- Publicidade -

Especial Ferreira do Zêzere | Um concelho onde as rotundas são embelezadas por empresas

Se estiver em Ferreira do Zêzere e perguntar indicações de caminhos pode muito bem obter como resposta que deverá contornar a rotunda Pedro Ribeiro, nome de uma empresa de Canalização, Electricidade, Ar Condicionado, Climatização e Piscinas sedeada no concelho. Localiza-se mesmo à entrada da vila sede do concelho junto ao Café Stop, mas antes, vindos de IC9 de Tomar, já tínhamos passamos por mais duas rotundas que também deram nas vistas pela publicidade aos artigos de jardinagem que ostentavam e pela sua esmerada ornamentação. Como é o caso da Rotunda da Quinta da Martinela, um Apart Hotel em Ferreira do Zêzere onde não falta um lago artificial.

Rotunda dinamizada pela empresa Pedro Ribeiro, Lda situa-se à entrada da vila sede do concelho Foto: mediotejo.net

É inédito mas é assim, de há uns anos a esta parte, no concelho de Ferreira do Zêzere: ao longo do ano, a manutenção e embelezamento de quatro das principais rotundas da vila são da responsabilidade de empresas com sede no concelho. A rotunda mais recente de Ferreira do Zêzere é a designada “rotunda do Ovo” sendo que coube à empresa ZêzereOvo – após ter manifestado esse interesse e concorrido a essa pretensão –  ser a responsável pelo seu arranjo e ornamentação que tem como ponto central de decoração um ovo rodeado de um ninho gigante.

Manutenção da Rotunda do Ovo, na Frazoeira, está a cargo da empresa ZêzereOvo Foto: mediotejo.net

Um projeto da arquiteta paisagista ferreirense, Ana Margarida Carrão que foi encomendado pela empresa. A nova rotunda foi construída na estrada municipal 520, no cruzamento para a Frazoeira, freguesia de Nossa Senhora do Pranto, com o objetivo de controlar a velocidade e de facilitar a entrada e saída de camiões da empresa Zêzerovo. Ali bem perto, seguindo na direcção de Ferreira do Zêzere e Carril, está em marcha uma nova rotunda que também já despertou o interesse da ZêzereOvo.

Margarida Ribeiro, da empresa Pedro Ribeiro, Lda – que existe no mercado há 19 anos – contou ao mediotejo.net que já tratam desta rotunda desde há três ou quatro anos. “Decidimos colocar logo a peça escultórica no centro da rotunda, uma vez que achamos que ficava agradável”, refere. A empresária refere que no Natal não falta a iluminação de época nesta rotunda que já é conhecida como a “Pedro Ribeiro”.

Margarida Ribeiro refere que o facto de estarem encarregues da manutenção desta rotunda representa um encargo a menos para a câmara e, simultaneamente, uma forma de fazerem publicidade. “A rotunda é um meio de identificar a nossa área de negócio. Inicialmente houve quem estranhasse a decoração escolhida mas depois aceitaram”, recorda, considerando que esta foi uma boa iniciativa.

Rotunda da responsabilidade da Quinta da Martinela, um Aparthotel em Ferreira, impressiona pelo esmero na sua ornamentação Foto: mediotejo.net

Lago artificial na rotunda Quinta da Martinela Foto: mediotejo.net

O presidente da Câmara de Ferreira do Zêzere, Jacinto Lopes, refere que o motivo principal da construção destas duas rotundas, nas imediações da empresa Zêzere Ovo, passou por dar segurança a esta via, dado que era um ponto negro rodoviário, sendo que a empresa ZêzereOvo mostrou-se, desde logo, interessada em decorar a mesma com os motivos do Ovo. “Lançamos um concurso público, esta empresa foi a única a concorrer pelo que são eles que, daqui para a frente, vão tomar conta desta rotunda de modo a valorizar o produto Ovo”, explicou.

Pormenor da rotunda explorada pela empresa de jardins de Anabela Soares Foto: mediotejo.net

O autarca recorda que esta ideia de se pedir às empresas para “apadrinharem” as rotundas partiu do seu antecessor, Luís Ribeiro Pereira. “A empresa faz o investimento, coloca lá a sua publicidade e nós temos a rotunda tratada, sem despesa. Penso que defendemos bem o interesse do erário público”, refere, acrescentando que as próprias empresas se sentem motivadas a apadrinhar as rotundas do concelho. Uma estratégia inédita mas que tem sido bem acolhida, garante, dado que todos são beneficiados.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).