Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Setembro 19, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

ESPECIAL FÁTIMA | GNR vai ter helicóptero com câmara de alta definição em Fátima (C/VIDEO)

O Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, esteve na manhã de 26 de abril, quarta-feira, em Fátima, para inaugurar a sala de controlo do posto local da GNR, no âmbito do dispositivo de segurança para os dias 12 e 13 de maio. Para além dos sistemas de videovigilância já existentes na cidade, a GNR vai utilizar “pela primeira vez” um helicóptero, originário de Espanha, com uma câmara de alta definição, para controlar fluxos de viaturas e de peões em Fátima.

Inauguração da sala contou com a presença do secretário de estado da Administração Interna, GNR, Câmara de Ourém e Santuário de Fátima. Foto: mediotejo.net

“Pela primeira vez vai existir em Portugal e pela primeira vez a Guarda Nacional Republicana vai utilizar um meio e um recurso de extrema importância, que é um helicóptero, um helicóptero que não é português, que tem uma câmara de alta definição”, informou Jorge Gomes. O helicóptero permite à GNR “controlar todos os movimentos que se passam em terra, especialmente vocacionados para o controlo do tráfego, para o controlo dos fluxos de viaturas e de peões”, continuou.

O helicóptero está ao serviço entre os dias 11 e 14 de maio e o seu aluguer foi adjudicado pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). Questionado pelos jornalistas, Jorge Gomes escusou-se a revelar o valor, apenas referindo que o limite da adjudicação da ANSR “é de 25 mil euros”.

Secretário de Estado da administração interna inaugura sala de controlo da GNR Fátima

Publicado por mediotejo.net em Quarta-feira, 26 de Abril de 2017

A sala de controlo do Posto Territorial de Fátima concentra o comando da operação de segurança e centraliza a sua informação, nomeadamente as imagens dos sistemas de videovigilância instalados em Fátima. Nesta sala são monitorizadas 20 câmaras: 11 do Santuário, quatro da Câmara de Ourém e cinco da GNR. O espaço resultou de um investimento conjunto do Santuário, do município e do Ministério da Administração Interna, através da GNR, na ordem dos 250 mil euros.

O 2.º comandante-geral da GNR, major-general Luís Botelho Miguel, esclareceu que a sala está “adaptada às necessidades operacionais” da força de segurança em Fátima, permitindo o “controlo das forças da GNR nas operações de segurança, por ocasião da realização de grandes eventos no santuário”.

secretário de estado da administração interna, Jorge Gomes, referiu que sala de controlo resultou de um esforço conjunto de várias entidades no valor de cerca de 250 mil euros. Foto: mediotejo.net

Esta sala permite também o acesso aos sistemas de informação de gestão operacional da GNR – com patrulhas georreferenciadas e registo de ocorrências – e gestão das redes rádio.

Há ainda um segundo espaço que será “a área de trabalho do Estado Maior”, explicou o responsável, onde será acompanhada a atividade e controladas as operações, tendo sido convidadas as restantes forças de segurança bem como entidades da área da justiça, saúde e infraestruturas para designar oficiais de ligação que possam integrar o posto de comando.

No final da visita o Capitão Carlos Canatário tornou a alertar para que quem pretenda vir a Fátima dias 12 e 13 deve evitar a auto-estrada, chegando pelas estradas nacionais. O acesso ao interior da Cova da Iria está condicionado, devendo estacionar-se nas bolsas de estacionamento preparadas para o efeito. Estas estão instaladas nos arredores do Santuário de Fátima, de 1 até 10 quilómetros de distância. Há transfers gratuitos para conduzir as pessoas até ao centro da Cova da Iria.

O Secretário de Estado explicou ainda que as fronteiras são fechadas a 10 de maio, havendo apenas nove pontos de entrada em Portugal. Medidas de segurança que só foram adotadas duas vezes no país, aquando a final do Europeu de Futebol e na Cimeira da NATO.

C/Lusa

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome