Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Agosto 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Entroncamento | Última chamada: inicia-se a viagem do projeto Rail Fest (c/áudio)

Foi a última chamada. O projeto “Rail Fest – programação cultural em rede” arrancou esta quinta-feira à tarde para a sua viagem pela cultura – desde a música, ao cinema, literatura ou arte – através de uma sessão de apresentação que decorreu no Museu Nacional Ferroviário. Jorge Faria, presidente do município do Entroncamento, considera que o projeto chegou em boa hora e é muito importante pois “permite recuperar a atividade cultural com o foco no património ferroviário, aquilo que é o ADN da cidade do Entroncamento”.

- Publicidade -

A propósito do ano europeu do transporte ferroviário, o projeto Rail Fest – resposta ao repto lançado pela Comissão Europeia em aliar comboios, património e identidade territorial – pretende consistir numa viagem pelo património ferroviário dos três municípios (Entroncamento, Águeda e Vila Velha de Ródão) que se aliaram nesta rede cultural que dura de junho de 2021 até maio de 2022. 

- Publicidade -

No início da sessão, onde estiveram presentes cerca de três dezenas de convidados e representantes de várias entidades, foi apresentado um vídeo promocional que visa divulgar o projeto que une os territórios de Entroncamento, Águeda e Vila Velha de Ródão. De seguida, intervieram, respetivamente, o presidente da Fundação do Museu Nacional Ferroviário, Manuel Cabral, o presidente da Câmara Municipal do Entroncamento, Jorge Faria, o vereador da Câmara Municipal de Águeda, Edson Santos, e o presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Rodão, Luís Pereira.

Todos os intervenientes concordaram na mais-valia que é um projeto como o Rail Fest para a valorização da identidade e união dos territórios.

“Ao desenvolvermos estas parcerias com outros municípios, não só vamos promover o mútuo conhecimento destes territórios como vamos também valorizar a ferrovia, uma característica distintiva que nos diferencia, afirmou Jorge Faria.

“O Entroncamento, ou Águeda ou Vila Velha de Rodão com certeza que terão mais interesse quando juntos do que isoladamente, de modo que é uma promoção à vinda de pessoas ao nosso território. É esse também o objetivo, que a cultura seja um elemento de revitalização da economia, de competitividade e de melhoria nas nossas vidas”, destacou o autarca do Entroncamento:.

Quanto à programação agendada para a cidade ferroviária – que tem no Museu Nacional Ferroviário o ponto de encontro – é inaugurada já dia 20 junho a exposição “A Viagem”, visitável de 20 de junho a 15 de agosto (ter-dom, 10h-18h), e é realizado um seminário sobre Literatura de Viagem (14h30), através de uma conversa entre os escritores Raquel Ochoa, Francisco José Viegas e Afonso Cruz, guiada por Carlos Vaz Marques.

The Legendary Tigerman é um dos artistas que vai atuar no Museu Nacional Ferroviário. Foto: ©Ana Viotti_The Legendary Tigerman

No que toca à área musical, são quatro os concertos agendados, sendo Dino D’Santiago o primeiro a pisar o palco no dia 25 de junho, sexta-feira (21h). No dia 26 (21h), The Legendary Tigerman, o multifacetado artista que reúne uma banda inteira numa só pessoa, é o responsável por dar música no sábado à noite.

Já no domingo, dia 27, a algarvia Susana Travassos apresenta temas originais do seu último disco (16h) enquanto que Pedro Dyonysyo, artista local, apresenta em conjunto com a sua banda (Estação 1960), temas originais em formato acústico, numa conjugação de artes que vão para além da música (18h).

Todas as atividades têm entrada gratuita, mas lotação limitada, pelo que é necessário o levantamento prévio dos bilhetes, num máximo de quatro por pessoa, sendo que as reservas poderão ser efetuadas a partir de 15 dias antes do evento através do email cultura@cm-entroncamento.pt ou do número 249 720 400 – tecla 6, e devem ser levantadas no local do espetáculo até 30 minutos antes do mesmo. Caso não sejam levantadas nesta condição, a reserva fica sem efeito.

Destinando-se ao público jovem-adulto e adulto com especial enfoque nas famílias residentes na região centro, o Rail Fest é um projeto cofinanciado pelo Programa Operacional Regional do Centro 2020, Portugal 2020, FEDER- Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome