Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Fátima: Basílica do Rosário reabre a 2 de fevereiro

Em trabalhos de requalificação há cerca de um ano, a Basílica clássica do Santuário de Fátima reabre as portas ao público no dia 2 de fevereiro, sábado. Até à Páscoa vão realizar-se no local três celebrações diárias.

- Publicidade -

Segundo notícia avançada pelo Santuário de Fátima “as obras na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima vão permitir uma maior acessibilidade dos fiéis aos diferentes espaços, facilitando particularmente o acesso às capelas tumulares onde se encontram os restos mortais e as relíquias dos videntes de Fátima”. “Até agora os fiéis para se aproximarem dos túmulos dos videntes faziam-no um pouco contra o próprio espaço; a partir de agora as próprias capelas tumulares vão conduzir os fiéis a estes espaços, proporcionando-lhes melhores momentos de oração”, refere o Reitor do Santuário, Padre Carlos Cabecinhas.

Esta intervenção na Basílica permitiu criar um “itinerário devocional”, concebido pelo designer Francisco Providência. A 2 de fevereiro, a cerimónia inaugural vai ser presidida pelo Bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, num altar completamente renovado, concebido pelo escultor Bruno Marques.

- Publicidade -

“O projeto desta basílica, cuja sagração aconteceu a 7 de outubro de 1953, foi concebido pelo arquiteto holandês Gerard Van Kriechen e continuado pelo arquiteto João Antunes. Trata-se de uma «peça» arquitetónica do revivalismo neobarroco, que foi sendo melhorada por campanhas artísticas nos anos 60, de que se destaca a introdução de vitrais na nave principal e pinturas no Altar-mor, de João Sousa Araújo”, adianta o Santuário de Fátima.

Na Basílica do Rosário serão retomadas as celebrações das 7h30, 11h00 e 18h30. O novo persbitério, no exterior, continua em obras.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome