- Publicidade -
Sábado, Janeiro 22, 2022
- Publicidade -

Fátima | Centenário da escultura de Nossa Senhora vai ter imagem certificada

Depois do terço do centenário, a ACISO – Associação Empresarial Ourém Fátima, o Santuário de Fátima e a Imprensa Nacional – Casa da Moeda voltam a reunir esforços para lançar uma imagem oficial, certificada, do centenário da escultura original de Nossa Senhora de Fátima. A imagem, produzida em Fátima com uma edição limitada de 25 mil exemplares, vai ser apresentada dia 17 de junho, no Centro Pastoral Paulo VI, pelas 11:00, à comunicação social.

- Publicidade -

Liderado pela associação empresarial, o projeto incluiu a assessoria do Santuário de Fátima na elaboração de textos e seleção de imagens, e ainda, a cedência, pela Artesacris SA, do protótipo da Imagem, em madeira, que permitiu a construção do molde para o seu fabrico. Trata-se de uma edição limitada de 25 mil exemplares, todos numerados e com selo holográfico da Imprensa Nacional – Casa da Moeda.

Estarão presentes na apresentação da peça comemorativa Purificação Reis, presidente da ACISO; o padre Carlos Cabecinhas, reitor do Santuário de Fátima; e o representante da Imprensa Nacional – Casa da Moeda.

- Publicidade -

“Faz todo o sentido assinalar o Centenário da Escultura de Nossa Senhora de Fátima, com a produção local, em Fátima, de um produto certificado, exaltando o mais importante ícone mariano da atualidade. Depois do sucesso do projeto do Terço Comemorativo do Centenário das Aparições de Fátima [criado em 2016], congregaram-se vontades para, de novo, assinalar mais este importante marco histórico para Fátima, tendo-se optado por seguir a mesma linha gráfica no produto, de forma a dar coerência e continuidade ao conceito inicial”, antecipa a presidente da ACISO, que destaca o relevo e oportunidade da iniciativa.

“A escultura de Nossa Senhora de Fátima, bem como o Terço, são os objetos que os peregrinos mais levam para suas casas. Ao envolver as fábricas locais, este projeto valoriza um setor económico importante para Fátima que é a sua indústria de artigos religiosos. Faz todo o sentido que, em Fátima, se privilegie o made in Fátima, sendo esse um dos aspetos que moveu a ACISO para a conceção e desenvolvimento de mais este produto”, acrescenta Purificação Reis.

- Publicidade -

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome