- Publicidade -

Ferreira do Zêzere | PSD pede urgência na requalificação da escola secundária

O grupo parlamentar do PSD quer que o Governo atribua caráter de urgência ao início da requalificação da escola Pedro Ferreiro, em Ferreira do Zêzere, para “eliminar os riscos intoleráveis” do edifício.

- Publicidade -

Em comunicado, os deputados social-democratas eleitos por Santarém afirmam que foi apresentado na Assembleia da República um projeto de resolução “para intervenção profunda” na escola de segundo e terceiro ciclo e secundária (EB 2,3/S) de Ferreira do Zêzere, “provavelmente o edifício escolar em piores condições em todo o distrito de Santarém”.

Os deputados apelam a que a intervenção ocorra no decurso do ano letivo 2021/2022, “com vista a eliminar os riscos intoleráveis a que a comunidade educativa está sujeita e a garantir a qualidade do serviço público de educação”.

- Publicidade -

Segundo o comunicado, a escola, inaugurada em 1978, “tem vindo a receber obras de conservação sem qualquer intervenção de fundo, mantendo assim as características originais da época”, sendo que atualmente é frequentada por cerca de 500 alunos.

“Apesar da evolução que o país teve, os jovens que hoje estudam nestas condições estão claramente a ser prejudicados face aos demais dos concelhos vizinhos”, é referido.

Entre as deficiências apontadas contam-se a “falência permanente” da rede de águas, a inexistência de instalações adaptadas para pessoas com mobilidade reduzida, o incumprimento das regras de higiene e segurança nas instalações e equipamentos da cozinha/refeitório, “existindo já diversos relatórios a alertar para os perigos para a saúde dos elementos da comunidade escolar”.

Salientando que os estudantes do concelho de Ferreira do Zêzere estão a ser “claramente prejudicados pela falta de acesso às coisas mais simples que hoje qualquer escola deverá ter para garantir os padrões mínimos de qualidade”, os deputados consideram que “a qualidade e as condições da educação e formação” são “uma das principais ancoras” para “combater o êxodo rural e manter as populações nos territórios de baixa densidade”.

A isto acresce “uma rede predial de águas com mais 40 anos, em falência permanente, a falta de instalações adaptadas para pessoas de mobilidade reduzida e as instalações e equipamentos da cozinha/refeitório que não cumprem com as regras de higiene e segurança”. No espaço exterior, denunciam que “o campus desportivo está completamente obsoleto e desajustado das exigências atuais, quer ao nível da segurança, quer das condições de treino”.

Em comunicado, a Secção do PSD de Ferreira do Zêzere, liderada por Hugo Azevedo, “congratula-se com esta iniciativa e associa-se, na integra, a todos os argumentos expostos pelos deputados, pois comunga da mesma ideia, segundo a qual, se queremos combater o êxodo rural e manter as populações nos territórios de baixa densidade, umas das principais ancoras deve ser a qualidade e as condições da educação e formação”.

Por isso, os social democratas de Ferreira do Zêzere entendem que “é urgente e extremamente necessário iniciar um processo de requalificação da Escola EB 2,3/S Pedro Ferreiro, ainda no decurso do ano letivo 2021/2022, por forma a dotá-la das condições adequadas de funcionamento, garantindo assim a qualidade do serviço público de educação”.

c/LUSA

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).