Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Setembro 19, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ferreira Zêzere e Sertã | Candidatos do PS unidos em defesa de obras na EN 238

Cerca de 50 pessoas ligadas ao PS de Sertã e de Ferreira do Zêzere participaram no dia 26 numa ação de campanha na Ponte do Vale da Ursa, na EN 238, estrada que une os dois concelhos e para a qual defendem a necessidade de requalificação urgente. A ação contou com a presença dos candidatos às duas câmaras municipais, Bruno Gomes e Carlos Miranda, respetivamente.

- Publicidade -

O objetivo desta iniciativa, que contou com a presença do presidente da Federação Distrital de Santarém, Hugo Costa, e do presidente da Federação Distrital do PS de Castelo Branco, Vítor Pereira, era “alertar para a urgente e necessária requalificação da Estrada Nacional 238”, conforme explica a candidatura de Bruno Gomes em comunicado.

Na fase das intervenções, Bruno Gomes destacou a importância desta estrada, que abrange uma região desde o concelho de Tomar ao do Fundão. “Com uma requalificação de fundo, a proximidade entre estas gentes será ainda maior, poderão percorrer esta estrada com maior segurança e rapidez, beneficiando as empresas e a região no seu todo, tornando-a mais desenvolvida”, referiu o candidato.

Disse também que é importante “a criação de um bloco reivindicativo que congregue todos Municípios cuja N238 atravessa, para que dele saia a devida pressão política para que a requalificação seja tornada real” e alertou para a “necessidade urgente de asfaltar os quilómetros desta estrada nacional na Freguesia de Águas Belas, que está deplorável, e cujo tráfego de pesados é elevado”, afirmando que “assim que tomar posse como Presidente da Câmara, este dossier será prioritário para o Município”.

Para os candidatos socialistas, esta é uma via que, “estando requalificada com qualidade, aproximaria as ligações a Lisboa, via A13 e as ligações a Fátima e litoral via Leiria, com todos os benefícios económicos que daí resultariam”.

Hugo Costa, presidente da Federação do PS Santarém, relembrou o trabalho que tem desenvolvido como deputado na Assembleia da República, onde este assunto foi abordado variadas vezes. Mostrou-se disponível para, em conjunto com Vítor Pereira, continuar a reivindicar junto do Governo Central a requalificação da N238 e enalteceu esta ação das duas candidaturas.

Dirigentes distritais do PS com os candidatos às Câmara de Ferreira do Zêzere e Sertã. Foto: DR

IP anuncia dois projetos de intervenção na EN 238 e investimento inicial de 4 ME

Esta iniciativa de campanha do PS surge numa semana em que a Infraestruturas de Portugal (IP) anunciou que vai avançar com dois projetos de requalificação da Estrada Nacional 238, no troço que liga Cernache do Bonjardim (Sertã) e Ferreira do Zêzere, o primeiro dos quais deverá avançar no final do primeiro trimestre de 2022 com a requalificação de taludes e um investimento previsto de 4 milhões de euros.

“A IP tem em fase de conclusão um Projeto de Execução para estabilização de taludes nesta via, entre os km 22 a 28, cujo objetivo passou por identificar os taludes de escavação que se encontravam com necessidade de intervenção neste troço, e definir as propostas de intervenção para estabilização dos mesmos”, disse fonte oficial da IP ao mediotejo.net, tendo acrescentado que, “na sequência deste trabalho, foram já identificadas as zonas a intervencionar, prevendo-se nesta fase um investimento de 4M€ e iniciar a primeira intervenção no final do 1º trimestre de 2022”.

A zona a intervencionar pela IP na EN238, entre os km 22 e 28, apontam para obras de estabilização de taludes entre a Ponte de Vale da Ursa e o Casal da Madalena, a zona mais sensível e que tem originado maiores problemas em termos de derrocadas.

Apesar de identificadas as necessidades de intervenção nos referidos taludes, a IP deu conta que “continua a monitorizar regularmente a evolução do comportamento dos mesmos, não tendo registado evoluções que coloquem em causa a segurança da via e dos seus utilizadores”.

Por outro lado, a IP deu conta de um segundo estudo para um outro projeto de intervenção na EN238, que ainda não está fechado nem tem valores quantificados, documento que vai definir a resposta às atuais condições de circulação e de segurança rodoviária deste troço, com início na Ponte do Vale da Ursa e passagem no interior de Cernache do Bonjardim até à rotunda ao km 34,835 (ligação de Cernache ao IC8).

Relativamente a este segundo projeto, a Infraestrutura de Portugal deu ainda conta ao nossos jornal que o concurso público para elaboração do Projeto de Execução, designado por “ER238 – LD STM/CTB (KM 22+720) E PROX. DE CERNACHE DO BONJARDIM (KM 34+835)”, foi concluído estando o contrato em execução. Prevê-se que o projeto esteja concluído no início de 2022”.

Esta intervenção, acrescenta, “visa a melhoria das atuais condições de circulação e de segurança rodoviária deste troço, com início na Ponte do Vale da Ursa e passagem no interior de Cernache do Bonjardim até à rotunda ao km 34,835”.

A beneficiação deste lanço, cujo projeto de execução deverá estar concluído no início de 2022 e que, como tal, ainda não tem data prevista de arranque nem custos estimados de investimento, incluirá, segundo a IP, “trabalhos ao nível do pavimento, do sistema de drenagem de águas pluviais, de reforço e substituição do sistema de sinalização e dos equipamentos de segurança existentes, bem como a avaliação da contenção dos taludes de aterro”.

Autarquias e políticos defendem há vários anos a necessidade urgente de uma intervenção na Estrada Nacional (EN) 238, que liga Cernache do Bonjardim (Sertã) e Ferreira do Zêzere, tendo lembrado os “contínuos aluimentos e desabamentos” naquela via.

Em janeiro de 2020 foi mesmo assinado o documento de compromisso denominado ‘Declaração de Cernache do Bonjardim”, onde os signatários defenderam como “urgente” garantir que, ainda naquele ano de 2020, se procedesse a “dois níveis de intervenção” na EN 238, “uma mais imediata de contenção e estabilização de taludes, nas das zonas em que o risco de desabamentos é maior, e outra onde se requalifique estruturalmente a via, alterando curvas e criando a segurança necessária para os utentes”.

“A construção da EN238 é dos anos 50, estando o troço entre Cernache do Bonjardim e Ferreira do Zêzere completamente obsoleto, mantendo-se inalterado desde a sua construção, tendo a estrada já sido requalificada desde Oleiros até ao IC8 e deste até Cernache do Bonjardim”, pode ler-se no documento de compromisso denominado ‘Declaração de Cernache do Bonjardim”, assinado pelas entidades presentes na reunião (Câmara Municipal da Sertã, Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere, UFCBNP e o Bloco de Esquerda).

Na mesma nota pode ler-se que “os aluimentos e desabamentos na EN238, que arrastam para a estrada toneladas de pedras e terra, são contínuos e já perduram há anos, provocando acidentes e prejuízos para os utentes que utilizam diariamente esta via rodoviária”, condições que “acarretam riscos elevados para os seus utentes e tem consequências diretas muito negativas para o desenvolvimento local e regional, gerando um forte fator de penalização nomeadamente no transporte de pessoas e mercadorias”.

Os signatários do documento convidaram ainda o ministro das Infraestruturas a “deslocar-se a Cernache do Bonjardim, pela EN238, de modo a conhecer melhor a realidade” em causa.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome