- Publicidade -

Especial Abrantes | Retrato das Freguesias: Fontes

No âmbito das Festas da Cidade de Abrantes, que assinala no dia 14 de junho o seu centésimo primeiro aniversário de elevação a Cidade, o mediotejo.net visita o Concelho, dando a conhecer um pouco da história de cada uma das 13 freguesias que o compõem.

Fontes está localizada na extremidade norte do concelho, banhada ao longo da sua extensão pelo rio zêzere. Tem como vizinhos a norte Vila de Rei, Carvalhal a leste, Aldeia do Mato e Souto a sul e, a oeste, a separar a freguesia do concelho de Tomar está a Barragem de Castelo de Bode. Foi elevada a freguesia em 4 de outubro de 1985.

Tem a palavra… Sónia Alagoa, 42 anos, Presidente da Junta desde 2013, eleita pelo PS.

O que tem de melhor e de pior a sua freguesia?
O que tem de melhor… sem dúvida paisagens deslumbrantes, o pior a desertificação, cada vez somos menos.

Como tem sido a relação da Junta de Freguesia com a Câmara de Abrantes?
Tem sido uma boa relação, de proximidade.

Que dificuldades sente na gestão da freguesia?
Sem sombra de dúvida a falta de meios humanos. Não temos pessoas para trabalhar.

O que é mais gratificante no cargo de presidente de junta?
Muitas coisas, mas o contacto com a população idosa é muito gratificante.

Complete a frase: Não gostaria de terminar o meu mandato sem… cumprir aquilo que prometi aos habitantes de Bairrada, recuperar-lhes aquela que foi a sua fonte de nascente.

Igreja Nª Srª da Assunção

Retrato da Freguesia

Orago: Nossa Senhora da Assunção
Localidades: Fontes, Água das Casas, Bairrada, Cabeça Ruiva, Carrapatoso, Colmeal, Maxial, Maxial d’Além, Portela, Sentieiras, Vale de Açor e Vale da Bairrada.
Área: 28,12 Km2
População: 619 habitantes

Ordenação heráldica do brasão: 14 de dezembro de 2004

Descrição do brasão: Escudo de ouro, com um pinheiro resineiro arrancado, de verde, frutado de vermelho, entre dois raios eléctricos de vermelho, postos em pala; campanha ondada de três peças de azul e prata, esta carregada de dois peixes de vermelho, animados de prata. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco, com a legenda a negro: “FONTES – ABRANTES”.

Comecei numa das primeiras rádios locais do País, nos idos anos ‘80, passei pelas (então) novas áreas da informática, a par dos estudos da faculdade, e dediquei duas décadas à banca de investimento, até a Troika decidir mudar-me a vida. Troquei a capital por Abrantes e os números pelas letras. Não gosto do acordo ortográfico, continuarei a usar os "P" e dos "C", mesmo que não se leiam. A par da gestão e produção de vários projetos do grupo editorial do mediotejo.net fui desenvolvendo uma receita de compota de pimento que foi premiada em 2017 pela Inov’Linea e dois anos depois abri um espaço de restauração no centro histórico de Abrantes onde sirvo diariamente refeições com dois ingredientes especiais: amor e carinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -