Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Fundação José Neves tem bolsas para atribuir em 13 cursos do Politécnico de Tomar

O Instituto Politécnico de Tomar tem 13 cursos, mestrados e pós-graduações, que podem ser realizados com bolsas reembolsáveis da Fundação José Neves. Até ao final deste ano, esta Fundação, criada pelo fundador da plataforma Farfetch, investirá 1.8 milhões de euros no pagamento de propinas.

- Publicidade -

Em comunicado, refere-se que o programa ISA FJN “garante o pagamento integral da propina para aqueles que queiram continuar ou retomar os estudos e esse investimento só é reembolsado se e quando o estudante atingir as condições para o fazer de forma sustentada”.

O principal objetivo das bolsas reembolsáveis da Fundação José Neves é “democratizar o acesso à educação”. O ISA FJN é “um programa de apoio para todos os portugueses que pretendam investir na sua educação, independentemente da situação pessoal, profissional ou capacidade financeira”. O mercado de trabalho está a mudar rapidamente, “tornando crucial a formação e a aprendizagem ao longo da vida, para responder aos novos desafios que nos são colocados”, sublinha em comunicado Carlos Oliveira, presidente executivo da Fundação José Neves.

- Publicidade -

Dirigido aos estudantes e também a todos aqueles que já estão no mercado de trabalho, o ISA FJN é “um programa de bolsas reembolsáveis, baseado no modelo de acordo de partilha de rendimentos (Income Share Agreement) e tem como objetivo apoiar os portugueses no acesso aos cursos e formações que lhes permitam adquirir as competências para os empregos do futuro, através do pagamento integral da propina”.

As bolsas são aplicáveis a 13 cursos disponíveis, mestrados e pós-graduações, abrangidos pelo ISA FJN no Instituto Politécnico de Tomar, desde Animação e Modelação 3D e Jogos; Design Editorial; Design Multimédia; Engenharia Eletrotécnica; Engenharia Informática – Internet das Coisas; Informática; Manutenção de Sistemas Mecatrónicos; Realização e Produção Televisiva; Som e Imagem; Tecnologia Química; Tecnologias e Programação de Sistemas de Informação; Tecnologias Integradas de Produção Industrial; Web e Dispositivos Móveis.

Os interessados podem obter mais informações e efetuar candidatura aqui.

No total, entre universidades, institutos politécnicos e diversas escolas de formação prática e intensiva, são já 173 os cursos elegíveis e 31 as instituições parceiras do ISA FJN, informa a Fundação.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome

- Publicidade -