Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Outubro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ferreira do Zêzere | Feira do Livro na biblioteca municipal

A Biblioteca Municipal Dr. António Baião acolhe uma nova edição da Feira do livro a partir de hoje, dia 5, e até 15 de junho. Além das novidades editoriais e dos descontos, a biblioteca propõe diversas atividades ao longo do evento e aproveita o momento para atualizar o seu fundo documental pois 10% das vendas serão aplicados na aquisição de novos livros.

- Publicidade -

Esta terça-feira estão agendadas as apresentações dos livros “Ferreira do Zêzere inspira Alfredo Keil”, de Ana Godinho, e “Viva o Rei”, de Manuela Canas, aos alunos do concelho e no dia seguinte realiza-se o primeiro torneio de xadrez, pelas 15h00.

A Fundação Maria Dias Ferreira apoia este torneio e as inscrições podem ser feitas na biblioteca ou por telefone (249 360 152).

- Publicidade -

No dia 7, a escola Pedro Ferreiro passa a integrar o cartaz da feira com a apresentação do livro “Paraíso”, de Verónica Cotrim e na sexta-feira, dia 8, o evento regressa à biblioteca, onde é dado a conhecer o site de fotografias históricas de Ferreira do Zêzere.

Para o fim-de-semana, às 16h00 de sábado, ficou reservada a última apresentação literária, a da obra “Cresce comigo”, com autoria de Ana Maria Godinho, Ilda Cristóvão e Dulce Verdelho, e a semana seguinte começa com uma “Conversa com ciência”, na qual o cientista Celso Alves partilha o seu trabalho com os alunos do 10º ano da Escola Pedro Ferreiro, na segunda-feira.

Apesar do programa terminar oficialmente no dia 15, data em que João Alcobia coordena uma aula de ginástica em frente à biblioteca a partir das 19h00, as atividades só se despedem as 16 com o workshop “Alimentação de Verão”, orientado pela nutricionista Rute Marques a partir das 16h00.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome