Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Dezembro 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Ferreira do Zêzere | Dirigentes da Associação Humanitária criticam ex-Comandante dos Bombeiros

Após um período de silêncio sobre o momento conturbado vivido na corporação dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Zêzere, os órgãos sociais da Associação Humanitária emitiram um comunicado conjunto onde esclarecem a atual situação apontando críticas ao Comandante Mário Ferreira que apresentou a demissão a 12 de novembro.

- Publicidade -

O ex-Comandante é acusado de “faltar à palavra, usando esta Associação e o seu Corpo Ativo, denegrindo-os em sua defesa, dando entrevistas e falseando a verdade dos factos”.

Isto a propósito do esclarecimento emitido por Mário Ferreira, do qual demos conta, quando na reunião de 5 de novembro, com a presença do Comandante Distrital de Operações de Santarém, do Presidente da Câmara Municipal de Ferreira do Zêzere, da Direção da Associação Humanitária de Bombeiros de Ferreira do Zêzere, do Comando do Corpo de Bombeiros e do Corpo Ativo, tinha ficado decidido não haver declarações públicas sobre a situação da corporação para que o problema fosse resolvido internamente.

- Publicidade -

Por ter sido quebrado esse compromisso assumido por todos, a Associação apresentou “um pedido de desculpas institucional aos visados, por este lesivo e infundado comportamento”.

“Não permitimos, nem iremos permitir, que interesses pessoais, políticos ou outros, de um ou vários indivíduos, se sobreponham à causa de um bem maior”, garante a Associação Humanitária em comunicado emitido no dia 15.

Ao mesmo tempo promete a realização “em breve, em data a anunciar”, de uma Assembleia Geral “dedicada a esclarecer todos os sócios, sobre o atual momento do Corpo Ativo”.

Os dirigentes da Associação repudiam “as falsidades uma vez mais invocadas” pelo ex-Comandante, informando que “não corresponderem as mesmas à verdade dos factos, conforme os diversos processos probatórios a decorrer e sobre os quais esta Associação, tal como sempre fez, e fará, não se irá pronunciar até decisão dos mesmos”.

“Ao Corpo Ativo dos Bombeiros desta Associação, uma palavra de apreço, pela atitude e coragem demonstrada no desempenho das vossas funções durante este mais de ano e meio, mas, e sobretudo, pela vossa força e união na defesa dos interesses desta Associação, do seu Corpo de Bombeiros e, por consequência, da salvaguarda dos interesses, segurança e zelo, da população do nosso Concelho”, enaltecem os órgãos sociais da associação, que realçam o facto de “em mais de 74 anos de existência desta Associação, Bombeiros do Corpo Ativo deste CB e Órgãos Sociais da AHBVFZ, uniram-se e falaram a uma só voz”.

Garantem que “a Associação e os seus Homens, continuam a responder, dizendo presente como sempre fizeram, a todas as solicitações a que sejam chamados, enaltecendo a sua já reconhecida bravura e prontidão”.

NOTÍCIA RELACIONADA

Ferreira do Zêzere | Comandante do Bombeiros fala pela primeira vez da sua demissão: “Fui um alvo a abater”

 

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome