“Flor de laranjeira”, por Armando Fernandes

Todos sabemos o significado simbólico de uma flor de laranjeira num casamento, também todos sabemos da existência de numerosos enlaces em que a flor só enganava os distraídos e lorpas porque …eram lorpas. No entanto a flor das laranjeiras paira acima dessas convenções que como todas são para contrariar mesmo quando os transgressores e transgressoras arriscam (arriscavam) pesadas consequências. Heloísa e o humanista Abelardo são disso terrível exemplo. A bela rapariga foi encerrada num convento, o Doctor recebeu a visita dos esbirros e do capador sendo castrado.

PUB

Há um carro de anos no decurso de uma viagem de estudo ao Arquivo das Índias sito em Sevilha o cicerone não se cansava no salientar dos perfumes emanados das flores de laranjeiras do jardim das imediações e, a propósito, desfiava referências às árvores carregadas de lendas da época da ocupação muçulmana referindo obras literárias que li com proveito e prazer algumas das mencionadas.

Desde essa época a água destilada das flores aromatiza carnes, bolos e toda a sorte de confeitaria alegrando comeres de várias composições conferindo-lhe suavidade, perfume, o tal gosto especial de que falam os exegetas das artes culinárias.

PUB

Muitas senhoras que fazem o favor de ler os meus escritos sabem o valor das flores de laranjeira na preparação de infusões destinadas a combater rouquidões e mazelas nas vias respiratórias, outras conhecem óleos de beleza provenientes dessa flor símbolo de promessa de felicidade.

Os interessados nessa matéria podem iniciar o aprofundamento de tal simbologia lendo um bom dicionário de símbolos, no tocante ao seu uso no enaltecimento (também de encobrimento de defeitos) o melhor é seguir a norma poética do fazer fazendo. Por exemplo: ao ser empregue a flor de carqueja a fim do coelho doméstico passar a bravo, adicionar ao preparo água da flor objecto deste escrito.

PUB

O láparo ganha o tal sabor a monte, o cliente aguça o dente, dá um estalo com a língua no palato e o anexim recorda: todo o burro come palha, o que é preciso é saber lha dar, ou então: de noite todos os gatos são pardos!

O malogrado Anthony Bourdain escreveu Cozinha Confidencial no qual desvenda ardis e segredos da arte de enganar os clientes.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here