Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Especial Mação | A poesia está na rua, por Saldanha Rocha

MAÇÃO

Terra,
Ar,
Adro,
Com a sombra do frio.

Janela,
Telha,
Cores,
na roda cantada das Crianças
Como flores.

Calçada,
Oliveira,
Granito,
Como o Sol, tão bonito.

Verde,
Água,
Fonte,
Tudo sei que meu olhar
É puro horizonte…

SER FIEL

Quero ser fiel
À minha Terra!

Quero ser fiel
À folha da serra
Ao animal,
Que de manhã à noite berra!

Quero ser fiel
À minha Aldeia
(Que) tudo tem de plebeia.

Às pedras,
Ao sol,
Ao vento atento,
Cores poeirentas
Que as nossas Gentes
têm nas veias.

Textos de Saldanha Rocha

*José Manuel Saldanha Rocha nasceu em Mação a 9 de março de 1960. Empresário, poeta, agricultor, entre muitas outras facetas, presidiu à Câmara Municipal de Mação e é atualmente presidente da Assembleia Municipal de Mação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome

- Publicidade -