Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Domingo, Outubro 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ferreira do Zêzere/Regresso às aulas | EB1 de Águas Belas encerra e apoio nos manuais até 12º ano

Na sexta-feira, 7 de setembro, o Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere deu as boas-vindas ao corpo docente que vai trabalhar este ano letivo no concelho. A abertura dos trabalhos esteve a cargo do vereador Hélio Antunes, que deu a conhecer alguns dos investimentos que estão a decorrer ao nível do parque escolar ferreirense.

- Publicidade -

Questionado pelo mediotejo.net sobre o destino do jardim de infância e escola básica (JI/EB1) de Águas Belas, cujos pais se manifestaram em reunião de câmara contra o encerramento, o vereador esclareceu que se manteve a decisão de fechar portas. Esta tinha sido uma indicação da Direção-geral dos Estabelecimentos Escolares (DGESTE), que o município seguiu tendo em conta o panorama de todo o concelho. O Centro Escolar de Ferreira do Zêzere fica assim com as salas de 1º ciclo completas, mas ainda uma livre no Jardim de Infância.

O município de Ferreira do Zêzere alargou ainda este ano o apoio aos manuais escolares até ao 12º ano, pagando metade do valor e a totalidade dos livros de fichas do 1º ciclo, complementando assim o apoio do Estado. A par desta aposta, encontra-se aprovado em sede de PEDIME – Plano Estratégico de Desenvolvimento Intermunicipal da Educação no Médio Tejo um financiamento de cerca de 80 mil euros para melhorias no laboratório da escola sede do agrupamento.

- Publicidade -

Hélio Antunes deu ainda conta ao mediotejo.net que durante o verão se realizaram um conjunto de melhorias nas escolas do concelho, cujo valor final não soube indicar, sendo que algumas ainda se encontram a decorrer. O município renovou também os apoios em refeições e transportes escolares, sendo estes gratuitos no 1º ciclo.

Fruto do concurso nacional de professores, cerca de 30% da equipa que se encontra no concelho é renovada, adiantou o vereador. Na sua intervenção inicial, deixou um apelo aos docentes para que se envolvam na comunidade, dinamizando projetos. Dentro em breve, referiu ainda ao jornal, será iniciada o trabalho de revisão da carta educativa do concelho.

A manhã foi marcada por uma formação dedicada à Educação Inclusiva, dirigida por Marisa Carvalho, da Direção Geral de Educação. A profissional esteve a apresentar aos docentes a nova legislação nesta área (decreto-lei 54/2018) e os desafios colocados pela abordagem multinível defendida no documento.

Em resumo, a nova legislação deixa algumas preocupações para os docentes. Conforme explicou a diretora do Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere, Isabel Saúde, o novo quadro legal passa mais a responsabilidade para o coletivo de professores. Esta é uma “temática que apesar de não ser nova tem um suporte legislativo novo”, sendo que a maioria dos professores ainda está a interiorizar o novo paradigma.

O agrupamento mantém este ano os cerca de 800 alunos, estando colocados todos os professores necessários. Segundo Isabel Saúde começa a evidenciar-se porém a falta de outros funcionários na escola sede, uma vez que há vários anos que não há contratações. Aquém desta situação, a escola sede, que conta com cerca de 40 anos, necessita de algumas intervenções, sobretudo ao nível da canalização exterior e melhorias nos laboratórios, cujo procedimento se encontra em curso.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome