- Publicidade -

Fátima | “Pedalar pela Paz” já saiu do Vaticano: ‘Vemo-nos em Fátima dia 11’

O projeto “Pedalar pela Paz” já se encontra na estrada. Um circuito de 3 mil quilómetros que saiu do Vaticano dia 21 de abril e pretende chegar a Fátima a 11 de maio, a tempo do Centenário das Aparições. A última etapa percorre todo o Médio Tejo, a partir da Sertã.

Miguel Vilar, antigo piloto de automóveis, Carlos Vieira, conhecido como o bombeiro-ciclista de Leiria, e António Figueiredo, médico ortopedista de Coimbra, vão pedalar durante 21 dias os quase 3 mil quilómetros que ligam as duas cidades, com o apoio da Liberty Seguros.

Miguel Vilar, ex-piloto de automóveis, sofreu um grave acidente há 20 anos que o deixou em coma e com um primeiro diagnóstico de total dependência de terceiros. Acabaria por tornar-se um caso de estudo do neurologista António Damásio, recuperou a mobilidade e dedicou-se ao ciclismo. Já percorreu os Estados Unidos de costa a costa em bicicleta, em 2011, e pedalou de Copenhaga à Costa Norte da Lapónia, em 2012. Hoje, com 60 anos, planeou todos os passos desta peregrinação em bicicleta, narra a mesma informação.

Mapa do percurso. Foto: D,R,

O ciclista Carlos Vieira, bombeiro reformado que detém o Record Mundial de Resistência em Bicicleta, já realizou este percurso sozinho por duas vezes. A última foi em 2014, numa homenagem ao Papa João Paulo II.

António Figueiredo, médico ortopedista de Coimbra, é o mais novo dos ciclistas, com 56 anos, sendo a primeira vez que realiza o percurso.

Durante 21 dias, o grupo vai pedalar os quase 3 mil quilómetros que ligam o Vaticano a Fátima, percorrendo, em média, 140 quilómetros por dia. Durante o percurso, Miguel Vilar, Carlos Vieira e António Figueiredo vão passar por comunidades portuguesas, com duas paragens previstas no Santuário de Lourdes, em França, e no Santuário da Nossa Senhora do Pilar, em Saragoça.

Está confirmada uma audiência com o Papa Francisco a 26 de abril. Os três ciclistas levam nas camisolas o lema da visita do Papa a Fátima: “Com Maria, peregrino na Esperança e na Paz”.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).