Especial Ferreira do Zêzere | Concelho assume-se como “Capital do Ovo” da Península Ibérica

De Ferreira do Zêzere saem todos os anos 520 milhões de ovos (Foto: DR)

Duas empresas – Zêzerovo e Uniovo – fazem de Ferreira do Zêzere a “Capital do Ovo” e levaram a Câmara a adotar este slogan desde 2011. A ideia do presidente da autarquia, Jacinto Lopes, representou uma aposta no ovo para este se afirmar como marca territorial, ou não fosse o concelho responsável por 25 por cento da produção nacional de ovos. Uma produção de 520 milhões de ovos por ano que fazem da região o maior pólo produtor na Península Ibérica.

PUB

Nessa altura, a Câmara registou a marca e criou um logótipo e um site. Desde então, o símbolo “Capital do Ovo” aparece em todas as caixas de ovos bem como em todos os documentos da autarquia.

O evento que mais projetou Ferreira do Zêzere como capital do ovo foi, em agosto de 2012, o recorde da maior omeleta do mundo, confecionada com 120 mil ovos, digno de entrar para o livro Guiness de Recordes.

Da empresa Zêzerovo saem todos os anos 450 milhões de ovos, número que faz dela líder de mercado. A sua capacidade de classificação é de 420 mil ovos por hora.

Quanto ao destino de todos estes ovos, 55 por cento vão para grandes superfícies e o restante é distribuído por grossistas, indústria e exportação para países como Guiné, França, Espanha e Alemanha.

Um aspeto que tem reflexos nos resultados financeiros da empresa, é que as galinhas são alimentadas com rações produzidas ali perto, por uma fábrica do mesmo grupo, as Rações Zêzere.

Trabalham na empresa cerca de 140 colaboradores, a maior parte dos quais de Ferreira do Zêrere.

O volume de negócios da Zêzerovo ronda os 33 milhões de euros por ano.

O Presidente da Câmara, Jacinto Lopes, destaca o impacto “muito importante” que a indústria do ovo tem na economia ferreirense, com uma faturação superior a 40 milhões por ano e cerca de duas centenas de postos de trabalho diretos, isto se considerarmos as duas empresas.

A Zêzerovo iniciou a produção em 1986 com um efetivo de 30 mil galinhas poedeiras e dois pavilhões de postura. Hoje em dia tem uma capacidade de alojamento direto e indireto de 1 milhão e 700 mil galinhas poedeiras, em mais de 25 pavilhões de postura, equipados com as mais recentes tecnologias e cumprindo normas de bem-estar animal, com certificação em Segurança e Defesa Alimentar.

Além da marca principal, Zêzerovo, a empresa comercializa ovos das marcas Deliciovo, Ovos do Quintal, Bem Me Quer, Ovocol, Biovida, Real Sabor, Vitavida e Petiz.

Zêzerovo e Uniovo são as duas maiores empresas do ramo no concelho (Foto: DR)

De menor dimensão, a Uniovo foi fundada em 1987, integrada na Globalfer, grupo empresarial do ramo alimentar, que também se dedica à produção de rações e à industrialização do ovo.

Tal como a Zêzerovo, também a Uniovo se apresenta no mercado com diferentes marcas como a Ovo+, a Matinovo, a Valovo, além da marca mãe.

Atualmente, a Uniovo tem capacidade para alojar 560 mil galinhas. Atinge uma quota de mercado nacional na indústria do ovo na ordem dos 10 por cento, vende mensalmente 7,3 milhões ovos, dos quais 1,8 milhões são exportados para países como Espanha, França, Itália, Alemanha e Inglaterra, entre outros.

Ambas as empresas apostam na certificação como garantia da qualidade da produção.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here