Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Freguesias de Ferreira do Zêzere pedem que se mantenham cuidados médicos na Frazoeira

Moradores das freguesias de Nossa Senhora do Pranto e do Bêco, no concelho de Ferreira do Zêzere, concentraram-se ontem junto à extensão de saúde da Frazoeira, num apelo a que se mantenha a assistência médica neste posto.

- Publicidade -

A ação de “sensibilização” foi marcada pelos responsáveis das freguesias depois de constatarem a “tentativa de desviar” os utentes para Ferreira do Zêzere, com a recusa de marcação de consultas para o único médico que se desloca àquela extensão de saúde duas vezes por semana, disse à Lusa José Manuel Russo, presidente da junta de freguesia de Nossa Senhora do Pranto.

“O problema é que começam a desviar as pessoas para depois fecharem”, disse, adiantando que a ação marcada para hoje visa não só dar conta deste “receio” como também alertar para a necessidade de, como aconteceu até junho de 2015, haver “um médico efetivo”, com consultas diárias.

- Publicidade -

“São 1.700 utentes. Ter um médico duas vezes por semana não é suficiente”, afirmou, sublinhando o empenho do clínico, que muitas vezes prolonga o atendimento até horas tardias, e o facto desta extensão de saúde ter tido “um médico efetivo durante mais de 30 anos”.

Manuel Cotrim, presidente da junta de freguesia do Bêco, cujos utentes são atendidos na Frazoeira desde o encerramento, há quatro anos, da extensão de saúde que existia na freguesia, partilha das preocupações de José Russo, com a agravante de que a distância que os seus fregueses têm que percorrer até à sede do concelho é ainda maior.

“A maior parte tem idade avançada e, com reformas de 250, 300 euros, se vão alugar um táxi para ir à consulta ficam sem dinheiro para os remédios ou para comer. Não morrem da doença, morrem da cura”, disse à Lusa.

Questionada pela Lusa, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) afirmou que os serviços médicos continuarão a ser prestados na Unidade de Saúde da Frazoeira, pertencente à Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Ferreira do Zêzere, “através dos meios disponíveis no Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo”.

Por outro lado, mantêm-se assegurados os cuidados de enfermagem todos os dias da semana, incluindo os prestados ao domicílio.

“O encaminhamento dos utentes para a consulta de recurso da UCSP de Ferreira do Zêzere é acionado unicamente quando é atingida a capacidade limite de resposta na Unidade de Saúde da Frazoeira”, adianta a ARS.

A unidade de saúde da Frazoeira abrange as populações das duas freguesias, Bêco e Nossa Senhora do Pranto, esta resultante da recente fusão das freguesias de Dornes e Paio Mendes.

 

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome