Futebol (1ª Distrital): Pego entra em grande ao vencer em Ourém (com áudio)

Foto Cátia Matos

Ourém, 11 de Setembro de 2016, 17 horas

PUB

Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Seniores da A.F.S.

1ª Jornada

PUB

Clube Atlético Ouriense 1 – Casa do Povo do Pego 2

Crónica de João Sampaio

PUB

Primeira jornada do campeonato aguardada com grande expetativa para as duas equipas, uma vez que os ourienses apostam em fazer uma época mais tranquila que a anterior e os pegachos, vindo do escalão secundário, pretendem estabelecer-se no patamar mais alto do futebol distrital.

Com algum calor, começaram melhor os donos da casa, que mostraram mais posse de bola, melhor circulação e com passes a toda a largura do terreno iam tentando chegar à baliza de Daniel. Diga-se que a chamada a titular de Daniel para o lugar de Norberto constituiu uma surpresa, mas o jovem guardião acabou por corresponder e bem à responsabilidade. Os comandados de Cajó iam criando alguns calafrios ao último reduto do Pego, mas na hora de entrar na zona de rigor, o discernimento não era o melhor ou então aparecia um bloco defensivo pegacho quase irrepreensível.

Os forasteiros jogando numa toada de expetativa, povoaram o seu meio-campo, deram a iniciativa de jogo ao adversário e iam tentando sair em contra-ataques.

Diga-se que o Ouriense tudo fez para ir a vencer para o intervalo, não o conseguindo devido ao bom desempenho defensivo do Pego e por ineficácia do seu ataque. No final dos primeiro quarenta e cinco minutos registava-se um empate a zero.

img_5571
Foto Cátia Matos

A etapa complementar foi mais movimentada. O Ouriense tentou imprimir mais velocidade, para tentar colocar-se na frente do resultado e depois gerir as operações. Foi criando alguma oportunidades, mas Daniel e os seus colegas da defesa, iam segurando o empate. Já diz a batida frase do futebolês, “quem não marca sofre”, e foi isso que aconteceu. Numa saída organizada do Ouriense, na fase inicial de construção acontece um mau passe, João Ruivo que vinha a recuperar no terreno fica com a bola, vai até à linha de fundo, cruza da direita e ao primeiro poste Luís Ferreira antecipa-se ao guardião ouriense, fazendo o primeiro do jogo. Balde de água fria para as hostes da casa, mas como o calor era tanto, rapidamente o efeito passou e foram em busca do empate. O que veio a acontecer, por Tico, três minutos volvidos. Jogada individual de Testas pela esquerda, dribla alguns adversários e coloca na área, o primeiro remate encontra um defesa pela frente e na recarga Tico restabelece a igualdade.

Com pouco mais de dez minutos para jogar, tudo levava a crer que o empate seria o desfecho final, mas numa situação de bola cá – bola lá, noutro cruzamento da direita, a bola percorre toda a área do CAO, aparecendo Luís Ferreira a bisar na partida, quando faltavam dois minutos para os noventa e o resultado não iria sofre mais alterações.

Pode considerar-se que o Ouriense, pelo que fez, não merecia perder, mas o futebol é um somatório de vários fatores, as equipa montam a estratégia de acordo com as armas que têm, tendo o Pego sido mais eficaz e feliz, conquistado três preciosos e moralizadores pontos, num campo sempre difícil para quem lá se desloca.

O trio de arbitragem esteve em bom nível.

img_5569
Foto Cátia Matos

Ficha do jogo

Campo da Caridade

Árbitro: Filipe Correia

Árbitros assistentes: João Imaginário e Diogo Gonçalves

CA Ouriense

Rafa, Palheta, Pepa, Portugal, Nuno, Ruas (Célio), Marçalino (Testas), Matias, Marques (Pedro Gordo), Tico e Patrick

Suplentes: Mauro, Célio, Neto, Testas, Jota, Martins e Pedro Gordo

Treinador: Carlos Gonçalves

CP Pego

Daniel, João Ruivo, Basílio, Zé Tomé, Igor, Tiago Marchante, Faneca, Danilo (Pisco), Luís Ferreira, Tiago Silva e Singéis (Gustavo)

Suplentes: Norberto, Guilherme, Henriques, Gustavo e Pisco

Treinador: Wilson Leite

Marcadores: Tico (79′) ; Luís Ferreira (76′ e 88′)

A opinião dos treinadores:

Carlos Gonçalves (Ouriense)

Wilson Leite (Pego)

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here