacudiu a pressão e teve bons momentos.

Apesar das alterações operadas no descanso a matriz do jogo não se alterou com a equipa da casa mais ofensiva e os “metalúrgicos” tentando defender com segurança, começando o processo de construção ofensiva nos homens mais recuados.

Foi sem admiração que os abrantinos dilataram a vantagem, por Rafa, logo cinco minutos após o recomeço. Pouco depois, aos 48 minutos, Marcos Patrício marcou mas o lance foi anulado por posição irregular. Não contou mas valeu o golo de Damas, no minuto seguinte, a chegar à mão cheia.

Capitão Gonçalo Fernandes tenta organizar a estratégia tramagalense.

Aos 67 minutos Rafa bisou no encontro, da marca dos onze metros. As contas foram fechadas com o golo de melhor execução na partida. Rodrigo Carraceno recebeu uma reposição do guarda redes Serafim e do meio campo executou um chapéu perfeito.

Resultado dilatado mas ajustado a espelhar as diferenças das duas equipas. Ambas as equipas tem potencial mas muito trabalho está por fazer.

Arbitragem de Hugo Silva, sem auxiliares, sem problemas. Ninguém complicou e o árbitro também não.

Árbitro com tarde tranquila.

FICHA DO JOGO:

SPORT ABRANTES E BENFICA:
Canais, Daniel, Toni, Roldão, Diogo Rocha, Diogo Mateus, Barrocas, Zé Pedro, Paulito, Marcos Patrício e Damas.
Suplentes: Mascate, Luís Loureiro, Luís Silva, Manuel Vitor, Rafa, Miguel Domingues, Rodrigo Carraceno, Miguel Catarino, Afonso Félix e João Marques.
Treinador: Paulo Seninho.

Sport Abrantes e Benfica. Arquivo mediotejo.net

TRAMAGAL SPORT UNIÃO:
João Félix, Rui Matos, Condeixa, Daniel Jesus, Gonçalo Fernandes, Freitas, Roma, Zé Garcia, André Miguel, Espadinha e Pedro Bráz.
Suplentes: Serafim, Pisco e Damas.
Treinador: Júlio Batista.

Tramagal Sport União. Arquivo mediotejo.net

GOLOS: Rafa (2), Marcos Patrício, Paulito, Barrocas, Damas e Rodrigo Carraceno (Abrantes).

ÁRBITRO: Hugo Silva.

Árbitro Hugo Silva.

No final fomos ouvir ambos os técnicos:

Seninho, treinador Sport Abrantes e Benfica (foto: mediotejo.net)

Júlio Batista-Treinador do Tramagal Sport União.

*Com David Belém Pereira (fotos e áudio).

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome